Espaço aéreo brasileiro poderá entrar para a “lista negra” da IFALPA em abril caso o problema do balonismo não seja atacado

By: Author Raul MarinhoPosted on
540Views85

O problema dos balões não tripulados e sua interferência na atividade aeronáutica vem sendo tratado neste blog há anos – sempre ferozmente contestado pelos baloeiros (individualmente ou em associações), como é o caso dos comentários a este post. Neles, fala-se em “regulamentar, não proibir” – mas, enquanto não se regulamenta, a atividade baloeira continua acontecendo mesmo proibida. E isto poderá trazer consequências graves para a aviação do país.

No artigo reproduzido abaixo, do Cmte. Mateus Ghisleni (diretor de segurança do SNA) para a revista Avião Revue deste mês, lê-se inclusive que a IFALPA-Federação Internacional de Pilotos de Linhas Aérea “classificará o espaço aéreo brasileiro como ‘Critically Deficient, Black Star’ a partir de abril de 2016″, o que “pode inclusive alterar os planos de empresas aéreas internacionais que voarão para o Brasil durante os Jogos Olímpicos, até mesmo cancelando voos”, caso o risco baloeiro permaneça elevado no país. Ou seja: forma-se mais um vexame nacional na nossa proa…

Soltura de balões: uma tragédia anunciada

Amanhece ensolarado o dia 17 de junho de 2011 no Rio de Janeiro, aparentemente um dia normal. O tráfego aéreo na cidade maravilhosa já está intenso, como sempre. “Tripulação estamos próximos de nossa decolagem”, informa o comandante pelo sistema de som no início da viagem ao Aeroporto Internacional de Confins (MG).

Em instantes, a majestosa aeronave sobe ao céu transportando 95 passageiros. Na subida, a tripulação é informada pelo controle da presença de balões. Ao ultrapassar 12 mil pés, ocorre a colisão com um desses balões. Imediatamente, sistemas da aeronave são afetados, colocando em risco a vida de pessoas a bordo e em solo.

Infelizmente essa história não é uma ficção, mas uma situação real que foi investigada pelo Cenipa. Em 2015, ocorreram 189 reportes em São Paulo e 88 no Rio de Janeiro de avistamento de balões por tripulações ―e esses números têm aumentado. Ressalta-se que estamos falando de balões soltos por baloeiros, e não do balonismo, atividade regulamentada pela Anac.

No relatório final da investigação do caso acima, o Cenipa relata: “… a soltura de balões não dirigíveis de qualquer tipo, […], tornou-se incompatível com a utilização segura do espaço aéreo, tanto pela insegurança que produz ao seu redor, durante a sua ascensão e deslocamento, […], como também pelo incremento do risco ao meio ambiente e áreas habitadas...”.

Em dezembro passado, as associações Abrapac, Att, Asagol e o Sindicato Nacional dos Aeronautas estiveram em encontro da Ifalpa (Federação Internacional de Pilotos de Linhas Aérea), fazendo uma apresentação sobre este tema, mostrando vídeos de balões caindo próximo a aeronaves, assim como outras fotos e vídeos nos quais balões foram avistados a mais de 20 mil pés. O encontro reuniu representantes dos países da América do Sul e Caribe, além do presidente da Ifalpa, que ficaram perplexos ao ver o problema que enfrentamos no país com balões.

A Ifalpa enviou carta à Secretaria de Aviação Civil pedindo que o país adote medidas para mitigar esse problema. Caso isso não ocorra, classificará o espaço aéreo brasileiro como “Critically Deficient, Black Star” a partir de abril de 2016. Essa classificação pode inclusive alterar os planos de empresas aéreas internacionais que voarão para o Brasil durante os Jogos Olímpicos, até mesmo cancelando voos.

Outro problema que enfrentamos é a propositura e aprovação de leis municipais e estaduais que autorizam a soltura desses balões. Em São Paulo, a Assembleia Legislativa vetou projetos desse tipo. Contudo no estado do Rio de Janeiro ainda existem projetos em andamento.

Uma colisão com pássaros nos Estados Unidos fez com que uma aeronave realizasse pouso de emergência no Rio Hudson. Imaginem a colisão com balões que podem pesar quase 1 tonelada, contendo botijões de gás em seu interior?

Como referência, a colisão de um pássaro com peso aproximando de 7 kg e uma aeronave a voando a 280 nós gera um impacto de 32 toneladas.

Assim sendo, urge a necessidade de as autoridades combaterem esse crime, que é a soltura de balões. Crime, sim, previsto no Código Penal Brasileiro no artigo 261:“Expor a perigo embarcação ou aeronave, […], ou praticar qualquer ato tendente a impedir ou a dificultar navegação marítima, fluvial ou aérea”.

