Esta página é destinada à postagem de perguntas sobre os temas do blog, e às respectivas respostas oferecidas pelo autor.

1.875 comments

  1. Roberto Rodrigues Frota
    7 meses ago

    Ola Raul gosto da aviação sou professor de pedagogia meio periodo estou relativamente tranquilo na profissao pois sou concursado,acabei de tirar o ppa e gostaria de tirar o pc vfr inva pra voar no periodo da tarde e finais de semana minha pergunta é;os aeroclubes contratam com facilidade instutores so com vfr mono,ou eles preferem que os instrutore s tenha mlte e ifr,pois nao pretendo seguir carreira comercial em linhas aereas,so queria ser instrutor de aeroclube e nada mais

  2. Rafael
    9 meses ago

    Raul, muito bom dia

    Realizei meu curso no aeroclube de Itapolis, e enviei meu pedido de habilitação para a ANAC dia 05/junho, que ainda está para analisar a processo.
    Entretanto, devido à materia do Fantastico sobre o aeroclube, fui verificar no site da Anac se as atividades da escola ainda estavam válidas. Como esperado, não achei nada. Liguei na Anac para maiores informações, e para minha surpresa eles disseram que não tinham como dar maiores informações sobre isso.
    Não quero entrar no mérito da reportagem, mas saberia dizer como ficam os processos que foram submetidos para a Anac? Obrigado!

    • Raul Marinho
      9 meses ago

      Pelo que vi da reportagem, não está em questão a certificação do ACI como instituição de ensino aeronáutico. Portanto, não vejo risco para o aluno lá formado, especialmente no seu caso que checou antes de qualquer autuação por parte da ANAC (se é que haverá alguma).

      CORREÇÃO: revi o vídeo da matéria, e só agora percebi que se diz que o aeroclube estaria suspenso. Não encontrei no site da ANAC a informação sobre quando teria ocorrido tal suspensão. A Agência deve publicar uma nota informando sobre a situação dos alunos do aeroclube, vamos aguardar.

  3. Ítalo de Souza
    10 meses ago

    Olá Raul tenho uma dúvida;

    No RBAC 61, diz:

    61.223 Concessão de habilitação de voo por instrumentos:

    (5) instrução de voo: ter recebido de instrutor de voo devidamente habilitado e qualificado, no
    mínimo, 15 (quinze) horas de instrução de voo em duplo comando em aeronave da categoria para qual é requerida a habilitação de voo por instrumento. A instrução de voo deve incluir, no mínimo,
    os seguintes aspectos.

    O que a ANAC quer dizer com ´´aeronave da categoria para qual é requerida a habilitação de voo por instrumento?

    • Raul Marinho
      10 meses ago

      Categoria de aeronave = avião, helicóptero, planador, dirigível, etc.

      • Ítalo de Souza
        10 meses ago

        Entendido, obrigado Raul.

  4. Rafael
    11 meses ago

    Raul, bom dia,

    Acompanho o seu forum (pelo qual o parabenizo desde já) a algum tempo. Me surgiu uma dúvida com relação ao RBAC 61.253 (a) (4) (i), com relação à habilitação para rebocar planadores:

    61.253 Concessão de habilitação de piloto rebocador de planador

    (a)
    (4) experiência:
    (i) 100 (cem) horas de voo como piloto em comando;

    Essas cem horas em comando seriam 100horas como PIC em aeronaves MNTE (considerando o reboque em MNTE), ou poderiam ser 100horas considerando também as horas PIC que se tem em PLANADOR?

    Não sei se há algum entendimento da ANAC com relação à isso, ou se vai depender da interpretação da pessoa na hora de submeter o processo.

    O que você acha? Muito obrigado!

    • Raul Marinho
      11 meses ago

      No meu entendimento, são horas PIC quaisquer.

  5. Torezani
    12 meses ago

    Olá Raul boa tarde. Com relação aos requisitos digestivos do RBAC 67. Eu tenho refluxo gástro-esofágico (Esofagite não erosiva). Tem 2 anos que tirei o CMA 2º classe e não me pediram nenhuma endoscopia digestiva para constatação da patologia. Hoje estava lendo os requisitos para 1º classe e deparei com essa dúvida. Eu ficaria reprovado por possuir refluxo gástrico?

    • Raul Marinho
      12 meses ago

      Vc já conferiu no texto do RBAC-67?

      • Torezani
        12 meses ago

        67.83 Requisitos digestivos
        (a) O candidato não pode ter diagnóstico clínico de:
        (1) deficiências anátomo-funcionais significativas do trato gastrointestinal ou seus anexos;
        (2) hérnias que possam dar lugar a sintomas que, a critério do examinador ou da ANAC, possam
        afetar a segurança de voo;

        Não entendi se o refluxo-gastroesofágico faz parte desses requisitos. Na época em que fiz (3 anos atras) não pediam endoscopia digestiva como exame para levar ao cemal. Hoje pede?

        • Raul Marinho
          12 meses ago

          Pede se achar que precisa. Vai depender do que vc disser no dia do exame.

  6. Sthelt
    1 ano ago

    Ola, eu tenho duas aeronaves particulares e possuo a carteira de INVA, eu posso dar instrução e lançar horas como INVA nas aeronaves, sendo elas privadas?

    Obrigado.

    • Raul Marinho
      1 ano ago

      Poder, pode. Mas o aluno de curso de PP precisa fazer 100% de seu treinamento em aeronave PRI do respectivo aeroclube/escola. E para dar instrução IFR no PC, vc precisa de 50h PIC IFR real – lembrando que, para o PC, são 100h PIC VFR que não precisam de INVA, no caso de treinamento fora de curso certificado pela ANAC. Então, sobra muito pouca coisa para vc fazer como INVA em uma aeronave TPP, no fim das contas.

    • Sthelt
      1 ano ago

      Mas posso voar com alguem que tenha carteira para fazer horas de voo e lancar para a pessoa PIC e para mim INVA em uma aeronave privada? E quanto a questao de tirar restricao de experiencia recente e noturna?

  7. Adanis Gualberto
    1 ano ago

    Olá, Raul.
    Tenho 24 anos e estou querendo me tornar piloto comercial, mas ao receber a notícia da carta da Azul oferecendo licença não remunerada aos funcionários, fiquei receoso quanto ao atual e futuro status da profissão.
    Piloto comercial é uma carreira estável financeiramente falando? Ou terei problemas para achar uma vaga de emprego?
    Obrigado pela atenção.

    • Raul Marinho
      1 ano ago

      Depende muito, meu caro… Hoje, por exemplo, o mercado de trabalho para pilotos está muito ruim.

  8. Torezani
    1 ano ago

    Olá Raul boa tarde. A cirurgia de correção de miopia e contra indicada nos exames de 1 e 2 classe? Possuo -4.75 olho direito e 4.25 olho esquerdo. Com esse grau sou reprovado nos exames?

    • Raul Marinho
      1 ano ago

      Se a cirurgia tiver sucesso, não tem nenhum problema. Na verdade, se vc tiver uma boa visão (mais de 80% para 2a classe ou 90% para 1a) com ou sem óculos, lentes ou cirurgia, está tudo certo.

      • Torezani
        1 ano ago

        Obrigado Raul

  9. Moizes Dantas
    1 ano ago

    Ola Raul, tenho 20 anos e estou fazendo curso de Piloto Privado no Brasil, e pretendo ir mais além fazendo os cursos necesario para trabalhar em uma grande empresa aerea. Depois de me profissionalizar no Brasil pretendo validar tudo na Inglaterra pois tenho nacionalidade Britannica.
    Você sabe me informar se é possivel? Se possivel me passar um site com mais informaçoes sobre o assunto, pois eu nao encontro.
    Obrigado Raul tenha um otimo dia

    • Raul Marinho
      1 ano ago

      Possível, é. Mas não tenho informações sobre sites da autoridade britânica de aviação.

  10. Guilherme B. Martins
    1 ano ago

    Olá Raul, tenho 17 anos e irei cursar Ciências Aeronáutica ano que vem. Tenho algumas perguntas:

    1- Possuo uma deformação no tórax chamada Pectus Excavatum, mas não possuo insuficiência cardíaca nem respiratória. Terei algum problema no CMA ?

    2- Moro em uma cidade do interior, e vi que há possibilidade de fazer o curso de CA a distância (Homologado pela ANAC desde o ano de 2011). Terei algum problema futuramente para conseguir “emprego” ?

    3- Antes prosseguir em carreira de PLA, gostaria de adquirir algumas horas (e dinheiro) como Piloto Agrícola. Qual caminho devo seguir ?

    • Raul Marinho
      1 ano ago

      1- Possuo uma deformação no tórax chamada Pectus Excavatum, mas não possuo insuficiência cardíaca nem respiratória. Terei algum problema no CMA ?
      R: Em princípio, não.

      2- Moro em uma cidade do interior, e vi que há possibilidade de fazer o curso de CA a distância (Homologado pela ANAC desde o ano de 2011). Terei algum problema futuramente para conseguir “emprego” ?
      R: Também não, a priori. Mas tudo vai depender da visão do recrutador…

      3- Antes prosseguir em carreira de PLA, gostaria de adquirir algumas horas (e dinheiro) como Piloto Agrícola. Qual caminho devo seguir ?
      R: Ao contrário do que vc deve estar pensando, a aviação agrícola não é uma boa alternativa para “fazer horas” para a linha aérea. Trata-se de uma formação cara e que requer um mínimo de 400h para ser habilitado. É uma boa carreira, mas se for só para adquirir experiência, não é uma boa opção.

  11. Paulo Mark
    1 ano ago

    Boa noite,

    Sr Raul Marinho, realizei o voo de cheque para PPA semana retrasada e só me falta enviar a documentação para a ANAC, mas fiquei com duvida em relação aos meus voos noturnos. Eu tenho um total de 3.1 horas, sendo que foram realizadas em Maio e Agosto deste ano, será que ela irá encrencar com isso e solicitará experiência recente noturno totalizando 3 horas?
    Se sim, basta eu completar novamente estas 3 horas? Ou terei que fazer o voo de cheque novamente?

    Obrigado

    • Raul Marinho
      1 ano ago

      Não vejo motivo para indeferirem o seu processo: não existe a necessidade de estar com a experiência recente noturna em dia para poder checar o PP.

  12. Lucas
    1 ano ago

    Olá, gostaria de saber sua opinião sobre voos comercias sem pilotos. Pode haver uma extinção da profissão no futuro?
    Estou me formando para ser piloto na comercial e tenho esse pequeno “medo”.
    Obrigado.

    • Raul Marinho
      1 ano ago

      No longo prazo, acho inevitável. Só não sei quão longo é esse prazo…

  13. João
    1 ano ago

    Raul, sei que para checar o PLA é necessário ter 1500 horas voadas no avião que deseja, ex B737, para checar, e que o curso teórico pode ser feito antes das 1500 horas. O que na prática isso significa ter o PLA, isso só vale pra aviação comercial, ou executiva também? Enfim, qual o objetivo do PLA?

    • Raul Marinho
      1 ano ago

      A licença de PLA de avião serve, principalmente, para poder atuar como piloto em comando na linha aérea; ou, no caso de helicópteros, atuar como PIC na operação offshore.

