Nem nos EUA os aplicativos de “Uber Aéreo” têm liberdade para operar. Ainda…

By: Author Raul MarinhoPosted on
157Views2

O portal AINonline publicou ontem uma matéria – “Court Decides That Flight-sharing Websites Are Illegal” – informando que a Justiça dos EUA concordou com o entendimento da FAA sobre o tema e considerou ilegais os aplicativos de “Uber Aéreo”: aqueles que permitem o compartilhamento de voos em aeronaves de uso particular (aqui conhecidas como TPP). A principal afetada (Flitenow, a maior empresa do ramo nos EUA) alega que a decisão não leva em conta que existem vários outros aplicativos similares de menor porte que continuarão operando e que, na prática, será impossível impedir que novas empresas parecidas comecem a operar (o que é verdadeiro). A matéria também informa que tramita um Projeto de Lei no Congresso americano para regularizar a atividade exercida por tais aplicativos.

Ainda vamos tratar muito deste tema em 2016.

2 comments

  1. Colella
    1 ano ago

    Me recordo de um business plan que li em 2014.
    Abraços

    • Raul Marinho
      1 ano ago

      Pois é… Mas vc sabe que aquele BP pode ser viável mesmo com essas restrições, né?
      Se o pax também for piloto, como é que vai ser proibido rachar as despesas do voo?

Deixe uma resposta