A soltura destes balões, das quais nós, pilotos, somos obrigados a desviar quase todos os dias, é muito mais que apenas expor a aeronave a perigo. É um grave atentado à segurança de voo, que só não culminam em acidentes de proporções catastróficas devido a habilidade dos pilotos ―ou, simplesmente, sorte.

A aviação não pode contar com esta sorte. Precisa contar com atitudes responsáveis e efetivas dos legisladores, do judiciário, do governo e dos órgãos de segurança pública. Afinal de contas, no momento que a habilidade não for suficiente e faltar sorte, infelizmente sobrarão caixões.

Mateus Ghisleni
Diretor da Secretaria de Segurança de Voo do Sindicato Nacional dos Aeronautas
Piloto de Linha Aérea

 

85 comments

  1. Douglas
    10 meses ago

    Bom dia! Percebe-se que quem escreveu esse texto não tem nenhuma noção de Física, e de como o balão é confecionado, pois nunca na História do balão e da Aviação houve e jamais haverá colisão de ambas as partes, pois um avião em pleno vôo ocorre um deslocamento de ar que não permite que um balão feito de papel se aproximasse. Não tem como um balão pesar 10 toneladas.
    Um avião que passar próximo a um balão provocará o estouro do mesmo, pois como disse o balão é feito de papel.

    • Daniel
      10 meses ago

      Infelizmente parei com balão, mas sou apaixonado pela arte. Hoje tem muita tecnologia a favor do balão para ele se tornar seguro. E na história do Brasil o balão sempre foi vilão das florestas e do espaço aéreo. Como eu quero ser militar fazendo a prova da aeronáutica AFA/eear eu tive q parar de vez com balão. Espero que um dia consigam ter um acordo entre “balão e avião”, ai eu poderia práticar as coisas q mais gosto.
      Um abraço /Brasil/

  2. Alex Carcara
    10 meses ago

    Se for considerar a forma da soltura de balão perigosa !!!!!! Então não poderemos andar de Avião , carros de transportes , Barcos , pois esses matam mais do que a queda de um balão , o evento das Olimpíadas se algum estrangeiro vê o balão junino no alto se esta pessoa for de origen Francesa , Espanhola , Italiana , Portuguesa , Mexicana , Colombiana etc , tenho certeza que ficariam felizes em vê-los no alto , pois , nos seus países essa prática é legal só aqui no 3° Mundo somos tratados pior que um traficante de drogas .

  3. Gabriel
    10 meses ago

    Digam-me porque no México França Portugal Colômbia China Índia Indonésia etc o balão é tratado como cultura popular e seus idealizadores aplaudidos de pé como artistas do papel!!! Digam-me qual acidente grave envolvendo balão e avião aconteceu aqui no Brasil. Eu digo:NENHUM!!! Aqui no brasil como o balão não dá dinheiro pra o estado foi proibido. Demagogia pura essa história terrorismo aéreo!!! O balão existe ha mais de 300 anos e nunca foi registrado acidente aéreo envolvendo o balão.

  4. Egbert Schlogel
    10 meses ago

    Impressionante a quantidade de mensagens. Notasse que, ambos tem suas justificativas. Repito Sr. Raul, carece de regulamentação e nós das Associações vamos conseguir. Temos por prioridade este assunto em nossas conversas, (ocupação do espaço aéreo). Vamos estreitar relacionamento, trabalharmos juntos para o bem comum. Dei inicio aos comentários não imaginando esta repercussão, mas fato é, o interesse nos comentários na regulamentação e jamais liberação.