      • João
        1 ano ago

        Só pra complementar então: pra virar comandante de alguma aeronave o piloto tem que ter PLA checado, mas pra virar comandante é a companhia aérea que decide quantas horas mínimas de voo ele tem que ter? Uma dúvida que veio agora, 2 comandantes podem dividir o mesmo voo, ou seja, pilotar ao mesmo tempo o mesmo avião?

        • Raul Marinho
          1 ano ago

          Só pra complementar então: pra virar comandante de alguma aeronave o piloto tem que ter PLA checado, mas pra virar comandante é a companhia aérea que decide quantas horas mínimas de voo ele tem que ter?
          =>Na verdade, vai depender da necessidade que a companhia tem de comandantes e copilas para poder fechar a escala.

          Uma dúvida que veio agora, 2 comandantes podem dividir o mesmo voo, ou seja, pilotar ao mesmo tempo o mesmo avião?
          =>Não exatamente. Dois PLAs habilitados para ser comandantes daquela aeronave podem estar voando juntos. Só que, no voo, um deles vai assumir a função de comandante e o outro de copiloto. Não dá para os dois dividirem a função de comandante.

  14. Mauricio
    1 ano ago

    Boa tarde Raul,

    Sou aluno de PPA e durante uma conversa “de hangar” ouvi um amigo já habilitado dizendo que existia uma “norma”, “regra”, “regulamentação”, não sei, que dizia que o piloto em comando só podia voar na esquerda do avião, caso fosse voar sozinho ele não poderia escolher os lados, mesmo que fosse um instrutor voando sozinho, ele teria que voar na esquerda obrigatoriamente, sendo proibido do piloto em comando da aeronave voar a direita. Porém, o mesmo não soube me informar aonde isto “estava escrito”. Você saberia dizer onde consta esta informação ?

    Abraço.

    • Raul Marinho
      1 ano ago

      Isso está no manual da aeronave.

  15. Victor torres
    2 anos ago

    É realmente necessário ter MLTE para conseguir um emprego de piloto em empresas como a TAM…gol…avianca…?Poq aq n Bahia n tem esse curso disponível

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Em todos os processos seletivos dos últimos anos, sim, é requerido MLTE ou TIPO multimotor.

  16. Rodolfo Lopes
    2 anos ago

    Prezado Raul, bom dia.

    Tenho o PLAH/IFRH, fiz o PPA e pretendo continuar a tirar o PCA/IFRA, no RBAC 61, não sei se entendi direito, gostaria de saber quantas horas totais preciso ter ou a quantidade após o cheque PPA.

    Grato da atenção já consedida.

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Embora haja reduções de requisitos de experiência para quem já possua licenças em categorias diferentes no RBAC-61, o caso é que, quando se aplicam tais reduções, perde-se a redução maior, que é a concedida para quem realiza o curso homologado. Assim, antes de responder, gostaria de saber se vc vai voar as horas do seu PCA em curso homologado ou em aeronave particular: se for o primeiro caso, os requisitos serão iguais aos dos candidatos “comuns”; já no segundo, preciso calcular as reduções sabendo quantas horas vc possui em IFRH, noturnas, em navegação e solo.
      Abs,
      Raul

      • Rodolfo Lopes
        2 anos ago

        Boa tarde, realmente o assunto é para especialista no assunto igual ao Sr. No Aeroclube eles ainda não sabem.

        Todas as minhas horas voadas em Asa Fixa foram e irão ser no Aeroclube (Aeronave PRI).
        Referente a quant. De horas, tenho IFRH 326:42 / Noturna 212:52 / Navegação 577:24 / Solo 2517:16

        Grato da atenção.
        Rodolfo

        • Raul Marinho
          2 anos ago

          Se vc vai voar tudo no aeroclube – ou seja: em curso homologado -, vc terá que cumprir integralmente o requerido pelo manual do curso de PCA. Resumindo: não haverá redução neste caso.

          Mas vamos explorar o RBAC-61 só para vc não achar que está desperdiçando uma oportunidade. Lá está escrito na seção 61.101-1-ii-C que “se for titular de uma licença de piloto comercial ou de linha aérea de helicóptero ou aeronave de sustentação por potência, o total de horas pode incluir até 100 (cem) horas de voo em helicóptero ou aeronave de sustentação por potência”. Como vc estaria fora de curso homologado, vc poderia, em princípio, checar o PCA com 100h (200h menos a redução de 100h). Só que o mesmo regulamento requer que vc tenha 100h PIC em avião (após o cheque de PPA)… Então, supondo que vc checou o PPA com 40h (hipótese mais otimista), vc já teria que voar 140h só para cumprir as horas PIC. Para convencer o analista a considerar pelo menos parte de suas horas IFRH para o IFRA e as noturnas é tarefa para super-heroi… Enfim: no final, vc acabaria tendo que voar mais de 150h para conseguir checar o PCA+IFRA, e se vc quiser incluir o MLTE, mais 12h no mínimo… Bem, eu sei que tudo isso é confuso, mas na prática é o seguinte: não vale a pena.

          • Rodolfo Lopes
            2 anos ago

            Bom dia.
            Não soube explicar, todas as Horas são Homologadas, por este motivo tive o beneficio de checar o PPA( 61.81/ (ii) (A) ) com 25 horas e continuo fazendo todas as horas homologadas.
            Abs.
            Rodolfo

            • Raul Marinho
              2 anos ago

              É muito estranho… Pois a ANAC usualmente tem exigido que se cumpra o requerido pelo manual, independente das licenças que o sujeito tenha. (Entenda bem: eu não estou afirmando que isto “é o certo”, e sim que a ANAC tem utilizado esta interpretação). Mas, ok, se eles aceitaram suas 25h para lhe conceder a LPPA, melhor para vc, então voltemos ao caso do voo fora de curso homologado:
              -Vc vai ter que voar mais 100h PIC, totalizando 125h.
              -Para o IFRA, mais 20h de voo (supondo um mínimo de 25h em FTD), total 145h.
              (Supondo que vc conseguiu “embutir” todas suas horas noturnas e MLTE nos voos acima).
              Então, no final, se tudo der muito certo, vc vai economizar 5h. Mas se vc utilizar um aeródromo sem procedimentos IFR para o treinamento, vai ter que “desperdiçar” parte das horas de voo IFR, geralmente cerca de 20%, ou seja: 4h. Então, já chegamos a 149h de voo totais… Logo, voar fora de curso homologado não vale a pena, e a possibilidade de redução de 100h não é possível de ser usufruída na prática.

              O que pode ser uma alternativa, na verdade, seria voar integralmente o curso de PCA, que tem 110h (pois parte do pressuposto que o PPA tem 40h) – que, ao final, resultará em 135h totais, já que vc só tem 25h hoje. Vc teria cumprido com a “realização completa, ininterrupta e com aproveitamento de um curso de piloto comercial de avião aprovado pela ANAC”, conforme requer o item 61.101-a-1-i, e poderia justificar o não atingimento das 150h por meio do item 61.101.a.1.ii-C. Por coerência, se te deixaram checar o PPA com 25h, eles deveriam deixar vc checar o PCA com 135h. Eu acho que vale e pena arriscar.

              (Para ser sincero, eu consegui checar o PCA com 140h voando em curso homologado, invocando o item 61.101.a.1.ii-D. Mas era a época do finado RBHA-61, e a interpretação do regulamento naquela época era bem mais flexível.)

              • Rodolfo Lopes
                2 anos ago

                As HORAS SÃO HOMOLOGADAS, chequei PPA em 2006, não só eu como varios colegas em escolas diferentes checaram com a mesma quantidade de horas e nas mesmas regras, colegas que são PCA Que checou o PPH com 25 horas, mas tudo isso como o Sr. Falou é muito complicado.
                O negocio é voar , vamos pecar pelo excesso, afinal cada voo se aprende um pouco mais.
                Obrigado a atenção prestada.

                Bom voos !!
                Abraço.

                • Raul Marinho
                  2 anos ago

                  Então está explicado porque vc checou o com 25h: foi na época do RBHA-61, que tinha uma interpretação bem mais flexível…
                  Hoje em dia, com o RBAC-61 EMD005, a GCEP (ex-GPEL) é muito mais rígida quanto ao cumprimento dos requisitos do manual de curso.
                  Por isso, há uma grande chance de eles questionarem seu cheque de PCA com 135h, mas vc tem um argumento muito bom, o de ter cumprido à risca o manual do curso de PCA. Se, quando eles te concederam a LPPA, a abordagem foi outra… Não é problema seu, não é verdade?
                  Abs,
                  Raul

                • Lucas
                  10 meses ago

                  Rodolfo, estou na mesma situação que você, tive respostas diferentes para essa questão, conseguiu alguma posição, ja finalizou o PCA??

                  • Raul Marinho
                    10 meses ago

                    De acordo com a nova regulamentação (RBAC-61 EMD006), não há dúvidas quanto a isso: tem que ser 100% em escola homologada para PP.

                    • Lucas
                      10 meses ago

                      Sim, já sou PPA, minha dúvida é em relação ao PCA!

                    • Raul Marinho
                      10 meses ago

                      A experiência de voo para obtenção da LPCA pode ser obtida fora de curso homologado, desde que atingidos os requerimentos do RBAC-61 EMD006 – 200h totais com 100h PIC, endossos, horas em DC de IFR (e MLTE, se for o caso), etc.

                    • Luis eduardo
                      8 meses ago

                      Raul,
                      sou PCH/INVH e chequei agora PPA com 25 horas, porém ninguém sabe informar com quantas horas eu checo PCA. Sabe me dizer comando?
                      Grande abraço.

                    • Raul Marinho
                      8 meses ago

                      Há, de fato, muita controvérsia sobre isso… Diria que, pelo que hoje existe publicado, é impossível responder a sua pergunta com 100% de certeza.
                      Em princípio, vc deveria realizar as 110h previstas no Manual de Curso de PCA para poder checar a licença de PCA com a redução de 200h para 150h totais – seção 61.101-a-1-i. Isso significa que, numa interpretação conservadora, vc não poderia obter esta licença com 110h+25h=135h. Já numa interpretação mais liberal, vc poderia aplicar a redução da seção 61.101-a-ii-C e abater 100h por possuir a LPCH, e checar a LPCA com 25h+(110h-100h)=35h! – o que, é evidente, dificilmente seria deferido pela GCEP/ANAC. E se vc abater essas 100h das 200h fora de curso homologado, e voar mais 75h? Aí já fica mais factível – bem mais do que abater as 100h das 150h e tentar checar a LPCA com 50h… Mas qual a interpretação/critério seria realmente usada pela ANAC?
                      Resposta: NINGUÉM SABE! Com 100% de certeza, pelo menos, não!
                      A IS 00-004A/B pacifica a questão para PPs, mas ainda não existe regulamentação similar para PCs. Portanto, a única maneira seria provocar a ANAC, perguntando qual critério seria usado num caso como o seu e aguardar a resposta…

                    • luis eduardo
                      8 meses ago

                      Raul muito obrigado pela resposta tão rápido.
                      Porém estou fazendo o curso em escola(homologado), então pelo que eu entendi que você escreveu eu eliminaria 100horas por ja ser PCH e checaria PCA apenas com 50 horas no total ( 25 do pp + 25 pc , seria isso então comando? E outra duvida, como faço para questionar isso junto a anac? teria algum e-mail especifico? Muito obrigado comando. abraço

                    • Raul Marinho
                      8 meses ago

                      Não é isso, não!
                      Eu disse que há várias possibilidades interpretativas e que só fazendo uma consulta à GCEP/ANAC – processos.pel@anac.gov.br – é que vc terá 100% de certeza.

