O futuro da aviação agrícola passará por aeronaves autônomas?

O futuro da aviação agrícola passará por aeronaves autônomas?

By: Author Raul MarinhoPosted on
189Views2

Cerca de 2 anos atrás, publiquei aqui um post falando sobre o drone agrícola da Yamaha japonesa – um equipamento similar a um pequeno helicóptero. Agora, surge uma outra engenhoca de asa fixa – na verdade, uma start up alemã chamada Aerodrone – descrita nesta matéria da UAS Magazine e reproduzida no Portal Sindag. É bem maior e mais produtiva que a japonesa, como se pode ver.

Será que o futuro da aviação agrícola passará por aeronaves autônomas? Vamos ver… Em breve, um novo colunista do ParaSerPiloto irá comentar essa questão das aeronaves autônomas de maneira muito mais ampla aqui no blog. Aguardem!

2 comments

  1. André Neves
    6 meses ago

    Se não deixar de lado esse egoísmo e idiotice de apoiar um neoliberalismo nefasto ao país e a humanidade o futuro de nós seres humanos será o de obsevar máquinas e pouquíssimos donos das máquinas dominarem toda a sociedade enquanto a grande maioria das pessoas mendigará uma vaga de semi escravo dos donos do mundo.

    • Márcio S.
      2 meses ago

      Incrível! Estamos em pleno século 21 e ainda temos luditas!
      Não adianta lutar contra: o que impera no mercado de trabalho, assim como em qualquer mercado, é a Lei da Oferta e Demanda. Se você tem uma extrema habilidade para algo que o mercado não tem qualquer interesse, não adianta protestar, pois ninguém é obrigado a contratar os seus serviços! Crie a necessidade de seus serviços na sociedade, ou vá procurar interessados em outros locais ou, melhor, especialize-se em algo que a sociedade acha útil. É assim, sempre foi assim e continuará sendo assim enquanto forem garantidas as liberdades individuais em uma sociedade em que prevalece o direito à iniciativa privada e um mercado de livre concorrência.
      Enfim… não sei porque estou perdendo meu tempo explicando algo tão básico de Economia a alguém nitidamente de extrema esquerda.

Deixe uma resposta