  5. Boa noite, aos pilotos presentes à discussão, o que deve se propor jamais é extinção de algo, nesse caso o balão, por simplesmente não lhe agradar, isso arcaico, alias o movimentos Nazismo e Fascismo nasceram com esses preceitos, “se não me agrada vou destruir”. O que fica claro é que devemos a todo e qualquer custo evitar que balões e aviões estejam no mesmo espaço aéreo, e isso não se discute, balões devem estar a quilômetros de aviões para a segurança de ambos, o que vemos hoje é algo impensável na cabeceira de do Aeroporto Internacional de Guarulhos vemos aos finais de semana, inúmeros balões causando transtorno aos aeronautas, isso é inadmissível, vidas estão em risco. Por outro lado uma regulamentação da atividade baloeira se faz iminente feita em dias e locais previamente estabelecidos, com NOTAM que em bom português e para os pilotos irônicos abaixo significa “Aviso aos Aviadores”, e tudo que for possível para que balões e aviões fiquem o mais distantes possíveis, essa troca de ideias nos comentários é muito salutar, o que não pode ocorrer em alguns casos é a soberba de alguns pilotos, achando que por serem pilotos são superiores aos baloeiros, isso jamais! Isso denota um senso de azêmola, que ao meu ver não combina em nada com o formação de pilotos, por outro lado concordo plenamente com os senhores no que diz respeito a preocupação do uso os espaço aéreo, porem antes de aviões já existiam balões, e vosso patrono Alberto Santos Dumont antes de ser aeronauta, era baloeiro! Olhem que devaneio dele, suas duas criações que ascenderam os céus hoje brigam por seu uso exclusivo, isso é de uma mesquinharia que chega a enojar, isso de ambas as partes. O que se precisa é simples, bom senso de ambas as partes, regras para manter balões e aviões distantes, isso resolve toda a problemática atual. Ah é claro não poderia esquecer penas duríssimas, multas exorbitantes para quem não cumprir tal acordo, pois diante de uma saída justa, quem escapa pela tangente e descumpre o acordo merece sim ser duramente punido. No mais baloeiros tenham consciência mantenham a distancia dos aeródromos, aeroportos etc., tirem a faca dos dentes ao conversar com pessoas que desconhecem o balão, usem de educação. Pilotos diminuam esse senso de superioridade, de serem donos da verdade reproduzindo falácias midiáticas, cálculos físicos irrisórios, desconsiderando o volume das massas e sua distribuição, (não vou me alongar, pois física é complicado para alguns). Essa soberba exagerada denota um senso ridículo de donos da verdade, o que de fato não é
    Para ambos recomendo sentem-se a luz da sabedoria, usem nossa maior faculdade o raciocínio, pois aqui ao que parece estamos mais lutando que pensando.

    • Gabriel Duarte
      10 meses ago

      Excelente explanaçao sobre o assunto!!!
      Ninguem aqui quer liberar o balão de qualquer jeito, queremos regras, um regulamento que torne a soltura segura para todos!!!
      Sabemos que existem muitos irresponsaveis no nosso meio, por isso a necessidade de normas, apenas isso!!!

  6. Robson C. Soares
    10 meses ago

    O ideal é a regulamentação, porque não fazer festivais em dias e locais específicos?

  7. Diego
    10 meses ago

    Engraçado é ver os comentários dos pilotos, se acham superiores. (rs)
    Deveriam é ter vergonha de publicar um texto desses, por mas que me sua mente você pense: – Eu sei o que estou falando, Não sou influenciado pela mídia!

    Ai eu te falo, sabe de nada inocente! Você é sim influenciado, Leia tudo que a galera escreveu abaixo e se você tiver o mínimo de inteligência que acha que tem vai ver que tudo tem sentido, e nada é especulado como vocês falam sem provas, comprovação! Então não faça vôo Internacional, pois em outros países até balão com fogo não é proibido!

  8. Flávio Cavalcante
    10 meses ago

    E tanta mentira que da nojo, minas gerais não tem tradição em balões, avião beter em balão em minas e o cúmulo do ridículo, não gostar de balão ate concordo, mais invertar mentira aí e demais, não piloto avião, pra mim fazer um comentário sobre o assunto vou estudar muito pra não falar m.. estou envolvido com balões a mais de 35 anos vejo cada mentira que da nojo, botijão dentro de balão, me poupe, antes de fazer um comentário busque conhecimento por favor.

    • Final
      10 meses ago

      Concordo com uma coisa.
      Vá estudar…principalmente língua portuguesa, gramática…essas coisas básicas.

      • Gabriel Duarte
        10 meses ago

        Nossa que argumento incrível!!!! O melhor até agora…

  9. Balão é arte
    10 meses ago

    Ridícula essa matéria, se é que se pode chamar isto de matéria, balões levam botijões em seu interior? que palhaçada, se informem antes de jogar baboseira na internet pra leigo ler e acreditar. Parem de colocar só o lado de vocês, procurem as associações de baloeiros antes de postar qualquer coisa, não falem sobre o que vocês não estão por dentro. Os balões existem no mundo todo, e todo mundo aplaude, governo banca festivais e tal, só aqui tem essa palhaçada, balão é arte, cultura, folclore, nunca vai acabar. O céu não é só dos aviões, é de todos, e os balões já existem a muito mais tempo, mas aqui só é proibido porque não cobra, um imposto pra podermos soltar nossos balões, essa é a realidade, país atrasado, por isso estamos assim..

  10. Bernardo Saraiva
    10 meses ago

    Os balões são feitos de papel de seda, que pode ser rasgado com um simples peteleco. Acredito que o problema não esteja no material do balão

  11. Flávio Cavalcante
    10 meses ago

    Esse acontecimento não é verídico, balões não são feito de plástico.