                    • Lucas
                      4 meses ago

                      Conseguiu alguma posição Luis Eduardo???

  17. Eduardo Passa
    2 anos ago

    Olá Raul, tenho uma rápida duvida! Posso checar o INVA com a provisória do PC válida?

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Pode.

      • Eduardo Passa
        2 anos ago

        Ou seja, mesmo com meu processo de PC aguardando análise, posso realizar o check de INVA então? desde que a provisória esteja válida?

        • Raul Marinho
          2 anos ago

          Essa questão das licenças e habilitações provisórias é muito complicada, não há uma regulamentação clara, e o que estou afirmando é com base em minha experiência em situações similares (nada impede que vc encontre um analista que pense diferente), mas eu entendo que não faz diferença sua licença ou habilitação ser provisória ou definitiva: vc está habilitado e ponto. Depois, se seu processo de PC for indeferido, aí sim a sua habilitação de INVA poderia ser cassada, mas em princípio vc poderia ter checado o INVA, sim, sem problema algum.

  18. Norival
    2 anos ago

    Boa noite, Raul! Gostaria de saber quais as limitações para uma pessoa com 48 anos aprender a pilotar helicópteros! Já fiz 10 hs de avião ✈ quando comecei a fazer PP, depois abandonei pra fazer direito! Sempre gostei da aviação! Completando: Como o rx panorâmica oral pode te reprovar no exame de capacitação física?
    Obrigado!

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Pela idade, nenhuma limitação. Aliás, eu tenho 47 e nunca tive nenhum problema para obter ou revalidar meus exames médicos.
      Problemas odontológicos reprovam, sim. Baixe o RBAC-67 (tem no blogroll) e confira os requisitos odontológicos que lá constam.

  19. bom dia Senor Marinho,me chamo Gabriel Lombardo, sou garoto de 17 anos ,italo brasileiros ,que mora na Italia em Roma e que queria fazer o curso para ser piloto no Brasil, eu tentei de comprar e-book mas nao consegui,causa nao tenho CPF,pra cadastrar-me,queria informaçoes sobre as duratas ,custos e lugares aonde tem esses cursos, considerando que em fico em Londrina e Curitiba ,quando venho no Brasil , quasi uma vez cada ano .obrigado
    Gabriel

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Na verdade, isso que vc quer (“custos e lugares”) nem tem no e-book, vc acha essas informações no pilotocomercial.com.br. Já se vc tiver interesse em adquirir o e-book sem CPF, entre em contato com a editora perse@perse.com.br, que eles lhe orientarão.

  20. Luciano Weber
    2 anos ago

    Olá Raul, você sabe me dizer mais ou menos quanto eu gastaria nos dias de hoje para tirar o brevê de PP e PC?
    Com as horas minimas de voo, sem cursos opcionais?
    Mas também seria bom eu saber o valor com os cursos opcionais!
    Se souber me ajuda!

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Está no meu e-book.

  21. Luciano Weber
    2 anos ago

    Raul vamos supor que eu me saia muito bem nas provas teóricas e práticas de voo e tenho um inglês bem bom, mas porém não tenho um histórico escolar muito bom, isso irá me atrapalhar muito?

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Não.

  22. Luciano Weber
    2 anos ago

    Olá Raul, estou bem por fora mesmo de como começar na Aviação Civil. Tenho muito interesse mas não sei por onde começar!
    Após acabar o ensino médio qual o primeiro lugar que devo procurar?
    Sabendo isso já seria bem mais fácil!
    Me ajuda!

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Comece lendo o meu e-book.

  23. Luciano Weber
    2 anos ago

    Raul, eu gostaria de saber se para ser piloto é necessário ter muito conhecimento em matemática, física, geográfica, etc. Ou aprendemos o essencial nas aulas?

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      De conhecimento prévio, nada que um bom Ensino Médio não ofereça. Mas é preciso ter agilidade mental, especialmente para fazer regras de três e porcentagens de cabeça com rapidez.

      • Luciano Weber
        2 anos ago

        Obrigado Raul, eu tenho mais uma dúvida!
        Eu não conseguiria ter todo o dinheiro nas minhas mãos, iria faltar bastante, você acha que valeria a pena fazer um financiamento?
        E tipo…eu não me importaria muito se o retorno fosse demorado!
        O prazer de voar já paga! :D
        Obrigado mais uma vez!

        • Raul Marinho
          2 anos ago

          Eu não recomendo.

  24. Eduardo Passa
    2 anos ago

    Olá Raul, tudo bem? Minha dúvida é a seguinte:
    Posso fazer a banca de INVA com meu processo de PC em análise, ou, com a provisória apenas?

  25. Jim
    2 anos ago

    Ola Raul, eu acabo de completar os exames da parte teórica do PPA. Agora estou buscando um aeroclube ou um escola para começar com as horas de voo. Os critérios mais importantes para mim são:
    1) aeroclube / escola não ficar mais longe do que 1,5h de São Paulo,
    2) oferecer preços competitivos,
    3) ter suficiente disponibilidade de aeronaves no final de semana (trabalho durante a semana) para não ficar muito tempo sem poder voar.

    Fiz uma pequena busca e as opções principais seriam:
    – EJ, Jundiai
    – Aeroclub Jundiai, Jundiai
    – Aeroclub de Sao Paulo, Campo de Marte
    – Aeroclub Sorocaba, Sorocaba
    – GoAir, Sorocaba e Campo de Marte
    – Aeroclub Campinas, Campinas

    Minhas perguntas pra voce:
    1) Voce tem alguma recomendação de um club / escola para mim?
    2) Voce acha melhor em minha situação um aeroclub ou uma escola? Quais são as vantagens / desvantagens?
    3) Ouvi falar que em Campo de Marte passa muito tempo no solo esperando autorização para decolar (a causa do trafego na região). Seria melhor então começar em outro lugar para aproveitar mais as horas de voo?

    Muito obrigado por sua resposta Raul!

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Eu acho que vc não está levando em conta os dois principais fatores:
      A)Segurança: Como é feita a manutenção das aeronaves do aeroclube/escola? Há histórico de acidentes recentes? Por que eles ocorreram?
      B)Qualidade da instrução: Há uma padronização formal do treinamento? Como ele é? O aeroclube/escola permite que o aluno sole de verdade o avião? São treinadas manobras como estol e parafuso?
      E eu incluiria a Sierra Bravo de Americana na sua pesquisa também.

      Mas respondendo às suas perguntas:
      1) Voce tem alguma recomendação de um club / escola para mim?
      =>Não, vc que vai ter que ir atrás. Mas leve em conta o indicado acima, especialmente o voo solo.

      2) Voce acha melhor em minha situação um aeroclub ou uma escola? Quais são as vantagens / desvantagens?
      =>Na prática, os dois tem que cumprir o manual de Curso da ANAC, então não há muita diferença só pelo fato de ser aeroclube ou escola. Via de regra, as escolas são mais organizadas administrativamente e os aeroclubes tendem a ter preços mais em conta – mas isso é só uma tendência, na prática as coisas podem ser bem diferentes.

      3) Ouvi falar que em Campo de Marte passa muito tempo no solo esperando autorização para decolar (a causa do trafego na região). Seria melhor então começar em outro lugar para aproveitar mais as horas de voo?
      =>Vc vai checar o PP com umas 10 horas a mais voando em SBMT, realmente. Mas, em compensação, vai ficar muito mais proficiente em fonia e em operação em locais muito movimentados. E, no final, vc compensa no PC, não muda nada. Eu fiz o meu PP em SBMT e não me arrependo.

      • Jim
        2 anos ago

        Muito obrigado por sua resposta completa e rápida Raul! Aprecio muito e vou tomar suas palavras em consideração.

  26. Marcelo
    2 anos ago

    Bom dia Raul, fiquei como sócio de aeroclube durante 3 anos, agora que quero sair do aeroclube(me desvincular), o presidente me disse que o problema será quando eu voltar, exemplo se eu voltar para o aeroclube daí 3 anos a mensalidade irá acumular e terei que pagar tudo se não não posso voar neste aeroclube mais, como eu devo prosseguir para não gerar problemas futuros, oficializar alguma carta de desvinculação ?

    Grato,

    Marcelo

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Teria que ver o estatuto do aeroclube, mas deve haver a possibilidade de vc sair do quadro de associados e depois, se quiser voltar, fazê-lo sem ônus.

  27. Joao
    2 anos ago

    Raul…Bom dia. Ultimamente fiquei sabendo que para fazer a banca de piloto privado de avião é necessário que o candidato tenha concluido o curso de piloto privado em um aeroclube homologado…Qual é a validade do curso para fazer a prova? me formei no aeroclube do espirito santo em 2012 como piloto privado (só o curso teórico). Ai fiz a banca uma vez só que ela venceu…To querendo fazer ela novamente…

  28. Rafaela Belot
    2 anos ago

    Raul, eu tenho 23 anos me chamo Rafaela, e gostaria de ser comissária de bordo, porém estou com alguns medos, o primeiro é sobre minha arcada dentária, tenho problemas de periodontite meu caso é hereditário, e também preciso por aparelho e concertar a mandíbula, mesmo assim eu ainda posso me candidatar a vaga, e se um dia eu precisar colocar dentes de porcelana igual minha mãe precisou, eu ainda poderei atuar na área de comissária de bordo, pois não queria que isso fosse um empecilho e tenho inglês avançado e espanhol também.

    Obrigada pela atenção

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Leia os requisitos odontológicos para CMA de 2a. classe do RBAC-67 (tem no blogroll).

  29. Vinicius Barbosa
    2 anos ago

    Olá quero entrar na AFA, olhando no edital acho que reprovo em uma coisa, quando tinha oito anos me machuquei, coloquei um pino de 3 cm no fêmur, e acho que por causa disso tenho a perna de 1 a 2 cm menor que a outra, o médico disse que se por exemplo se eu fosse um corredor olímpico não teria problema algum, se eu for reprovado por causa disso tem como eu recorrer a algo? Tenhochance de passar?

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Caro Vinicius, este blog é voltado à aviação civil, portanto não tem as informações de que vc precisa.
      Abs,

  30. Willian Cessar
    2 anos ago

    Olá, gostaria de saber se é possível convalidar as CHT’s de pilotos formados no Brasil lá na Austrália?

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Sugiro entrar em contato com a autoridade aeronáutica australiana.

  31. Eric Canto
    2 anos ago

    Boa Raul!

    Estou voando as horas do treinamento de INVA e tenho dúvida sobre como lançar as horas dos voos SOLO no diário e na CIV (digital e papel).

    No diário os instrutores estão lançando comando para eles… Nas minha CIV não lancei ainda pois tenho essa questão para sanar.

    Lendo manual de INVA e levando em consideração o próprio manual do curso da escol… esses voo solo são previstos e portando não vejo como não ser em comando.

    Vi em fóruns que essa é uma questão há muito debatida e li todo tipo de opinião e gente fazendo de várias maneiras diferentes.

