Os “11 acidentes” da aviação brasileira em 2017: não é bem assim.

Os “11 acidentes” da aviação brasileira em 2017: não é bem assim.

By: Author Raul MarinhoPosted on
298Views1

airway

Está gerando certa comoção nas redes sociais esta matéria do site Airway/UOL (vide acima) dizendo que o ano começa com 11 acidentes na aviação brasileira – mais três incidentes: dois birdstrikes e o projétil que foi encontrado no slat do B767 da Latam. A questão é que, destas 11 ocorrências, temos um helicóptero R-44 “clonado” e outro fazendo voo panorâmico clandestino, um Ipanema com cocaína e outro sem documentação (nem da aeronave nem do piloto), e um RV-10 que decolou de pista não homologada – ou seja: foram cinco situações de violação. Dos seis acidentes efetivos, foram dois com aeronaves agrícolas, um com um avião experimental, e dois com aviões certificados: o King Air em que estava o ministro Teori e um Cessna 172 em Tangará da Serra-MT. Ainda assim é muito, claro! Mas quem vê a imagem acima tem a impressão de que a aviação geral é uma atividade extremamente arriscada. E não é bem assim.

One comment

  1. A.M.Filho
    10 meses ago

    Já que está na moda, a tradicional Fake News.

Deixe uma resposta