  12. Leonardo Duarte
    10 meses ago

    Desculpe… Antes os ceus povoados de baloes… Do que povoados de avioes….

  13. Bernardo Saraiva
    10 meses ago

    Boa tarde, os balões convivem com aeronaves por mais de 200 anos sem nenhum acidente aéreo comprovado, ou seja, nenhum avião caiu por culpa de algum balão. A prática de soltar balões faz parte da cultura de alguns estados do Brasil, tendo a participação de milhares de cidadãos de bem. Entendo ser necessário uma conversa para que condutor fossem tomadas para não haver conflito entre os balões e os aviões. A saída não é aumentar a pena dessa prática cultural, evitando assim o encarceramento de milhares de pessoas de bem em um sistema penitenciário falido, que não recupera ninguém, sendo verdadeira escola do crime.

  14. Beto Arcaro
    10 meses ago

    Então devo concordar que os riscos no meu trabalho “Aumentem”?

    • Michele Souza
      10 meses ago

      Não você não deve concordar que o risco do seu trabalho aumente, até porque seu trabalho em si já é muito perigoso, você não precisa de mais motivos. Porém fora da área da aviação existem milhares e milhares de pessoas que ”não” estão preocupadas com isso. Por isso eu digo, cabe aos meios legais de aviação e dos balões sentar e conversar o melhor jeito, um consenso. Estipular lugares, datas e regiões para soltura de balões sem influenciar as rotas aéreas. Até porque ao que entendi do assunto, estamos lidando com possibilidades, ao que li acima não foi registrado nenhum acidente grave envolvendo balões e aviões. E não se preocupe em justificar o injustificável, o Brasil é assim,a começar pela politica, mas não adentramos nesse assunto. Como eu disse, cabe o bom censo de ambas as partes, porque os aviões não vão parar de voar, assim como os balões também não vão. Boa Noite !

      • Beto Arcaro
        10 meses ago

        Não considero o meu trabalho perigoso.
        Não do jeito que eu faço, com manutenção bem feita, com estudos intermináveis, sempre atualizado, já há mais de 20 anos na carreira.
        Por isso, eu sei que balões não tripulados, não podem ser regulamentados.
        Os Tripulados já o são pela ANAC, inclusive com habilitação para suas tripulações.
        Se você conseguir colocar um “Transponder” nos seus balões, e algum tipo de “controle por rádio”, talvez você consiga regulamentar.
        Talvez….
        Boa noite!

  15. Beto Arcaro
    10 meses ago

    É incrível como o Brasileiro é “Passional” pro lado errado.
    Quando se trata de justificar o “injustificável” os argumentos são os mais absurdos.

  16. Alexandre
    10 meses ago

    Balão eterna paixão.

  17. Beto Arcaro
    10 meses ago

    Quando o Raul não modera (e é óbvio que ele fez isso propositalmente) é que a gente vê o “nível técnico” dos comentários que surgem.
    Bom, Baloeiros….
    Vocês conhecem a ICAO?
    “International Civil Aviation Organization”?
    É uma organização ligada à ONU.
    Vamos perguntar para a ICAO o quê aconteceria se os balões fossem liberados no Brasil.
    Vamos perguntar se os Balões são realmente liberados no Japão, na Espanha, e etc.
    Vocês que são experts em balões, e são os maiores interessados neles, pesquisem!
    Tenho família, trabalho com Aviação, e tenho certeza que balões “não controlados”, sem NOTAM (é óbvio que vocês sabem o que é um NOTAM, né ?) representam um risco enorme para a execução do meu trabalho.
    Quando estamos voando, estamos “trabalhando”, na maioria das vezes.
    Mesmo quando voamos por diversão, o correto é que sejamos “Profissionais”.
    Tantos choques com Pássaros no Brasil, né ?
    Sempre com Urubus…
    Sabem porquê?
    Excesso de “Lixões”, todos irregulares, perto dos Aeroportos.
    Linha de Pipa com Cerol pode?
    Alguém já viu o estrago que uma linha de pipa pode fazer com o revestimento de um tanque de combustível de uma aeronave?
    Eu já vi….

    • Raul Marinho
      10 meses ago

      Só para constar: não foram aprovados comentários com xingamentos e ofensas; o restante, pelos critérios de moderação do blog, foram – o que não significa minha concordância. Na verdade, estou curioso para ver até onde vão os argumentos.

      • Beto Arcaro
        10 meses ago

        Haha!
        Eu também to curioso.