    Qual é a correta ou a que o Sr considera correta?

    Grato.

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Veja o que diz o Manual do Curso de INVA da ANAC.

  32. Rodolfo
    2 anos ago

    Ola!
    Procurei em muitos sites e falei com algumas pessoas mas ninguém soube me responder.
    Estou fazendo o PC no momento e não tenho formação superior, porém as Cias Aéreas contratam Co-Pilotos com formação superior “por menos horas” do que os sem formação, que pelo que eu sei, dependendo da Cia. chega a precisar do dobro de horas se vc não tiver uma formação superior.
    Por esse motivo (e outros tbm) estou querendo fazer um curso superior, mas não tenho tempo, e o que me resta é o EAD (Ensino a Distância), aquele que não tem o dever de comparecer nas aulas presencias (tenho certeza que vc sabe do que estou falando rsrs). A minha pergunta é: os cursos EAD contam, na legislação Brasileira, como curso superior, igualmente aos presenciais, porém você sabe se vale na hora da contratação? Fazendo um curso a distância terei este “abatimento” de horas?

    • Rodolfo
      2 anos ago

      E esqueci de perguntar também: Caso o curso seja Tecnólogo a Distância (aqueles de 2 anos), ainda assim “abateria” as horas? Pois cursos tecnólogos são vistos como curso superiores também, até onde eu sei.

      Obrigado!

      • raulmarinho
        2 anos ago

        Vou escrever um post sobre isso. Tem muita gente perguntando a mesma coisa.

  33. Bruno
    2 anos ago

    Ola, eu estou tirando meu ppl no Canadá , aqui eu posso fazer o teste de voo antes da prova “escrita” , eu já fiz e passei .
    Mas estou com muita dificuldade de aprender o teórico em inglês
    Gostaria de saber se posso voltar pro Brasil e só fazer o teórico lá
    Validando meu teste prático e minhas horas de voo

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Negativo, não dá para fazer prova no Brasil e convalidá-las em outro país.

  34. Eduardo Passa
    2 anos ago

    Olá Raul, gostaria de ressucitar um assunto que foi bem comentadohá alguns meses: a lei das 200h PIC para a habilitação de INVA/H. Gostaria de saber se tem noticias sobre se realmente vai entrar em vigor em setembro deste ano, ou se tem chances de ser prorrogada novamente, ou extinta.
    Abraço.

    • raulmarinho
      2 anos ago

      A notícia que eu tenho é que a ANAC não tem condições hoje de efetuar qualquer modificação de maior porte em seus regulamentos, o que significa que se um novo diretor não for indicado logo, essa regra entrará em vigor por “inércia”.

  35. Giorgio Bergamini
    2 anos ago

    Olá Raul, tenho uma duvida quanto a quais Gru`s pagar para um cheque inicial de PLA, meu multi esta vencido, mas continuo com meu ifr valido, vou rechecar o multi e na sequencia pedir meu cheque inicial de PLA, mas tem escola que pede o pagamento das gru s 97 102 e 2x a 108, gostaria de saber se procede o pagamento dessas taxas. Mais precisamente as duas de 108.
    E uma ultima duvida, se realmente acabou a necessidade de fazer a prova de regulamentos para revalidar alguma carteira visual.
    Obrigado pela atenção.

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Sobre essa questão das GRUs, eu não sou proficiente, então prefiro não opinar para não correr o risco de te orientar errado. Recomendo que vc questione o profissional da escola que te orientou conforme citado sobre qual a base legal disso.

      Já sobre a questão das provas de REG, é o seguinte. A ANAC agora respeita o RBAC-61 à risca, e se não está escrito lá que uma CCT tem validade, ela não tem; se não está escrito que tem que fazer prova de REG para revalidar, então não precisa. Porém, é preciso ficar atento aos casos em que o regulamento requer que seja demonstrado que o sujeito comprove seus conhecimentos teóricos, o que significa que é preciso fazer a tal da prova de REG – não para “revalidar CCT”, mas para demonstrar conhecimentos. Deu para entender a diferença?

  36. Genesio Canuto da Silva Junior
    2 anos ago

    Olá, Rual tudo bem?

    Gostaria de esclarecer uma dúvida sobre a banca da ANAC para PPA.

    Já estão exigindo a apresentação do certificado do curso de PPA, para o exame da Banca?

    Ou ainda posso fazer sem certificado.

    Atenciosamente.

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Não.

  37. Olá, tenho uma dúvida:

    O piloto é um cara rico e possui seu próprio avião, um jato executivo, tubo-hélice…enfim, e ele mesmo pilota. Para ele pilotar basta ter PP com habilitação VFR/IFR, MLTE? Ou isso não é possível sem PC? CMA de 1ª classe seria dispensado nesse caso, já que não possui PC? E no caso do jato executivo, jet training? ICAO para inglês é necessário? Se sim, qual o nível mínimo? Obviamente as habilitações de tipo seriam requeridas também.

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Um PP pode, em tese, pilotar um A380 – desde que não seja remunerado por isso. Se o A380 estiver registrado como TPP (ele não pode ser usado para o transporte remunerado de pax ou carga), e o PP consiga a habilitação ao TIPO junto ao CTAC da Airbus, sem problemas… O CMA de 1a classe já é exigido para o PP-IFR (mesmo que a aeronave seja MNTE), e o jet trainning não é requisito para nada além de poder participar de processo seletivo em cia aérea (hoje em dia, só a Azul exige). O ICAO só será necessário se esse PP for realizar voo internacional, e neste caso a nota mínima seria 4.

      • Ah bom. Pra ficar claro então: um PP pode ter as licenças IFR e MLTE, o PC só se for voar remunerado, ou IFR/PC é um “pacote só”? Obrigado pelas respostas anteriores.

        • raulmarinho
          2 anos ago

          PP, PC, PLA são licenças; IFR, MLTE, TIPO, INVA são habilitações. Uma licença pode ter várias habilitações vinculadas, e tanto faz ser licença X, Y, Z.
          A confusão decorre do fato de a banca de PC incluir a habilitação IFR, que é o mais comum, mas nada impede de vc ter uma licença de PC sem o IFR ou uma de PP com o IFR.
          Entendeu ou ficou mais confuso?

          • Obrigado, entendi. Mas não querendo abusar, fui procurar sobre PLA e é preciso 1500h voadas pra requerer a licença. Essas horas são pra um avião, exemplo: requerer licença de PLA pra B737, é necessário 1500h voadas nesse modelo, e vale para suas versões 700/800/900? Após 1500h voadas é requerido a licença e se faz prova de conhecimento técnico e regulamentação sobre a aeronave e se obtém PLA para o modelo requerido e vira comandande daquela aeronave? Pra ter licença de PLA de outro modelo, ex 777, necessário voar mais 1500h?

            • raulmarinho
              2 anos ago

              Não, são 1500h totais.

  38. Bruno
    2 anos ago

    Raul, estou com uma duvida e gostaria de saber se poderia me ajudar por favor.
    Sou PCA e agora vou iniciar o curso de PPH. Segundo RBAC , necessito de 200 horas em comando de avião para abater 40 horas do curso total de helicóptero (PPH e PCH ).
    Possuo essas 200 horas em comando de avião, fiz meus últimos voos em 2011 e na época não era necessário registrar na civ online.
    Quando eu pedir meu cheque de PPH, como terei que proceder ?
    Necessito registrar todas as minhas horas na CIV online para comprovar para a ANAC minha experiencia ?
    Como sera esse tramite de documentos perante a ANAC ?

    obrigado pela atenção

  39. Lucas Barreto
    2 anos ago

    Canal piloto boa tarde , estou com uma duvida , mandei meu processo de revalidação (de PP Mono visual )para Anac via SACI, E apos alguns dias foi indeferido com a seguinte resposta : PROCESSO INDEFERIDO. FALTA A DECLARAÇÃO DE CONFORMIDADE PARA REVALIDAÇÃO DA HAB DE MNTE POR HORAS. CORRIGIR SOLICITAÇÃO DO SERVIÇO PARA MNTE.

    Vcs sabem me dizer oq fiz errado ? pois na revaliçao passado fiz tudo mesmo jeito e deu certo , obs fiz o processo por horas recente.

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Bem… Se vc me chamou de “Canal Piloto”, então pode ser que vc tenha feito alguma confusão no seu processo tbém, né?
      Verifique se não há nada errado e, caso julgue necessário, contrate um despachante para te ajudar.

  40. Menezes
    2 anos ago

    Olá Raul, chequei a 1 ano o meu PC MNTE IFR, mas agora gostaria de checar o MLTE, Gostaria de saber se o meu IFR mono serve para alguma coisa no treinamento de check de MLTE? O treinamento é de 12h ou 15h?
    Obrigado mais uma vez.

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Serve para vc checar MLTE-IFR, ora pois… A experiência mínima requerida para checar a habilitação de CLASSE MLTE é de 12h.

      • Menezes
        2 anos ago

        Blz meu amigo, entendo que ajuda, acredito que não fui muito feliz na minha pergunta, porém o que quero realmente saber é se o IFR que chequei com PC MNTE serve para o cheque de PC MLTE, ou seja checaria apenas o MLTE, pois o IFR já tenho, ou isso “non ecziste”.

        • raulmarinho
          2 anos ago

          Isso ecziste, meu caro: está na seção 61.227-b do RBAC-61. Eu vou escrever um post sobre isso em breve, já que é um assunto pouco conhecido pelos pilotos.

          • Menezes
            2 anos ago

            Valeu meu caro, obrigado!

  41. Eduardo Strieder
    2 anos ago

    Sr. Raul. No RBAC previsto para Setembro de 2015, consta algo sobre a necessidade de possuir a Halibitação INVA IFR para dar Instrução de PC Mono VFR? Me disseram em vários lugares que isto estará valendo em Setembro.

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Não procede.

  42. Eric Canto
    2 anos ago

    Bom dia Raul,

    Vou citar o trecho do RBAC61EMD05 que me deixou em duvida sobre habilitação de INVA IFR:

    “(iii) para as demais categorias de aeronaves: até 21/9/2015, o solicitante deve possuir a
    experiência requerida para a concessão de uma licença de piloto comercial apropriada à categoria de
    aeronaves corresponde à licença na qual será averbada a habilitação de instrutor de voo, exceto para
    a habilitação de instrutor de voo por instrumento, quando, então deve comprovar, adicionalmente,
    possuir experiência mínima de 50 (cinquenta) horas de voo IFR real em comando. A partir de
    22/9/2015, o solicitante deve possuir 200 (duzentas) horas de voo como piloto em comando na
    categoria de aeronave para a qual requeira sua habilitação de instrutor de voo, sendo que, pelo
    menos 15 (quinze) dessas horas devem ter sido realizadas nos 6 (seis) meses precedentes a sua
    solicitação; (Redação dada pela Resolução nº 344, de 17 de setembro de 2014)”

    Vou checar o INVA nas próximas semanas e não poderei dar instrução IFR?

    Grato Raul!

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Se vc não possui essas 50h IFR em comando, não.

      • Eric Canto
        2 anos ago

        Ok.

        Concordo que a experiência a mais aumenta a segurança de voo e a qualidade da instrução ifr. Necessária a mudança.

