“Desesperadas”??? Calma lá, as companhias aéreas chinesas não vão te contratar se você não tiver a qualificação que elas querem!

“Desesperadas”??? Calma lá, as companhias aéreas chinesas não vão te contratar se você não tiver a qualificação que elas querem!

By: Author Raul MarinhoPosted on
361Views4

Esses dias, a imprensa/blogosfera brasileira veiculou reportagens/posts repercutindo uma matéria da Bloomberg mais ou menos como esta, que saiu no UOL/Economia: “Desesperadas, aéreas chinesas buscam pilotos estrangeiros“. Sobre isto, três coisas:

  1. Sim, é verdade: as companhias aéreas chinesas realmente estão crescendo em ritmo muito acelerado e, de fato, estão muito ávidas para contratar pilotos; mas
  2. Não, isso não significa que elas estão “desesperadas” para contratar pilotos – pelo menos, não a ponto de abrirem vagas para quem não tem experiência na linha aérea ou quem não atinja um elevado grau de padronização e proficiência operacionais; e
  3. Bem… Pode existir quem consiga obter uma remuneração de US$300mil/ano líquidos como comandante em uma linha aérea chinesa. Pode. Mas eu não seria tão otimista, isto é o famoso “ponto fora da curva”.

Fora isso, eu recomendo este artigo que publiquei na Avião Revue de junho/2016: “Caçada ao emprego no exterior”. Modéstia às favas, acho que ele tem muito mais informação interessante do que a matéria da Bloomberg

4 comments

  1. Marcus da Silva
    10 meses ago

    Leiam “Flying Upside Down” (google/free/pdf). Relatos hilários sobre trabalhar em companhia aérea chinesa.

  2. Douglas
    10 meses ago

    Assim como no BR, tem que ter “peixada” também. Além de ser qualificado, óbviamente.

  3. A. Sousa
    10 meses ago

    Ola Bom dia Raul, para o mercado chinês? Aguma demanda de pilotos de Helicoptero? Abraço e obrigado.

    • Raul Marinho
      10 meses ago

      Desconheço, Sousa. Vou investigar, e se souber de alguma coisa publico no blog. Mas o fato é que, devido á depressão nos preços do petróleo, com consequente baixa na demanda por voos na operação offshore globalmente, o mercado de trabalho na asa rotativa não está num bom momento em lugar algum.

Deixe uma resposta