A nota do “Projeto Aviador” e alguns esclarecimentos

By: Author Raul MarinhoPosted on
217Views2

O portal do Projeto Aviador publicou hoje uma nota pública em que se lê que “desde 2015, há relacionamento entre o Sindicato Nacional dos Aeronautas [SNA] e o Projeto Aviador. Atualmente o SNA e o Projeto Aviador continuam mantendo tal relacionamento para que se possa, em breve, tornar público os nossos posicionamentos”. Sobre este trecho acima reproduzido, reafirmo o texto publicado como atualização a este post:

Em 09/03/2015 (pouco mais de um ano atrás, portanto), publiquei uma nota neste blog sobre o Projeto Aviador, criado para “mobilizar a comunidade aeronáutica para amadurecer uma proposta de Lei para o exercício profissional do Aviador”, de acordo com texto de seu respectivo site criado à época. Alguns meses mais tarde, no final de setembro do mesmo ano, encontrei-me com seu idealizador, Cmte. Gustavo Carolino, quando estive em Brasília para apresentar duas palestras sobre empregabilidade de pilotos, oportunidade em que ele me explicou pessoalmente suas intenções. Naquela oportunidade, ofereci ao Cmte. Carolino a possibilidade de apresentar seu Projeto à diretoria do SNA-Sindicato Nacional dos Aeronautas, fato que não aconteceu até a presente data. E então chegamos à noite do dia 31/03 passado, quando fui informado sobre o protocolo do Projeto de Lei N°4873/2016 pelo Dep. Caio Nárcio (PSDB/MG) no dia anterior – objeto desta nota publicada na manhã seguinte. Disse, nesta mesma oportunidade, que o próprio Cmte. Gustavo Carolino iria “enviar um texto explicando melhor o Projeto para os leitores do blog”, o que também não ocorreu até o presente momento.

Especificamente quanto à última informação acima, considero que a publicação da “nota pública” do Projeto Aviador já permite que eu publique meus comentários pessoais sobre o Projeto de Lei apresentado na Câmara dos Deputados – o que em breve o farei. Já quanto ao “posicionamento público” do SNA, esclareço que cabe à diretoria do Sindicato fazê-lo quando julgar conveniente. Até o presente momento, entretanto, a referida apresentação do Projeto Aviador aos diretores do SNA ainda não ocorreu.

2 comments

  1. André Dias
    12 meses ago

    Caro Raul, eu duvido muito que tal apresentação do PL venha a ocorrer aos diretores do SNA pois pelo que se pode ver nos fatos, a opinião do SNA, das demais entidades, e dos próprios aeronautas em si não parece contar muito para os idealizadores do projeto. Percebe-se isso pela maneira sorrateira com que o projeto de lei foi apresentado na câmara, literalmente por detrás das cortinas do cenário.

    Eu tenho quase certeza que nós estamos diante de uma imposição legislativa digna dos tempos do coronelismo, pois as manobras adotadas pelos representantes do “Projeto Aviador” buscam contornar toda a classe, passando a decisão diretamente para um cartel de deputados que entendem tanto de aviação quanto um padeiro entende de marcenaria, cartel este que vai votar a baseado na idéia do “O que EU ganho com isso?”. Isso me leva a perceber inclusive o motivo da inclusão de uma penca de novas autarquias e cabides de emprego no texto oficial do PL (texto que inclusive tem mais de 60% do conteúdo direcionado a detalhar esse assunto).

    Diante deste cenário, eu receio que todos nós aeronautas, com a devida coordenação do SNA, tenhamos que vir a tomar alguma atitude mais ofensiva ante à aprovação dessa PL, mesmo que fosse um projeto que fosse trazer resultados ótimos e indolores para o mercado aéreo brasileiro (o que claramente não é o caso), apenas a apresentação na câmara sem a concordância geral da classe já deveria ser considerado uma conduta inaceitável dos responsáveis. Nós não podemos ver calados e quietos alguns agirem enfiando uma nova regulamentação desagradável abaixo em nossas gargantas.

    • Anderson
      12 meses ago

      Parabéns pelo seu comentário André! Claro e objetivo!

Deixe uma resposta