        Mas me pergunto como poderia um inva ter 50h ifr real em comando.

        O piloto terá que arrumar um emprego em taxi, executiva ou linha para ter essas horas e então ser inva ifr. Bastante irreal.

        Penso que as escolas/aeroclubes terão que “dar” para seu inva essas horas. Caso contrário não haverá inva ifr.

        Imagino que essas horas serão pagas no fim das contas pelo próprio inva, descontando em salário/hora de voo.

        Grato!

        • raulmarinho
          2 anos ago

          Na prática, quem vai conseguir dar instrução IFR vai ser o piloto que fica ‘piruando’ uns voozinhos de free-lancer aqui e ali, enquanto tem um “cargo” de INVA no aeroclube. Já o INVA que vai dar instrução logo após o PC, para fazer hora, não terá como acumular essas 50h de IFR real; e pagar por essa experiência é surreal (vai custar uns R$40mil).

  43. gabriel mendes
    2 anos ago

    Ola Raul !
    Gostaria de saber como esta a situação do check em aeronave tipo !
    Eu ainda posso checar com pla amigo voando na aeronave ou apenas em ctac homologado fora do Brasil ?
    Grato !

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Se tiver CTAC homologado, tem que ser no CTAC; se não, é na aeronave, com PC/PLA amigo.

  44. Eduardo Passa
    2 anos ago

    Olá Raul, tudo bem?
    Saberia me dizer se o óculos reserva que preciso levar, que, no meu caso, preciso de correçao, portanto devo apresenta-lo, deve ser exatamente igual ao que eu uso agora? pois recentemente troquei armaçao, botei lentes fotosensíveis, enfim, botei tudo de melhor que podia, porém como preciso apresentar um reserva, posso apresentar um apenas com o grau exigido? na armaçao velha mesmo?

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Olha… Para te falar a verdade, eu nunca levei o tal óculos reserva, e nunca me pediram.

      • Eduardo Passa
        2 anos ago

        Estranho, geralmente eles pedem, mas para garantir vou fazer, só não sei se faço um bem simples ou faço um exatamente igual..

  45. Ítalo de Souza
    2 anos ago

    Olá Raul, eu gostaria de saber se eu poderia ter 2 CMA. Eu estou voando o PC com o CMA de 1ª classe, porém eu quero ir para Comissário na empresa aérea? Como faço isso, eu fico com os dois CMA no sistema?

    • raulmarinho
      2 anos ago

      O seu CMA de 1a classe cobre o de 2a.

  46. Diogo
    2 anos ago

    Olá Raul,obrigado pela ultima resposta…

    Tenho uma outra dúvida rsrs

    Nesse gráfico,mostra as etapas para chegar ao sonhado emprego de ser um first officer de linha aérea,a dúvida é a seguinte :

    O que seria esse GCSEs,acredito que seja nosso ensino médio,mas como fiz meu ensino médio no Brasil,eu teria que fazer uma prova para validar meu diploma ou teria apenas que traduzir tudo para o inglês no caso ?

    E o que seria esse A- levels ? Sei que a faculdade não é exigido,mas seria um plus no curriculum.

    OBS: Estou falando de se tornar piloto na europa…

    Aproveitando a pergunta,o senhor não conhece nenhum brasileiro que é piloto na Europa,para me dar umas dicas ou um blog de um piloto brasileiro na Europa ?

    Desculpe as perguntas ou qualquer outra coisa…

    Diogo Sousa,

  47. Diogo Sousa
    2 anos ago

    Olá,gostaria que alguém se possível,poderia me ajudar em relação a carreira na aviação…

    Tenho 19 anos e tenho a cidadania européia,não tenho mais vontade de morar no Brasil,por isso,ainda não fiz meu curso de piloto de avião no Brasil,até por que o custo é bem alto para quem não ganha muito,na Europa seria mais fácil para conseguir o dinheiro e fazer o curso,minhas perguntas é :

    Um piloto do aeroclube ”voe floripa” me disse que eu poderia fazer o curso aqui e depois ir convalidar tudo na Europa,ou seja,PP,PC até chegar o PLA.

    Isso procede ? Pois pelo que sei apenas o PP eu poderia fazer aqui.

    Por que se puder,eu iria fazer o seguinte,iria para a Europa trabalhar e juntar uma boa grana para fazer tudo aqui e depois voltar,mas o acho que não vale a pena pois vou ter que convalidar e gastar muito dinheiro e tempo.Estou certo ?

    Na Europa,tem 2 ou mais tipos de cursos,os mais comuns são o modular e o integrated ATPL (frozen),o modular é como temos no Brasil,você faz o PP e vai avançando…O integrated ATPL é do PP ao ATPL em um curto prazo,geralmente em 14 meses(mais caro,porem mais rápido).

    A dúvida é a seguinte,não tenho interesse em linha aérea quero seguir carreira em aviação executiva,mas claro,se tiver a oportunidade,não vou deixar passar,enfim,quais as licenças que preciso ter,para seguir nessa área ? PPL,IR,CPL e MEP ou tenho que ter o ATPL pois ai vou precisar de um pouco mais de dinheiro e tempo rsrsrs apesar que o custo total não é elevado comparado ao Brasil !

    Desculpe o texto,mas não consegui diminui-lo,sorry about that !

    Obrigado,

    Diogo Sousa,

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Em tese, vc poderia tirar suas carteiras no Brasil e depois convalidá-las junto à EASA (agência reguladora da aviação para a Europa). Só que as regras da EASA são tão mais complexas que as daqui, que valeria mais a pena vc tirar suas carteiras diretamente na Europa. Qto a vc querer trabalhar na aviação executiva europeia, é importante vc saber que o mercado europeu de aviação executiva é muito mais restrito do que em países como os EUA, Austrália, e até o Brasil.
      Finalmente, eu recomendo vc assistir a este documentário para entender como funciona a aviação europeia: http://paraserpiloto.appa.org.br/2015/01/27/se-voce-e-ou-pretende-ser-um-piloto-profissional-voce-tem-a-obrigacao-de-assistir-a-este-documentarios/

      • Diogo Sousa
        2 anos ago

        Muito obrigado Raul,pela explicação e pelo vídeo…Eu não tenho problema de começar a carreira na executiva na Ásia, como vi que na Ásia tem muito emprego nessa área,seria legal eu trabalhar lá para ganhar experiência e então retornar a Europa,”não tenho problema em trabalhar fora da Europa” !

        Trabalhar nos EUA,Austrália e até Brasil,seria bastante burocrático ou até impossível,já na Ásia,eu posso pois pelo que vi todos os empregos pedem ou EASA ou FAA…

        De qualquer forma,muito obrigado pela ajuda,seu blog é o melhor disparado,sinceramente kkk

        Abraços

        Diogo Sousa,

  48. Eduardo Freitas
    2 anos ago

    Olá Raul. Estou fazendo o curso de PP e estou quase terminando. Agora eu preciso fazer o voo VFR-noturno, mas o único avião homologado para tal fim está em manutenção há meses e não consigo marcar as horas de voo necessárias. Sobre isso pergunto-lhe: eu posso fazer o voo noturno em um outro aeroclube e terminar o PP prático no meu antigo aeroclube? Grato Dudu

  49. Ítalo de Souza
    2 anos ago

    Raul, existe alguma regra para a escolha do aeródromo de alternativa? Uma vez eu escolhi um AD de alternativa e o Controle não aceitou. Se existem, quais são as regras, aonde eu consigo achar essas regras? Obrigado.

    • raulmarinho
      2 anos ago

      ICA 100-12, snme.

  50. Caiki Flaeschen
    2 anos ago

    Caro Raul, tenho uma duvida e nao consigo sanar em lugar algum. ‘e possivel realizar ppa+pph juntos? de modo a aproveitar alguma coisa de um curso no outro????????grato

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Possível, é, mas não se aproveita nada além do CMA…

  51. Ricardo
    2 anos ago

    Gostaria muito de colocar aqui uma questão e acho até importante esclarecer também para os outros porque todo mundo diz apenas o seguinte sobre voo solo sem a banca da Anac: Porque não pode! eu acho que lei é lei e se não pode, não pode, mas, gostaria de saber o que definitivamente acontece se alguém passar por cima e voar solo (em instrução de pp) sem ter aprovação da banca. Quais as penalidades? Ocorrem multas? E se o aluno mentir dizendo que está aprovado, o aeroclube confiar no aluno e ele de fato nunca passou na banca? O que acontece ao aeroclube? Nunca vi ninguém explicar isso pra um aluno…acho bom para conscientizar a não iniciar as aulas práticas sem a aprovação na banca…obrigado!

    • raulmarinho
      2 anos ago

      O aeroclube/escola consultam o site da ANAC para ver se o aluno foi aprovado na banca antes do voo solo, ninguém confia na palavra dele. Mas se, porventura, o aluno solar sem a banca, tanto ele quanto o aeroclube/escola poderão sofrer sanções administrativas, cuja pena dependerá do que for apurado no decorrer do processo. No limite, o aluno pode ter o C.ANAC cassado, e o aeroclube/escola descredenciado, além de multa e, eventualmente, denúncia criminal ao MPF (p.ex.: se houver falsificação de documentos). E não há irregularidade alguma em o aluno começar a voar a parte prática sem a banca, isso é permitido pela ANAC. Eu até acho desaconselhável, mas ilegal não é.

  52. Raul, preciso de sua orientação, como e aonde denunciar um INVA sobre um voo com combustível contaminado por ferrugem e sujeira no tanque. Estou em dúvida se é no ministério publico estadual ou federal, o mesmo colocou sua vida em risco, do aluno e de terceiro em solo.

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Eu faria um RELPREV/RCSV. E, se achasse realmente que o ato fosse criminoso, um B.O. na delegacia.

  53. Mário
    2 anos ago

    Olá Raul, tenho duas dúvidas.
    1)Estou com mono vencido a mais de 6 meses e IFR vencido a 4 meses. Pedi um orçamento para uma escola e me passaram 1.5h de repasse mais 1.5h de recheque em monomotor, é só isso mesmo?

    2) Irei checkar uma carteira TIPO próxima semana, eu posso rechecar meu IFR enquanto eu checo o TIPO? Se sim, quantas horas preciso de IFR para rechecar?

    • raulmarinho
      2 anos ago

      1)Em princípio, vc faria uma requalificação das suas habilitações de CLASSE MNTE e de IFR. Quem se responsabiliza pela requalificação é a escola, e se ela te disse que 1,5h+1,5h é suficiente… Então é, né?

      2)Aqui a coisa é um pouco mais complicada, Em 10 lugar, é preciso saber qual é o TIPO, se ele tem treinamento em CTAC homologado (ex.: King) ou não (ex. Cheyenne). Imagino que não tenha (senão vc estaria checando em CTAC), e nesse caso seria possível, sim, checar o TIPO junto com o recheque de IFR. Mas como vc vai rechecar o MNTE tbém, eu acho que ficaria melhor vc rechecar o seu IFR junto com o MNTE (possivelmente, com um checador da escola), e deixar o cheque com um INSPAC só para a hab.TIPO mesmo. Eu acho que isso evitaria, por exemplo, que o seu voo de cheque ficasse mais extenso e, por isso, mais caro.

