Números de 2015 da formação de pilotos no Brasil – E o surpreendente aumento de 74% na emissão de licenças de PLA-Avião

By: Author Raul MarinhoPosted on
404Views4

Estou atualizando os números de 2015 para o cálculo do IEP (um índice que eu criei para medir a empregabilidade de pilotos comparativamente, ano a ano), e enquanto não obtenho os dados sobre evolução da frota brasileira de aeronaves, vejamos o que aconteceu com a emissão de licenças de pilotos no ano passado. Ou seja: vejamos qual foi o resultado quantitativo da formação aeronáutica de pilotos em 2015. Os dados foram fornecidos pela ANAC.

Como era de se esperar, a redução na emissão de licenças ocorreu tanto para a asa fixa quanto para a rotativa – sendo que neste último segmento a queda foi brutal para as licenças profissionais (menos 48% para PCH e PLA-H). Isso também era esperado, uma vez que a crise econômica está atingindo muito mais fortemente o segmento de helicópteros, afetado indiretamente pela redução nos preços de petróleo e pelo escândalo de corrupção da Petrobras, que impactou gravemente a aviação offshore.

Mas houve uma surpresa: a emissão de licenças de PLA-Avião cresceram 74% no passado – em 2015, foram concedidas 448 novas licenças, 190 a mais do que 2014. O motivo disto, entretanto, não tem nada a ver com um aumento explosivo na demanda por Pilotos de Linha Aérea, e sim com a mudança na regulamentação relacionada à emissão destas licenças. Em julho de 2014, num acordo com o SNA, a ANAC já começou a admitir a comprovação de experiência em comando “puro” (sem ser “sob supervisão”) para a emissão dessas carteiras, e na publicação da emenda N°04 ao RBAC-61, em setembro do mesmo ano, o procedimento ficou pacificado (na realidade, já houve reflexos na emissão desta licença em 2014, que aumentou 31% em relação a 2013). Com isso, voltou a ficar viável obter a LPLA/H fora de companhia aérea, que estava impossível desde 2012, com a publicação original do RBAC-61.

A seguir, os números relativos às novas licenças concedidas pela ANAC em 2015 e respectiva diminuição (ou aumento) percentual em relação a 2014:

licanac2015

 

4 comments

  1. petersonramos
    1 ano ago

    Já tem papelaria sem BIC pra vender!

  2. LUIZ PAULO
    1 ano ago

    bom vamos ver o fechamento desse ano né acho que a redução vai ser enorme.

  3. Gustavo
    1 ano ago

    2269 + 1280.
    nesse ritimo… jajá vai ter mais de 10k PCA checkados e desempregados!

Deixe uma resposta