O “simulador caseiro de comandante”: piada ou realidade?

By: Author Raul MarinhoPosted on
226Views4

Bem vindos ao blog em 2016!

Iniciando os trabalhos do ano, gostaria de recomendar a leitura do post Simulador Caseiro de Comandante, publicado no blog Aviões & Músicas no finalzinho de 2015 (caso interesse, tem também o Simulador caseiro de Comissários de Bordo). Leia e retorne aqui.

É uma piada? Claro que é uma piada (ou um “chiste”, para usar um termo mais sóbrio)! Mas como a maioria das piadas, esta também tem um fundo “sério” – lembrando que o próprio Freud escreveu um livro sobre o assunto: “O chiste e sua relação com o inconsciente”, de 1905 (no original: “Der Witz und seine Beziehung zum Unbewußten”). Bem, mas voltando ao tema do post/piada, que é a rotina de um piloto de linha aérea…

O cotidiano de um piloto de Boeing/Airbus/E-JetTupolev tem muito mais do que efetivamente pilotar uma aeronave, e é isto o que interessa comentar sobre a parte “séria” da piada do A&M. Quando se pergunta a um aluno de aeroclube/escola de aviação, a preferência pela linha aérea é de uns 90%: todo mundo tem a “paixão por voar”. O problema é que, na prática, o que os pilotos menos fazem numa companhia aérea é pilotar efetivamente, seja pelo alto grau de automatismo dessas aeronaves, seja pela enorme carga de trabalho administrativo/burocrático no transporte regular de passageiros, seja pelo elevado tempo despendido em esperas, deslocamentos urbanos, hotéis, DO’s, etc.

O texto do “simulador” do A&M é uma caricatura da profissão de piloto, é claro. Mas não deixa de ser uma maneira interessante de alertar quem está querendo ingressar na carreira sobre o que faz um piloto, de fato – principalmente na linha aérea. Daí que, para quem está avaliando a carreira ou começando a formação, vale a pena investigar mais sobre como é a rotina de um profissional desses e avaliar os outros segmentos da aviação: geral, agrícola, etc. Isso, na verdade, é mais importante até do que saber quanto ganha um piloto ou como está/vai estar o mercado, já que as questões econômicas estão sempre mudando, mas a rotina de trabalho se altera muito pouco ao longo dos anos.

4 comments

  1. Enderson Rafael
    1 ano ago

    Haha se o do inter é assim, imagina começar às 23h30 BEL STM MAO GRU, 3h de solo, GRU GIG chegando às 9h :-P

  2. Marco Véio
    1 ano ago

    Pelo relato que frequentemente OUÇO dos meus amigos PLAs. Esse é um simulador BEM realista mesmo.

  3. Beto Arcaro
    1 ano ago

    Maravilhoso!
    O melhor texto que eu já ví no A&M!

Deixe uma resposta