      • Mário
        2 anos ago

        Entendi, irei checar o King, pois meu pedido foi antes da data estipulada pela anac (setembro se não me engano).
        E nesse caso, eu posso checar o king voando VFR (com o IFR vencido)?

        • raulmarinho
          2 anos ago

          Boa pergunta! Sinceramente, não sei. E acho difícil checar essa informação com 100% de segurança. Por isso, acho bastante recomendável que vc recheque o seu IFR antes do cheque de TIPO.

  54. Bruno
    2 anos ago

    Caro Raul,

    Realizei um voo de recheque de MLTE/IFR no mes de outubro (25 de outubro enviei o processo) e estou aguardando analise do meu processo até agora, POREM, percebi que cometi um erro e nao fiz instrução revisoria do ifr, apenos do mlte, daí pra adiantar realizei um novo rechque do MLTE/IFR dia 2 de dezembro deste ano dentro dos conformes, porem fui enviar meu processo e fui barrado pois o sistema diz que já tem um processo de mlte/ifr para ser analisado (que ja esta em 50 dias)….daí enviei solicitação pra gpel@anac.gov.br, e para processos@anac.gov.br pedindo para que cancelassem esse meu processo “errado” para que assim eu possa enviar o correto (porem mandei essa solicitação de cancelamento ontem para essses emails) dai é que ta, se demorar muito para eles analisarem ou para cancelarem estou com medo que a FAP do novo recheque correto ou o proprio recheque correto percam a validade….dai te pergunto….quanto tempo eu tenho antes que expire um processo de recheque( fui aprovado, processo ja esta aberto,documentos inclusos, porem nao enviado porque o sistema nao permite devido haver aquele processo errado)para eu enviar/concluir?
    E para cancelamento de processo, seria via um desses emails gpel@anac.gov.br ou processos.pel@anac.gov,br? Agradeço desde já por sua ajuda e atenção

  55. José Jr.
    2 anos ago

    Olá Raul, estou com a seguinte dúvida: se eu tiver a oportunidade de voar as horas para o pc em aeronave particular, como é realizado o cheque (após ter acumulado as 200 horas totais) ?

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Com um INSPAC na própria aeronave ou com um checador do aeroclube/escola em aeronave de mesma CLASSE pertencente à instituição.

  56. Carolina
    2 anos ago

    Olá, tenho uma dúvida e gostaria de saber se alguém pode me ajudar. Após concluir a parte teórica e passa na banca da ANAC, existe um limite de tempo para concluir as aulas práticas? Obrigada.

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Não.

      • Menezes
        2 anos ago

        Raul, e a quela história de prova de regulamento apos 2 anos depois da banca se não conseguir checar? Inclusive, salvo engano, isso não tem ou mudou no novo regulamento…

        • raulmarinho
          2 anos ago

          Estou aguardando a posição oficial da GCEP/ANAC para publicar um post sobre isso.

  57. Menezes
    2 anos ago

    Boa tarde Raul, Um amigo fez as horas de INVA, mas seu processo foi indeferido por conta do item 61.233 (a) (4) do RBAC 61. A pergunta é: As horas voadas “todas em um período de três meses” mas levando em consideração a ultima hora de instrução para o dia de hoje, já se passou mais de 6 meses. Ele poderá fazer uma hora para revalidar as horas que já caducaram? e solicitar novo cheque?
    Grato,
    Feliz Natal e prospero ano novo pra você e toda sua família.

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Sim. Esrando com todas as horas dentro da janela que o regulamento requer, sem problemas.
      Obrigado e feliz Natal para vc e sua família tbém!

  58. Olá, gostaria de saber se para fazer horás de voo é preciso primeiro ser aprovado na banca da ANAC, e consequentemente iniciar o curso de PP, já que para ingressar em um curso de Ciências Aeronáutica, como o que pesquisei na PUCRS, é preciso ter 15h de voo comprovada no momento da matrícula. Como proceder? Obrigado.

    • raulmarinho
      2 anos ago

      Vc pode voar a parte pré-solo do curso de PP sem a banca: só se requer o CCT de PP para solar. Como normalmente se sola com cerca de 18h-20h, então dá para fazer as 15h requeridas pela PUC-RS sem a banca de PP. Todavia, isso não é recomendável, pois vc não terá a oportunidade de aplicar seus conhecimentos teóricos nesses voos, e vc estará desperdiçando recursos. Mas a escolha é sua…

      • Mas poderia estudar parte teórica antes, sozinho, pra não perder muita coisa. Nesse caso, eu iria até um aeroclube e solicitava as horas de voo, o CMA não seria exigido?

        • raulmarinho
          2 anos ago

          O CMA é exigido.

  59. Anônimo
    2 anos ago

    Raul, como voce tem um site bem ativo. Eu gostaria que ajudasse ou pudesse divulgar sobre um grave problema que esta acontecendo.

    Imagina-se que voce pagou seu pc inteiro a vista. Quando voce comprou falaram uma coisa mas não é o que ocorre na realidade. Sou um sobrevivente dessa mísera farça e por mim até deixaria por isso mesmo pois ja estou terminando. Mas há um porém. Para voce ter idéia ja se passaram bem mais de um ano e ainda não terminei o curso, não porque eu não estive la para voar e sim porque o aeroclube usa de necessidades e oportunidades para de certa forma roubar com certas mentiras ao aluno. Tenho certeza que tem muitos nessa situação, haja vista que como disse anteriormente estou terminando mas um terceiro conversou comigo e disse para eu entrar com ação judicial para seja ressarcido sobre isso.

    Porém eu não gosto de contendas mas pensei a respeito e gostaria de passar o conhecimento de vivencia sobre o aeroclube para que novos alunos não passe por essa situação chata, se assim voce nos permitir e nos ajudar.

    Desde ja Raul, grato por esta oportunidade.

    Grande abraço!

    Até então anônimo.

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Olha, Anônimo… Eu acho que esse é um problema de relação de consumo, então acredito que o caminho seria procurar uma Delegacia (DECON), ou o Ministério Público, ou até mesmo entrar com uma ação no Juizado Especial de Peq.Causas. Pq a ANAC, p.ex., vai se esquivar do problema…

      • Anônimo
        2 anos ago

        Entendi, mas não quero ter esse tipo de dor de cabeça Raul, só quero expor o problema para que todos saibam e não caiam no mesmo erro. Mas não quero nada além disso. Dinheiro ja perdi mesmo aos montes, mas posso ajudar alguém.

        Grande abraço!

  60. Daniel Marçal
    2 anos ago

    Raul, boa tarde.

    Horas de voo como Instrutor de Voo, valem como horas “Em comando” ?
    Sou INVA e estou voando as horas pra checar o PPH, posso checar com 25h usando as horas de INVA pra ter as 200h “Em Comando” que são exigidas?

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Daniel, as horas de INVA são em comando, só que tem um outro obstáculo para vc checar o PPH com 25h, que é a seção 61.79 do RBAC.
      Verifique junto à escola em que vc está voando se será possível mesmo checar com 25h.

  61. Marcelo
    2 anos ago

    Olá Raul, rechequei em uma aeronave TPX e tive o processo indeferido, alegaram isso:
    DE ACORDO COM O RBAC 119 (C) (6), OS DETENTORES DE UM CERTIFICADO ETA ( TÁXI AÉREO), SÓ PODEM CONDUZIR SERVIÇOS AÉREOS PRIVADOS EM SEU PRÓPRIO PROVEITO (TRASLADO, TREINAMENTO DE TRIPULANTES, TRANSPORTE DE EMPREGADOS, ETC). SENDO ASSIM, ESTE CHEQUE NÃO SERÁ ACEITO PELA NOSSA EQUIPE DE ANÁLISE.
    APÓS A REALIZAÇÃO DE UMA NOVA AVALIAÇÃO DE PROFICIÊNCIA, EM AERONAVE NÃO VINCULADA AOS OPERADORES AÉREOS, ENVIE SEU PROCESSO NOVAMENTE, PARA QUE POSSAMOS ATENDER SUA SOLICITAÇÃO.

    Existe algo que eu possa alegar para que meu recheck seja aceito? Uma aeronave TPX não pode ser “emprestada” para se fazer voos privados?

    Grato.

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Lamento, Marcelo, mas a ANAC está certa… Aliás, é possível até que sobre alguma penalidade para o táxi que permitiu que vc checasse num avião de seu acervo, pois só pilotos contratados pela empresa podem voar aeronaves TPX.

  62. Daniel
    2 anos ago

    Boa tarde Raul
    Jet Training A320 ou B737?
    o que acha mais adequado ao momento? faz diferença p/ o currículo?
    Obrigado e parabéns pelo ótimo trabalho realizado aqui!

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Em termos de currículo, tanto faz. Mas eu acho que é melhor fazer o curso do B737, pois o do A320, pelas próprias características de automação da aeronave em que se baseia, deixam o treinamento mais limitado.

  63. Victor Delano.
    2 anos ago

    Muito Bom-Dia senhores cmtes,gostaria de saber sobre aeroclubes e alojamentos nos EUA,

    porque gostaria de passar 3 à 4 meses voando por lá mas o meu foco principal é praticar mais o meu Inglês

    visto que eu já tenho mais de 1.000 horas de voo,pc,mlte,ifr e Jet Trainer.Gostaria de pagar horas avulsas mesmo

    só para ficar praticando mais o idioma e também incluir essas horas no curriculum.

    Quem souber ficarei muito grato!

    Pela Atenção;

    Victor Delano.

  64. Filipe
    2 anos ago

    Boas Raul aproveitando seu blog gostaria da sua opinião. Eu realizei 41h do vôo de PPH com essas horas já realizadas eu questionei o meu vôo cheque, pelo que foi sugerido que voa-se mais umas 20h não partilhando da mesma opinião com a direção da escola procurei outra escola e expôs a minha situação, que alertaram que não era o correto. Então segue-se a mudança de escola que não foi muito fácil, ou chegar na nova escola já com 41h do vôo tive que realizar as minhas horas noturnas (3h) que ficou em falta, mais umas 10 horas dai realizei meu cheque na nova escola com aprovação. Até ai tudo ia de decorrendo até que fui lançar meu processo de PPH para ANAC e descobri que as minhas horas de vôo estão todas realizadas em duplo comando até mesmo a nageva que por sua vez é exigida 5h de navega em comando logo não poderei lançar o meu processo por faltas dessa horas. Eu reconheço que foi lapso meu não ter conhecimento das exigencias da ANAC deixando a direção da anterior escola gerir a minha formação no curso. Resumindo a minha situação agora é a seguinte: 41h de duplo comando na anterior e realizadas na atual escola 11h em comando 3h noturno total de 55h com falta de 5h navega para fechar o PPH, o defeito das horas sera responsabelidade da escola? Outro receio é como estar com hora estropolada não conseguir comprir com as exigendas da ANAC para checar o PCH em 100h ter que realizar 150h para completar o PPC. Agradeço atenção

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Olha, Filipe, eu entendo que a escola cometeu diversos erros na condução do seu treinamento de PPH, e fica a seu critério tomar medidas administrativas ou judiciais para se ressarcir dos prejuízos que vc amargou – recomendo, inclusive, vc procurar um advogado e discutir o caso com ele. Entretanto, sobre as questões de formação especificamente, eu te oriento nos seguintes termos:
      -Para o cheque de PPH, vc terá que cumprir com todos os requisitos do RBAC-61, ou seja: vc vai ter que voar as horas em comando ou solo requeridas, sim, não vai ter jeito de evitar isso, mesmo vc já tendo ultrapassado as 35h mínimas; e
      -Para o PCH vc vai extrapolar as 100h mínimas também, uma vez que há um manual de curso a seguir. Possivelmente, vc não vai chegar às 150h, mas pelo menos umas 130h-135h vc vai ter que ter, mesmo, pois vc extrapolou muito as horas do PPH.
      Abs e boa sorte!