      • Michele Souza
        10 meses ago

        É curioso esse tipo de debate. Quem está do lado da ”aviação” apresenta argumentos melhores, até porque estão nesse meio e passam por isso rotineiramente. Porém que está do lado dos balões pode ver também o quanto certas matérias apresentadas na midia são falsas, manipuladas e apresentam fatos que simplesmente não existem. Uma eterna discussão…

        • Gabriel Duarte
          10 meses ago

          Por falar em mídia, é até engraçado como tudo aconteceu de uma hora para outra, a globo que já chegou a cobrir festivais e dar destaques no seu jornal impresso, de repente começou a campanha difamatória contra o balão, realmente é um jogo escuso de interesses…

    • Michele Souza
      10 meses ago

      Perfeito seu comentário ! Porém não é só no seu trabalho que existe risco, risco existem em todas as profissões, seja elas sentada a frente de um computador em um escritório ou pilotando um avião com 300 passageiros. O problema são os lixões, o problema são as linhas, o problema são os balões, o problema são os aeroportos, tudo é problema. Acredito que se você é um piloto e está onde está, é porque foi treinado para inúmeras situações, inclusive elas sendo situações de risco. Cabe você saber melhor lidar com elas. Como eu disse anteriormente, no caso dos balões cabe uma regulamentação, vocês que estão nessa área deveriam sentar com pessoas de associações ligadas aos balões e definirem locais e dias para a soltura de balões que não interfira no voo de vocês. A lei proibindo o balão com fogo existe a quase 20 anos, o numero de balões diminuiu porém nunca chegou nem perto de acabar. Se futuramente vier uma Lei mais ”dura”, ”pode ser” que diminua um pouco mais, porém acabar, eu duvido. Nenhuma cultura e tradição vai ser desfeita de uma hora pra outra. Agora vou me retirar, e não se esqueça, o fato de você ser piloto, não te faz melhor que ninguém. Fique com Deus e bons voos !

  18. Rodrigo
    10 meses ago

    Legalizar o balão eu apoio
    E um folclore brasileiro não acabe com nossa art

  19. Michele Souza
    10 meses ago

    A propósito, vejo o assunto em debate sendo questionado por ambos os lados, mas um balão nunca derrubou um avião, se é que essa possibilidade existe, porque por em quanto isso não passa de contos e fábulas. Agora avião caindo por erro humano ou mecânico, isso vemos quase todo dia. Comecem a analisar realmente o que é mais perigoso, a incompetência não pode partir somente de um lado…

    • Mateus
      7 meses ago

      Felizmente não caiu. Procure informações sobre a colisão de uma aeronave que decolou do Aeroporto Santos Dumont com destino a Belo Horizonte. Após a colisão, a aeronave perdeu a indicação de vários sistemas, assim como ocorreu com o Air France que caiu no oceano atlântico. Felizmente, esse não se acidentou.

  20. Michele Souza
    10 meses ago

    Sabe o que acontece? Vivemos em um país que as pessoas ao invés de buscarem melhorias para ambos os lados, cada um prefere buscar o melhor pra si. Ficam nessa guerra pilotos x baloeiros a tempos, quando já se podia ter criado uma Lei ou Regulamentação a favor dos dois lados. Poderiam muito bem criar uma Lei delimitando e autorizando a soltura de balões em determinados locais e épocas do ano, porém ficam esbravejando e criticando uma prática que queiram ou não faz parte da cultura Brasileira. Não se esqueçam, o céu não é somente dos aviões, é também dos balões, dos paraquedas, dos drones, das asa-deltas, dos parapentes e de outras práticas. EVOLUAM, PENSEM EM TODOS E NÃO SOMENTE NO PRÓPRIO UMBIGO !

    • B.Quevedo
      10 meses ago

      Regulamentar balões? não acredito no que li. A soltura de balões estão restritas a balões meteorológicos.

  21. Thiel
    10 meses ago

    Normais sim, proibir não eu apoio !

  22. Thiel
    10 meses ago

    Gente uma prova, isso uma delas é o campeonato do RED BULL AIR RACE, onde existe cones de papel que o avião passa numa velocidade extremamente rápido e ao beter em um dos cones ele é partido e não derruba um avião de pequeno porte, isso prova que um avião nunca vai ser abatido por um avião tripulado .

  23. Então os avião ficam só sobre o Brasil né por que lá fora o balão e liberado como patrimônio cultura … Isso é arte nn crime

  24. Paulo sergio
    10 meses ago

    Como eles msm citaram no texto acima um passaro derrubou um aviao mas nao tem relato nenhum comprovando q um BALAO derrubou um aviao! #legalizaçaoeuapoio!

  25. Guilherme
    10 meses ago

    Então proíbam os pássaros de voarem perto de aeronaves…. E botijão dentro de balão ,ridículo, ta confundindo com balonismo…. Ridículos….

