Dos 800 aeroportos prá mais aos 764 prá menos

By: Author Raul MarinhoPosted on
261Views11

O DECEA informa nesta nota que dentro de um mês serão fechados 764 aeródromos no Brasil. Entendo os motivos e nem vou entrar no mérito se a atitude foi ou não correta, mas é curioso que o número esteja muito próximo dos famosos “800 aeroportos prá mais” anunciados pelo governo alguns anos atrás, não é?

11 comments

  1. Marco Véio
    1 ano ago

    Prestem atenção no comentário do Otero. O GRANDE problema é a nossa cultura de responsabilizar terceiros, esperando que a #dilmãe faça alguma coisa.

    2015 e 2016 vão deixar saudades.

    • Marco Véio
      1 ano ago

      *vai

  2. Voante
    1 ano ago

    Está certinho.
    O Governo tem muita competência no que faz e, claro, precisa de uns troquinhos a mais para sustentar sua máquina enxutinha.

    Vamos lá.
    Quase 800 ADs fechados para que?
    Para que esses quase 800 ADs possam solicitar novamente, em algum momento, a sua abertura.
    Mas qual será o preço para solicitar um novo registro?
    Será alto, muito alto…
    Aguardem.
    Novas taxas virão para alegrar a turma da Gilma e a aviação, aos poucos, vai se extinguindo na Banânia.

    A ANAC também ficará feliz com isso, pois, com a falta de aviões voando, os índices de acidentes aéreos irão chegar a ZERO, atingindo o objetivo desta competente Agência.

    Que maravilha isso!!!
    Com a quase extinção da aviação no país, a ANAC, juntamente com a INFRAERO, viverão em estado de graça, pois esses órgãos odeiam os pilotos e a aviação geral.

    Cá pra nós ANAC e INFRAERO, assim ficará muito mais fácil administrar, não é mesmo?

  3. Fábio Otero
    1 ano ago

    Bom, não estou aqui defendendo a agência incondicionalmente, é óbvio…agora, em alguns casos que se conhece, certamente não terá sido por falta de aviso. Tiveram vários anos para se adequar e pouco ou nada fizeram. Vc presta um trabalho de consultoria, aí vem um “master engineer” cheio dos gravetos, mas que não sabe nem o que é RBAC 139, RBAC 154, ACN/PCN (em função do que deixa nego arruinar a pista, por autorizar operação de aeronave que não é para aquela pista / pátio e por aí vai) etc…enfim, a “cultura” local nem sempre ajuda.

  4. Eduardo
    1 ano ago

    Absurdo , estão acabando com a aviacao de pequeno porte

  5. Rubens
    1 ano ago

    A medida eh temporaria e a motivacao eh correta.
    Na hora que o DECEA acerta a gente deveria aplaudir!!

  6. Marcato
    1 ano ago

    Pior que tem piloto de avião que é petista! Assustador!

  7. Beto Arcaro
    1 ano ago

    Tudo que a Dilma fala, acontece “ao contrário”!
    Cêis já perceberam?

  8. Rafael
    1 ano ago

    Serão quase 800 lugares a menos para um pouso em caso de emergência.

  9. Fred Mesquita
    1 ano ago

    É que tudo o que se fala vinda do Governo Federal, é para ser encarado de forma contrária, ou seja, uma afirmação representa uma negação…. e assim por diante.

Deixe uma resposta