  65. Eric
    2 anos ago

    Bom dia Raul,

    Mais uma vez recorro aos seus conhecimentos após exaustivas tentativas com outras fontes. Vou checar o PCA MLTE/IFR…

    Chequei meu PPA com 51.4 horas sendo 19.6 em comando. Estou fazendo as visuais de PCA no momento. Minha dúvida é se posso fazer 50 em navegação em comando, mais 5 noturnas em comando e mais 10 locais em comando totalizando 65 em comando durante o PCA. Alguma dessas 19.6 em comando do PPA entram nos totais em comando para as 70 requeridas pela licença de PCA?

    Grato!

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Não, vc tem que ter as 70h em comando após o cheque de PP. Faz parte do manual do curso, não tem jeito… Mesmo que vc tivesse feito 100h em comando no PP, não adiantaria.

      • Eric
        2 anos ago

        Muito obrigado Raul! Abraço

  66. tio
    2 anos ago

    Raul, em qual cct se enquadra os invas, e gostaria de saber a area de atuaçao do sna.

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Os INVAs não se enquadram em nenhuma CCT, tio! Há uma dificuldade legal terrível no caso: as escolas e aeroclubes não têm um sindicato patronal, como há no caso da 121/135, então não há com quem negociar a CCT dos INVAs… Estava no SNA hoje discutindo isso, por sinal. Mas há alternativas, estamos estudando o caso.

      • tio
        2 anos ago

        Agradeço seu empenho e atenção, quando o SNA notificou as escolas e aeroclubes, qual orientação foi dada para regularizar a situação dos INVAS ,você tem conhecimento.

        • Raul Marinho
          2 anos ago

          Repasso a informação que me foi enviada pelo SNA:

          Já que, por enquanto, não há uma convenção específica dos INVAS, o SNA tem orientado todos os aeroclubes e escolas de aviação de acordo com a Lei Complementar nº 103 /2000. Ou seja, deve-se garantir aos instrutores o piso equivalente ao salário mínimo estadual (do Estado em que a instrução é ministrada), mais um valor correspondente à hora voada, além do registro em CTPS e concessão de todos os direitos daí decorrentes.

          • tio
            2 anos ago

            Obrigado pela atenção, infelizmente os INVAS do nosso Brasil estão sem pai e sem mãe, um INVA como você já sabe é quem forma milhares de pilotos em nosso pais, com uma responsabilidade enorme sobre estes garotos e garotas na maioria dos casos, que amanhã serão grandes pilotos em todo tipo de aviação espalhados pelo mundo. Os pilotos brasileiros são considerados uns dos melhores pilotos do mundo, aprender a voar em Paulistinha- Aeroboero- cessna 150- aviões com 25, 30, 40, anos nem sempre em bom estado de conservação como você deve conhecer, e parece que nem existem para aviação brasileira, pois seus direitos ficam por conta de cada aeroclube ou escola de aviação que trabalham, ariscam suas vidas sem nenhum direito. desculpa por alguma coisa mas nem piloto sou, mas tenho um grande respeito pelos INVAS, e admiro este trabalho importante que realizam.

            • Raul Marinho
              2 anos ago

              Aguarde novidades sobre isso para breve, tio!

              • tio
                2 anos ago

                Ok, estou aguardando, mantenha-me informado por favor.

  67. Luiz Fernando
    2 anos ago

    Boa Tarde Raul. Estou com meu PP (MNTE) válido, e terminei as navegações visuais para PC no aeroclube e vou agora iniciar o simulador IFRa… O instrutor do simulador me disse que eu tenho que estar com o Regulamentos IFRa válido, ANTES de iniciar o curso no simula.
    Já fiz a avaliação Teórica do PC/IFR a algum tempo atras, porém, não está mais válida de acordo com a consulta no site da ANAC… Muito bem(…) Estudei regulamentos dia e noite, paguei a GRU e fui todo bonitão na ANAC tentar revalidar meu Regulamentos IFRa… Quando chego lá, me informaram que eu não “poderia” fazer a prova… A secretaria (com pouco poder intelectual) me informou que não é mais preciso fazer a prova o.O
    Meu medo é: Iniciar o simulador sem estar com Regulamentos IFRa válido, e ter problemas lá na frente quando pedir o check.
    O que tem a comentar sobre isso? Grato desde já!!
    Abraço

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Luiz Fernando… Hoje em dia está impossível de se ter certeza de qualquer coisa sobre os procedimentos relacionados a provas teóricas. Como costumo dizer, a ANAC regula o assunto por PostIts pregados na porta da geladeira da copa da GCEP… Então, fazer o quê? Siga o que te orientaram, e reze para dar certo.

  68. Ricardo
    2 anos ago

    Boa noite Raul,

    Me de um conselho sobre qual caminho seguir

    Tenho 22 anos e há 2 anos atras botei na cabeça que quero ser piloto de helicóptero, mas surgiu esse novo RBAC 61 com essas exigências todas e me fez desistir no ano passado por causa das 200H para INVH que eu pensei que entraria em vigor mês passado, mas a anac adiou novamente para 9/2015, você acha que se eu começar o curso imediatamente eu consigo checar o INVH até 9/2015?

    como é essa exigencia de 200H? se eu conseguir me matricular no curso de INVH antes de 9/2015 eu vou conseguir checar com as exigências antigas?? ou se durante o curso de INVH eu nao conseguir concluir antes de 9/2015? qual é o RBAC que irá valer ? o velho ou o novo?

    outra duvida que tenho é em relação ao custo da formação, fiquei um tempo sem ler sobre o assunto desde o ano passado, eu só tenho R$:100 mil em mãos, você acha que é o suficiente para checar INVH?

    Obrigado,

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      você acha que se eu começar o curso imediatamente eu consigo checar o INVH até 9/2015?
      R: Muito difícil…

      como é essa exigencia de 200H? se eu conseguir me matricular no curso de INVH antes de 9/2015 eu vou conseguir checar com as exigências antigas?? ou se durante o curso de INVH eu nao conseguir concluir antes de 9/2015? qual é o RBAC que irá valer ? o velho ou o novo?
      R: Vc tem que estar checado até 21/09/2015 para se enquadrar na regra que não requer as 200h PIC. Irá valer a regra nova.

      outra duvida que tenho é em relação ao custo da formação, fiquei um tempo sem ler sobre o assunto desde o ano passado, eu só tenho R$:100 mil em mãos, você acha que é o suficiente para checar INVH?
      R: No meu e-book “Como ‘tirar brevê’ e quanto isso vai custar” (http://paraserpiloto.com/e-book-como-tirar-breve-e-quanto-isso-vai-custar/) tem uma metodologia para vc calcular exatamente qto custará a formação, inclusive uma planilha do Excel para isso.

  69. Leonardo
    2 anos ago

    Olá Raul quero rechecar no aeroclube de minha cidade pós o processo parece ser mais rápido do que aguardar a anac agendar o meu voo de recheque, a minha dúvida é a seguinte minha habilitação não venceu voo um C210 e tenho horas diurnas e noturnas recente, preciso cumprir os requisitos de experiencia recente RBAC 61.21 no C152 ou posso simplesmente executar só o voo de recheque?

  70. Lucas Escudero
    2 anos ago

    Olá! Eu sou INVA / mono / visual checado… e agora quero tirar o multi/ ifr. Estou tendo oportunidade de fazer em aeronaves particulares, onde alguns pilotos são PLA… gostaria de saber se eles podem assinar a civ como instrução, ou somente quem é inva. Abraço!

  71. Rafael Pinheiro
    2 anos ago

    BOM DIA , QUANDO ESTOU REGISTRANDO AS HORAS NA CIV, POREM AINDA NÃO TENHO A CARTEIRA , ESTOU PEGANDO INSTRUÇÃO DE PPA, EU TENHO QUE LANÇAR TODAS AS MINHA HORAS COMO PILOTO INSTRUÇÃO OU PILOTO EM COMANDO ?

  72. Carlos
    2 anos ago

    Ola Raul,

    Talvez eu consiga realizar uns voos de MLTE particular em breve.

    No momento, todas minhas habilitações estão válidas. Mas faz mais de 90 dias que não lanço nada MNTE/MLTE.

    Para eu poder lançar esses voos MLTE em comando, vou precisar fazer 1h com 3 pousos diurno, se for lançar diurno, e 1h com 3 pousos noturno, se for lançar noturno. Estes voos deverao ser feitos em MLTE, não podendo ser em MNTE. Certo?

    De acordo com este trecho do RBAC 61, eu também vou ter que fazer essa aula de 1h teórica em solo. Correto?

    “Neste caso, e estando a habilitação de categoria ou classe ainda dentro de seu período de validade estabelecido na seção 61.19 deste Regulamento, para o restabelecimento das prerrogativas, o titular da habilitação de classe deverá realizar instrução revisória pertinente à habilitação de categoria ou classe, em conformidade com a seção 61.23 deste Regulamento. O instrutor é responsável por declarar, nos registros de voo (Sistema Eletrônico de Registro de Voo ou CIV) do piloto, que este encontra-se em condições técnicas para exercer novamente as prerrogativas de sua habilitação de categoria ou classe. ”

    Essa parte que diz “o instrutor é responsável por declarar, nos registros…..” na prática, seria o quê? Alguma declaração assinada, como aquelas declarações de instrução que temos para o cheque, constando apenas este voo no papel?

    Obrigado e Parabéns pela excelente prestação de serviços à comunidade aeronáutica.

    Abraço

  73. Wilian
    2 anos ago

    Gostaria de saber como ficou a decisão da ANAC do curso teórico para PP. O curso presencial é obrigatório, ou pode-se estudar em casa e fazer a prova da ANAC?

  74. isaias santos
    2 anos ago

    Ola vou comecar o curso de piloto de helicoptero e uma vontade minha pilota e gostaria de saber vomo anda o mercado de trabalhoe tendo o pch e facil emprego?

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Bem vindo ao blog, Isaias! Aqui vc vai encontrar as respostas por que procura.

  75. vasyltremba
    2 anos ago

    Ola eu queria ser piloto da força aérea portuguesa mas não se que área e que devo seguir depois do 9ºano? Agradecia imenso a sua ajuda.

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Meu jovem, neste blog tratamos de questões relativas à aviação civil brasileira, somente.

  76. Rafael Pinheiro
    2 anos ago

    Estou como uma duvida para checar o plito comercial aviao visual são requerida 10 horas de voo por instrumento , tenho essas 10 horas voadas com INVA em avião MLTIMOTOR posso utiliza essas horas para checar o PC em uma aeronave monomotora ?

    Desde de já agradeço. e uma boa semana

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Se essas horas foram lançadas como em IFR, e vc possui as respectivas declarações de instrução, sim.

