A representação da RBSP-‘Robinson Bogus & Stolen Parts’ no Brasil vai muito bem, apesar da crise!

By: Author Raul MarinhoPosted on
207Views3

Se tem um ‘business’ que parece imune à crise, este é a franquia da famosa RBSP-Robinson Bogus & Stolen Parts, uma rede de comercialização de peças “paralelas” para helicópteros Robinson. O Jornal da Band já havia apresentado uma matéria nesse sentido algum tempo atrás, e ontem o Brasil Urgente, da mesma emissora, volta ao assunto com esta matéria: “Polícia apreende peças de helicópteros em desmanche“. Incrível, não!?

3 comments

  1. Paulo
    1 ano ago

    Acho importante destacar uma diferença entre os casos.
    O de agora é claramente ilegal, com peças desviadas da oficina, de forma escondida e repassadas num mercado paralelo.
    O anterior mostrava algo feito às claras, q segundo a ANAC seria regular (se tem algo escondido, e potencialmente irregular, a reportagem não mostrou). Não se ocultava ou alterava a matrícula da aeronave acidentada. Se disseram q “o fabricante proibia”, faltou dizer qual a competência de uma entidade privada (fabricante) para proibir algo e por meio de q documento a “proibição” foi estabelecida.

  2. Paulo
    1 ano ago

    É um absurdo que alguém que possua um helicóptero, use esse artifício. É melhor vender o helicóptero e comprar um carro com motorista, pois não tem condições de possuir esse tipo de equipamento.

  3. thepiratecaptain41
    1 ano ago

    Realmente deplorável, seria curioso ver qual o entendimento de juristas sobre essa atitude e a relação disso com o Art. 261 do Código Penal, colocar em risco os meios aéreos.
    Será que vender uma peças condenadas e sem informar essa condição (sem devida rastreabilidade) não seria crime?

Deixe uma resposta