“Tô muito velho para a aviação”? Conheça a história do sujeito que conseguiu seu primeiro emprego como piloto de táxi aéreo aos 67 anos (e com um câncer de próstata em tratamento).

By: Author Raul MarinhoPosted on
169Views15

A Man For All Seasons” é o nome do artigo publicado na Forbes sobre a história do Dr. Richard Karl (agora, Cmte. Richard Karl), que começou a trabalhar como piloto de CJ3 numa empresa de táxi aéreo da Califórnia aos 67 anos, depois de uma longa carreira como cirurgião oncológico e chefe do departamento de oncologia da Universidade do Sul da Flórida. Ironia do destino: ele mesmo foi acometido por um câncer na próstata (em tratamento), e foi justamente por causa da doença que ele resolveu iniciar sua nova carreira profissional (ele já era piloto privado enquanto médico). E você, “tá muito velho para a aviação”?

15 comments

  1. Lage
    12 meses ago

    Pessoal, estou em vias de completar 36 anos de vida. Até agora foram duas formações e muitos cursos extras de idiomas, ground school e etc. A primeira formação é na área de Tecnologia da Informação e a segunda Aviação PCH/INVH. A primeira tem sido o ganha pão desde 2001, de lá pra cá, o desejo de mudar de área é grande, porém, o nosso país não tem ajudado os novatos seja na Aviação, Advocacia, Engenharia entre outras áreas. Se eu pudesse dar um conselho para aqueles que já tem uma formação e experiência profissional e deseja se formar como Piloto seria “Faça sim o curso de piloto e se forme o quanto antes, porém, não dependa da aviação para sobreviver, porque mesmo quem já esta dentro segue com muita dificuldade para tal”. Em suma, eu particularmente tenho a aviação como algo para minha aposentadoria, pois lá, espero que o dinheiro não seja o fundamental na tomada de decisão. Pois, tenho muitos amigos que colocaram o desejo/sonho de trabalhar com aviação na frente de tudo e esqueceram o resto, no final o resultado foi o esperado, hoje trabalham com aviação e perderam família, amigos e etc….. Não deixe a Aviação tomar o que você já conseguiu com muito esforço, afinal de contas, para aqueles que se formaram acima dos 30 muita agua já passou debaixo da ponte, é ou não é ?

  2. vasconcelos
    1 ano ago

    Não acredita que isso vai acontecer aqui no Brasil não, pois aqui a aviação é muito diferente que no EUA. certa forma a comparação com espermatozoides tem muita lógica aqui no Brasil.
    Sou piloto profissional (2500 horas / curso superior em aviação civil / pós graduado em planejamento aeroportuário / INVA / Jet Training / vários grow school / Curso de todas as formas de aviação / CRM’s / segurança de voo ASV / etc, etc, ) estudei minha vida toda do jeito que minha mãe dizia “estude meu filho pra vc ser alguém na vida” , e agora estou vendendo churrasquinho e trabalhando de servente de pedreiro para sustentar minha família. (claro que todo trabalho é digno).
    Só não vou embora porque não tenho dinheiro pra levar minha família. O governo de bandidos, acaba com o povo, massacra tudo, se vende para outros países e por ai vai.
    Conselho para os novatos, não espere muito da aviação no Brasil, seja uma pessoa mais versátil, aprenda uma segunda profissão de alternativa.

  3. Juca Soares
    1 ano ago

    Só um conselho que dou para quem está iniciando, em busca do “sonho”… Se vc tiver filhos para sustentar e não tiver um Pai rico que possa te socorrer, vai com calma ok, pés no chão, no Brasil a roda gira um pouco diferente, experiência própria. Nunca troque o certo pelo “sonho”, faça o seguinte, análise muito bem o mercado que está ingressando.

  4. Cleverson Fukuoka
    1 ano ago

    Posts assim que me deixam mais motivado para dar continuidade nos cursos e na carreira… tenho 35 anos estou checando o PP-A e vou iniciar o PC-A.

    • Nunes
      1 ano ago

      Saia enquanto e tempo,sonhar não paga contas.

  5. Anderson
    1 ano ago

    hahahahah! To com 30 e não sei se gasto a grana para concluir o PC ou nas gurias….

  6. Elder
    1 ano ago

    Acreditar no seu sonho é o primeiro passo, pois também dei uma virada em minha vida mudando totalmente meu estilo de vida. Fiz meu primeiro vôo aos 47 anos e hoje, aos 50 anos, estou empregado em uma escola de aviação e faço parte de uma equipe que voa para os bombeiros de meu Estado. E quem sabe uma executiva, pois é minha próxima meta. Por isso digo acredite sempre no seu potencial e almeje sempre sua meta. Bons voos a todos.

  7. matias ribeiro castilho junior
    1 ano ago

    tenho 44 anos,,,fui caminhoneiro por 16 anos,,,iniciei meu curso com 40 anos,,,hj tenho PC,inva,,,,,,,e tô m arrependendo…..

  8. Enderson Rafael
    1 ano ago

    Dick Karl é a excessão que confirma a regra. E com um turbohélice no hangar (que às vezes ele usa para commuting) eu não sei se teria feito o que ele fez.

    • Enderson Rafael
      1 ano ago

      Mas vale lembrar, conheço alguns pilotos com mais de 40 anos que conseguiram o primeiro emprego como pilotos na linha aérea aqui mesmo no Brasil.

  9. Mario
    1 ano ago

    1 em 1 ZILHÃO….

    • Raul Marinho
      1 ano ago

      Sim. Tanto quanto a chance daquele espermatozóide específico do seu pai, que deu origem a você, ter encontrado o óvulo da sua mãe…

      • saco cheio
        1 ano ago

        Comparação grosseira.

        • Willian
          1 ano ago

          Para um comentário grosseiro uma resposta a altura.

        • Marco Véio
          1 ano ago

          Saco cheio de espermatozóides… olha aí!? Kkkkkkkk

Deixe uma resposta