    • Mateus
      7 meses ago

      Infelizmente não Guilherme, faça uma busca no Google, e verá várias fotos atuais de balões com botijões;

  26. Marcelo
    10 meses ago

    Eu realmente fico triste com tanta dimensão que um balão causa no Brasil ,em outros países essa prática é liberada e estou falando de país de 1 mundo França, Itália, Portugal,estados unidos ,México, toda a Ásia ,e no Brasil um país cheio de problemas mais graves como a saúde, segurança, violência acelerada ,e muita corrupção um país sem rumo para uma melhora e essas pessoas preocupadas com balão só aqui mesmo que agente vê um absurdo desses ,o pessoal de aviação tem é que ficar atento é com uma possível invasão aérea que não tem capacidade e nem material bélico para proteger nosso país nem 1 hora de uma possível guerra ,então por favor deixe o balão junino em paz.

  27. Fernando
    10 meses ago

    Tem que parar de querer inpôr uma opinião , tem que escutar a todos , é muito fácil ouvir só a aeronáutica escuta os baloeiros TBM . vamos lá fazem uma lei que dia de domingo pela manhã balão 6:00 as 10:00 da manhã , vão falar que não sabe pq ? Pq só querem ver o lado dos mais fortes ver o lado de todos . Brasil hj não tem respeito pq tem pessoas que não se dão respeito ! VIVA O BALAO !!

  28. Cláudio
    10 meses ago

    Ontem assistindo ao filme “O IMPOSSÍVEL” ,sobre Tissunami na Tailândia,e exibido pela Rede Globo,fiquei ENCANTADO com a soltura de milhares de BALÕES com fogo, em homenagem aos mortos.Tradicionalmente nos países asiáticos ocorrem este tipo de manifestação, e nunca foi relatado qualquer tipo de acidente aéreo e nem classificam o espaço aéreo daqueles países, como de alto risco.Então senhores,revejam suas posições ,se informem antes de tomar qualquer decisão anti democrática. Consultem a Constituição ,pois é LIVRE,toda manifestação artística e cultural, e inegavelmente os BALÕES JUNINOS fazem parte do folclore e da cultura do Brasil.

  29. Alvaro
    10 meses ago

    Kkkkkkkkkk botijao de gaz kkkkkkkk… nao sutime a inteligencia do povo… manipulados pela midia, isso e o que vcs sao…viva o balao…

  30. Alex
    10 meses ago

    INFORMACAO DE ULTIMA HORA:UM FUNCIONARIO DA REDE GLOBO DISSE QUE A GLOBO PERDE MILHOES DEVIDO A PERDA DE AUDIENCIA NOS MESES DE MAIO,JUNHO E JULHO POR CAUSA DAS FERIAS ESCOLARES,FESTAS JLINA E JUNINA,DAI VEIO A IDEIA DE ACABAR COM ESSAS FESTIVIDADES E DIVERSOES RELACIONADAS A ESSES MESES. ECOMO PIPAS,BALOES…E UMA CONSPIRACAO!!

    • Gabriel Duarte
      10 meses ago

      Na podridão que o país está, nem duvido, ano passado já estavam contestando as fogueiras que são simbolos da festividade junina, nem imagino o que vem pra esse ano…

  31. Diego
    10 meses ago

    Balão é feito de papel de seda, é leve e frágil, mesmo com chances mínimas de um contato ao céu, a 1 km de distância o balão viraria farelo pelo peso, velocidade e tamanho dos avião, Lei da física, um exemplo simples é por exemplo quando estamos na Estrada a 100 km por hora e na sua frente aparece uma bexiga de aniversário, mesmo você quero Tocar nela com o carro não é possível contato, antes ela é jogada longe!

    Esse texto é de Pessoa influenciada pela mídia, que não não conhece de fato a realidade, legalização É a solução!

  32. alex
    10 meses ago

    É vamos a pergunta ,só no Brasil existe espaço aéreo ,pq vários locais no mundo existe a soltura de balão como cultura,na minha casa existe aviadores que não vêem o tamanho problema ao qual o texto se reporta ,aí alguém acha que alguma empresa aérea vai deixar de mamar nas olimpíadas por causa de balão,pelo amor de deus,texto programado e sem entendimento algum do que é falado !

  33. verdade puro jogo de interesse dos que se dizem autoridades pois tempos atras o samba era coisa de bandido,piranha,maconheiro e desocupado e hoje gera milhões o jogo do bicho era a mesma coisa e já estão pensando em legalizar pois viram que dá muito dinheiro,o balão não sria diferente pois aqui no brasil estão os melhores baloeiros do mundo imagina quanto não ia gerar de dinheiro ocorrendo festivais com varios estrangeiros participando já que a pratica de soltar balões exinte em varios paises e so questão de bom senso e legalizar a pratica.

