“Desesperadas”??? Calma lá, as companhias aéreas chinesas não vão te contratar se você não tiver a qualificação que elas querem!

“Desesperadas”??? Calma lá, as companhias aéreas chinesas não vão te contratar se você não tiver a qualificação que elas querem!

By: Author Raul MarinhoPosted on
243Views4

Esses dias, a imprensa/blogosfera brasileira veiculou reportagens/posts repercutindo uma matéria da Bloomberg mais ou menos como esta, que saiu no UOL/Economia: “Desesperadas, aéreas chinesas buscam pilotos estrangeiros“. Sobre isto, três coisas:

  1. Sim, é verdade: as companhias aéreas chinesas realmente estão crescendo em ritmo muito acelerado e, de fato, estão muito ávidas para contratar pilotos; mas
  2. Não, isso não significa que elas estão “desesperadas” para contratar pilotos – pelo menos, não a ponto de abrirem vagas para quem não tem experiência na linha aérea ou quem não atinja um elevado grau de padronização e proficiência operacionais; e
  3. Bem… Pode existir quem consiga obter uma remuneração de US$300mil/ano líquidos como comandante em uma linha aérea chinesa. Pode. Mas eu não seria tão otimista, isto é o famoso “ponto fora da curva”.

Fora isso, eu recomendo este artigo que publiquei na Avião Revue de junho/2016: “Caçada ao emprego no exterior”. Modéstia às favas, acho que ele tem muito mais informação interessante do que a matéria da Bloomberg

4 comments

  1. Marcus da Silva
    6 meses ago

    Leiam “Flying Upside Down” (google/free/pdf). Relatos hilários sobre trabalhar em companhia aérea chinesa.

  2. Douglas
    6 meses ago

    Assim como no BR, tem que ter “peixada” também. Além de ser qualificado, óbviamente.

  3. A. Sousa
    6 meses ago

    Ola Bom dia Raul, para o mercado chinês? Aguma demanda de pilotos de Helicoptero? Abraço e obrigado.

    • Raul Marinho
      6 meses ago

      Desconheço, Sousa. Vou investigar, e se souber de alguma coisa publico no blog. Mas o fato é que, devido á depressão nos preços do petróleo, com consequente baixa na demanda por voos na operação offshore globalmente, o mercado de trabalho na asa rotativa não está num bom momento em lugar algum.

Deixe uma resposta