  34. Felipe Oliveira
    10 meses ago

    “Botijoes de gás em seu interior” percebe-se o quanto o artigo foi baseado em falta de estudos e pesquisa, deixando assim dúvida sobre a autenticidade de qualquer coisa ali dita.

  35. Gabriel Duarte
    10 meses ago

    Meu Deus, de novo essa falacia? Parece um copiar e colar, la de meados de 97 ou 98 quando usaram este mesmo argumento para fulminar a proibição do balão
    Entendam, a proibir se mostrou ineficaz, regulamentacao é o caminho!!!

  36. Gabriel
    10 meses ago

    Quero vê qual vai ser o dia em q vcs vão deixa a nossa arte em paz

  37. Gabriel
    10 meses ago

    Vcs são todos malucos, aonde q balão deruba avião se ele cai e por calsa de vcs Msm pelo erros de vcs e n da gente.

    • Final
      10 meses ago

      “calsa” kkkkkkkkkkkkkk…

    • Lucas
      10 meses ago

      Aparentemente você não entende nem da língua que fala. Quem dirá de aviação não é ?

  38. Cláudio gomes
    10 meses ago

    os aviões caem pelo erros humanos…alguém já viu notícia q balões derrubaram aviões. ?

  39. Liberdade
    10 meses ago

    Dizem tanto que balao “pode se chocar com aviao ” e provocar uma tragedia aerea, mas isso nunca aconteceu, mas vimos na tv noticias de varios acidentes com avião, onde morrem muitas familias tanto que estava na aeronave quanto quem estava em terra, e ai? Vms proibir o avião? Isso nunca, pq isso mesmo matanto varias familias isso gera bilhoes pro governo, e outra o céu não tem dono o céu é de todos.

  40. Milber
    10 meses ago

    Lamentável, no texto mostra claramente a falta de conhecimento, um balão levar botijao de gás no seu interior é uma piada, isso não acontece, o botijão é usado para inflar o balão na soltura, balão é arte, balão é cultura, único país que proíbe essa tradição é o Brasil, ao contrário do que foi escrito nesse texto os turistas irão ficar maravilhados com os belos balões! A mídia criminaliza pois ela vive disso, de terror, Porque o que dá ibope são as coisas ruins infelizmente, mídia ridícula que vive de sensacionalismo, e a propósito o criador da lei que criminaliza o balão é o mesmo que quer liberar a maconha.
    No Brasil temos problemas muitos maiores que não são proibidos!

  41. Mateus
    10 meses ago

    Ja passei por balão a 32 mil pes! Sim, 32 mil pes indo pra VIX. Informado Centro Curitiba, Controle Rio. Não a muito tempo atras, passei por um a 20 mil pes na descida! Não aconteceu nada de grave ainda por detalhe!

    • Gabriel Duarte
      10 meses ago

      Vai me desculpar, mas a essa a altura o que viu foi um balão meteorologico, não foi um balão junino, a essa altura a combustao da bucha ja teria sido cortada pela falta de oxigênio.

  42. A melhor forma e regulamentar o balão tantos outros países tem o balão como tradição México , Japão , China entre outros só aqui no rio e em são Paulo que é assim o melhor jeito é a liberação do balão ecológico eu apoio essa ideia pra que não seja desse jeito nks sermos tratados como criminosos ..nossa arte e cultura não crime
    Regulamentar e a ideia

  43. Thiel
    10 meses ago

    Impresionante como o balão no Brasil é visto como terror aéreo, será que só aqui que tem avião, só aqui tem florestas, só aqui tem população ?
    Por isso que o Brasil e os brasileiros são atrasados se o balão desse lucro pro governo seria diferente e por falar nisso porque que nos outros países somos vistos como artista, e comprovado existe meios de o avião dectar o balão, gente proibir uma tradição que já dura séculos no nosso meio é burrice, regulamentação sim eu apoio .

    • Fabio
      10 meses ago

      Tå certo

    • Jonas
      10 meses ago

      Quando um Passaro bate ou encosta no aviao reclama com deus pq ele q fez E vc lembra q ele te fez por ultimo

  44. Marcos Real
    10 meses ago

    Com essa pequena amostra, parece que o perigo existe somente no Brasil. Regulamentar é o caminho.

    • Jonas
      10 meses ago

      Nao sei o pq Ja nao fizeram isso Ja sabe q nunca vai acaba Se legalisa vai diminuir coloca um Dia so e liberando so os domingo ate certa hora

      • Flávio Cavalcante
        10 meses ago

        Boa noite, nos anos 80e 90 o balão ecendiava matas, aí inventamos o balão ecológico ( sem fogo) após esse fato, derruba avião, na associação de baloeiros do RJ sempre recebemos a ilustríssima presença do brigadeiro do ar Aécio Braga que em seu discurso disse:
        – piloto só bate em balão se ele for cego. O que atrapalha e se um balão cair na pista , ai congestiona e atrasa vôos, Pelo amor de Deus, conta outra, sou ignorante no assunto mais tem tanto espaço no céu que o dia que avião bater em balão, pode reprovar todos pq não estão aptos, coloca no automático e vamo q vamo.

  45. Marcos Real
    10 meses ago

    Japão, festival de balões em Akita

  46. Marcos Real
    10 meses ago

    Myanmar, festival de Taunggyi

  47. Marcos Real
    10 meses ago

    França, Coupe Icare – Saint-hilaire du Touvet

  48. Marcos Real
    10 meses ago

    México, festival internacional de globos de papel, Paracho – Michoacan.

  49. Marcos Real
    10 meses ago

    China, festival de lanternas em Taiwan – Taipei

  50. Marcos Real
    10 meses ago

    Grécia, comemoração da Páscoa.

  51. Marcos Real
    10 meses ago

    Itália, festa de Nossa Senhora de Constantinopla.

  52. MAURO
    10 meses ago

    OS BALAOS SURGIRÃO PRIMEIRO QUE OS AVIOES, SENDO ASSIM DESDE SUA PROIBIÇAO A QUESE 20 ANOS OS BALOES SO TEN AUMENTADO , SENDO ASSIM NAO CREIO QUE OS BALOEIROS IRAO PARAR DE SOLTAR SEUS BALOES, DENTRO DESSE RACIOCINIO SERIA MELHOR REGULAMENTAR DO QUE PROIBIR POIS ELES JA SAO PROIBIDOS E ELES SO AUMENTARAO , SO NO BRASIL BALAO E PROIBIDO E EN 31 PAISES ELES NAO SAO PROIBIDOS E NAO EXISTE REGISTRO DE ACIDENTES CAUSADOS POR BALOES O MELHOR CAMINHO SERIA REGULAMENTAR.

    • Beto Arcaro
      10 meses ago

      Quando “os Balãos” surgiram, não existiam aviões pra “se chocarem” com eles!

      • Gabriel Duarte
        10 meses ago

        Pra quem se diz piloto com bons argumentos, como seu amigo la em cima insinuou, você é ótimo professor de gramatica…

  53. Marcos Real
    10 meses ago

    Na Espanha, Betanzos, festa de São Roque.

  54. Tudo Comigo
    10 meses ago

    Boa tarde. Balões não sobem com botijoes de gás.

  55. Marcos Real
    10 meses ago

    Senhores, estão colocando este incidente grave como ocorrido com um balão, afirmo que não é fato, o material encontrado na perícia foi plástico, o material dos balões é papel de seda 20g/m². Se querem resolver o problema busquem as associações pois somente elas podem em conjunto resolver de fato, regulamentar é a solução! estranho é ver a pressão de empresas estrangeiras aqui no Brasil enquanto que na Europa, Asia e outros continente também existe a prática cultura de soltar balão.

    • Final
      10 meses ago

      Responda….soltar balão é legal? (legal refere-se a lei, ok?)

    • Flávio Cavalcante
      10 meses ago

      Não podem proibir o que é tradição, balão nunca vai acabar, não seria mais fácil uma reunião pra ter festivais aonde não é rota de avião, seria bom para os dois lados, no Brasil de democracia todos opinam, mais estamos em uma ditadura disfarçada, a globo manda nesse país, agora botijão de gás em balão? Isso não , inventa outra ,fala que leva misseis para facções no rio,talvez isso seja mais interessante é os alienados como você proíba mais rápido, tente se informar sobre balões em todo mundo, no Taiwan comercial de empresa aérea e aeromoças soltando balões, o dia que um avião bater em um balão a galinha cria dente, VC tenta passar com carro em cima de uma bola de gás, nunca vai conseguir, pq o deslocamento de ar aerodinâmico e maior, enventa outra o povo depois da internet aprendeu um pouco, se fosse em 98 essa lei não tinha sido aprovada, fere a constitucionalidade de 88 .

  56. Beto Arcaro
    10 meses ago

    Ontem, na subida de Paraty, tinha um com os seguintes dizeres na “Cangalha”:
    “FORÇA PT”!

    • Raul
      10 meses ago

      Porque certas pessoas tem diferença de opinião política, você acha errado blá blá, outra coisa botijão não sobe em balão, Só se for no balão da aeronáutica. Sem mais.

Deixe uma resposta