  77. rodrigo
    2 anos ago

    A Anac ainda emite cht provisoria? pois já enviei o processo e o checador enviou a fap através do saci a algum tempo, mas não aparece o campo para impressão de cht provisoria.

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Possivelmente, houve uma falha no seu caso. Entre em contato com processos.pel@anac.gov.br e reclame.

      • rodrigo
        2 anos ago

        obrigado…

        • César Bona
          2 anos ago

          Volta e meia tem acontecido isto mesmo. Tenho ouvido relatos de amigos e também um processo onde ajudei um colega, em que não foi possivel imprimir a provisória. Eu fiquei na dúvida se tinha esquecido de enviar algo. Todos foram analisados posteriormente. Alguns aprovados e outros indeferidos por algum documento incorreto/incompleto.

          • Rodrigo
            2 anos ago

            RESPOSTA DO E-MAIL ENVIADO A ANAC:
            A provisória é emitida automaticamente pelo sistema quando este entende que o processo foi corretamente enviado, sem a falta de nenhum dos requisitos ou documentos previstos.
            Mesmo que seu processo não tenha tido provisória emitida, ele se encontra na fila, aguardando análise, de acordo com a demanda e a ordem de chegada.
            Para efetivamente verificar o motivo do sistema não ter dado a provisória será necessário aguardar a abertura do processo por um dos analistas. Não existe funcionalidade para dar a provisória manualmente.

            Só esperar? ou a algo que possa ser feito?

            • Raul Marinho
              2 anos ago

              Neste momento, não vejo uma medida eficaz a ser tomada. Se a análise levar mais de 30d, ou se houver um indeferimento considerado injusto, aí sim vc poderia entrar com recurso ou na Justiça. Mas, agora, é só esperar mesmo…

  78. Leonardo Bastos
    2 anos ago

    Bom dia Raul, minha dúvida e quanto a experiencia recente:

    “61.21 Experiencia Recente

    (1) para operações em voo diurno: no mínimo, 3 (três) decolagens e 3 (três) aterrissagens em condições visuais de voo, durante as quais tenha efetivamente operado os comandos da aeronave da mesma categoria, classe e modelo ou tipo, conforme requerido; e

    (2) para operações em voo noturno: exceto como estabelecido no parágrafo (b) desta seção, no mínimo, 3 (três) decolagens e 3 (três) aterrissagens no período compreendido entre 1 (uma) hora após o pôr do sol e 1 (uma) hora antes do nascer do sol, durante as quais tenha efetivamente operado os comandos de aeronave da mesma categoria, classe e modelo ou tipo, conforme requerido. ”

    Quando eles falam em categoria que dizer o que? MNTE, MNTE, TIPO ou AVIÂO HELICOPTERO etc.

    Outra dúvida é a seguinte se estou com meu ifr válido e meu mnte esta vencido a mais de 6 meses preciso fazer a prova de regulamento para recheque? E se meu mlte estiver válido e meu mnte vencido a mais de 6 meses preciso fazer a prova de regulamentos para recheque?

    Desde já,

    Agradeço.

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Categoria: avião, helicóptero, planador, etc.

      Sobre as provas de reg. na revalidação de habilitações, é o seguinte: tenho recebido mensagens de leitores dizendo que os escritórios da ANAC não estão exigindo que se faça mais as provas para este fim, mas isto não tem fundamento no regulamento (não que eu saiba, ao menos). Então, é o seguinte: ao que parece, nnao estea precisando mais, mas é bom checar a informação no escritório da ANAC onde vc faria a prova pq isso pode variar de localidade para localidade.

      E sobre a revalidação de MNTE e MLTE, a ANAC está entendendo que diferentes hab.CLASSE são totalmente independentes, como se o piloto tivesse uma hab.TIPO do King e outra hab.TIPO do CJ, compreende? Mas é claro que se vc tiver que fazer uma prova de reg. para o MNTE, ela vai valer para o MLTE, da mesma maneira que o seu CMA de piloto de avião também vale para pilotar helicópteros.

      • Leonardo
        2 anos ago

        Obrigado pela esclarecimento, outra dúvida e o seguinte se eu tiver os pousos noturnos no mnte vale para o mlte e vice-versa?

        • Raul Marinho
          2 anos ago

          Negativo. Hoje em dia, a ANAC vê as hab.CLASSE de maneira totalmente separada. Ou seja: o MNTE e o MLTE seria equivalente a vc ter a hab.TIPO do King e a hab.TIPO do CJ2: cada uma vai requerer uma renovação diferente.

  79. Vinicius
    2 anos ago

    Boa noite, Raul

    Meu exame teórico de PC/IFR está com o vencimento para 22/10/2014, sabe se ainda é necessário revalidar a prova de regulamentos após todas as mudanças no RBAC 61?

    Meus parabéns pelo trabalho.

    Vinicius

    • Vinicius
      2 anos ago

      Obs: Sou PC/IFR checado e minha habilitação MLTE vence em NOV/2014 e irei revalidá-la, por isso a dúvida.

      • Raul Marinho
        2 anos ago

        Bem… Pra começo de conversa, vc poderá pedir a “revalidação por horas” do seu MLTE. Mas se vc não tiver as horas para isso, o fato é que a ANAC não tem pedido mais a prova de reg., pelo que vários leitores têm me informado. A questão é que isso está acontecendo sem que haja um documento oficial regulamentando, então não tenho como lhe assegurar nada.

        • Vinicius
          2 anos ago

          Valeu. Um abraço.

  80. Wilson Santos
    2 anos ago

    Análise do crash do voo MH17 da Malaysian Airlines
    – pela União Russa dos Engenheiros

    ‘. Trata-se de uma excelente análise pormenorizada da tragédia do MH17 feita pela União Russa dos Engenheiros, a qual ilustra bastante francamente quão fortemente censurado foi o “relatório” holandês .

    Vamos deixá-lo digerir este relatório e chegar à sua própria conclusão, a qual com toda a probabilidade explicará a camuflagem dos infames projécteis de alta velocidade alardeada pela “imprensa” ocidental.

    Esta revisão foi empreendida por peritos que não só conhecem o assunto em causa como apresentaram objectivamente evidências que devem ser consideradas com a legitimidade que lhes são inerentes. Aqui está a descrição geral do “Grupo analítico” que elaborou o relatório:

    Um grupo de peritos da União Russa de Engenheiros congregou-se para analisar a situação, incluindo oficiais na reserva com experiência na utilização de sistemas de mísseis anti-aviões, bem como pilotos tendo experiência com armas aéreas. Este problema também foi discutido numa reunião da Academia de Problemas Geopolíticos, onde muitas variantes foram testadas e discutidas. No decorrer das suas análises os peritos utilizaram materiais provenientes de fontes públicas, encontradas nos media. A situação também foi analisada utilizando uma simulação de computador do Su-25.
    18/Setembro/2014

    Pode descarregar aqui a versão em inglês do relatório.

    A versão original em russo está aqui.
    Ver também:
    O relatório da comissão holandesa sobre o crash do MH17 malaio “não vale o papel em que está escrito”
    O MH17 malaio foi abatido por caças do regime de Kiev (com imagem em alta resolução da secção do cockpit)

    O original encontra-se em http://www.vineyardsaker.co.nz/...

    Esta notícia encontra-se em http://resistir.info/ .
    21/Set/14

    http://www.resistir.info/russia/mh17_18set14.html

  81. Flávio
    2 anos ago

    Raul,
    Boa Tarde!

    Eu fiz a minha inscrição para PPA nas datas (16/09 – 16/10 e 16/12) a ANAC me enviou um e-mail dizendo que passando a data 21/09 só será aceito as inscrições com curso homologado.

    Minha dúvida: Se cair a RBAC é passa as datas que eu marquei a prova, eu tenho que procurar a anac para remarcar as datas da prova ou a anac me procura…

    Caso seja obrigatorio o curso a inscrição que eu fiz será perdida junto com o valor que paguei e serei obrigado a pagar outro GRU?

    Att,
    Flávio

  82. Tiago Teles
    2 anos ago

    Olá Raul, gostaria de saber se passou a ser obrigatório o curso teórico de piloto privado em uma instituição de ensino homologada ou manteve-se como antes com opção de estudar por conta própria? Obrigado, abraço…

  83. kent davidge
    2 anos ago

    Raul, minha família ja me garantiu que paga o que for necessário para minha formação, seja ela 50 mil reais, 100 mil, 200 mil. Mas, meu medo ainda é de não conseguir emprego depois de formado? E agora?

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Agora é a hora de vc avaliar se é mesmo a aviação a carreira que vc quer seguir.

  84. Ítalo
    2 anos ago

    Raul Marinho, boa tarde. Estou com uma dúvida ao preenchimento da CIV Eletrônica. Eu tenho na Declaração de Instrução um voo feito no dia 05/05/2013 de SBME para SDMC sendo esta Navegação com 01:00 de voo. Quando eu colocar isto na CIV, tem o campo (DIURNO E NAVEGAÇÃO). Eu tenho que colocar 01:00 nesses dois campos, ou eu colocaria somente 01:00 no campo de navegação. Estou com medo que no final a soma de errado. Como faço?

  85. Douglas Tavares
    2 anos ago

    Bom Dia Raul!

    Minha duvida é: Fiz minhas horas do Pc parte em aeroclube e parte em aeronave particular, o checador do aeroclube pode me checar ou tem que cer um INSPAC da ANAC?

    Muito Obrigado
    Douglas Tavares

    • Douglas Tavares
      2 anos ago

      Corrigindo: “ser*”

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Pode, sim. Inclusive se vc tivesse feito tudo em aeronave particular.

  86. Ivan Tadeu
    2 anos ago

    Bom Dia!
    As horas noturnas para o PC podem ser feitas em aeronave particular?
    E eu fiz 25 horas em simulador para descontar 20 ifr, essas 25 horas tbm podem descontar 10 horas reais e eu posso checar com 190?

    Obrigado desde já!
    Ivan

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Sim. Está tudo explicado em detalhes no e-book “Como tirar brevê e quanto isso vai custar” (link no topo do blog).

      • Ivan Tadeu
        2 anos ago

        Que rápida a resposta! rs
        Muito Obrigado!!!

        Excelente trabalho!

  87. Philippe
    2 anos ago

    Boa noite Raul. Meu nome pra fazer a prova de INVA foi liberado essa semana, ta previsto a emenda a respeito das 200 horas em comando pro INVA entrar em vigor dia 21/09/2014. Sabe se existe alguma especulação a respeito de ser adiado novamente ou algo do tipo ? Pois vou ter uma semana pra fazer todas as horas do inva. Caso eu as faça, até o dia 21 tenho q fazer o cheque ou tenho que estar mandando o processo? Obrigado

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      A perspectiva é de que caia: foi isso o que o pessoal da GCEP/ANAC disse no workshop e o que foi enviado para consulta pública. De qualquer maneira, voar todo o INVA em uma semana, e ainda por cima checar é meio difícil, né? Tem tanta coisa para dar errado… Mas vc pode checar e enviar o processo no mesmo dia. Aliás, normalmente é assim que se faz, não é?

  88. Fernando Suza
    2 anos ago

    Olá Raul, tenho a habilitação de piloto privado e gostaria de fazer meu PC na Inglaterra, eu consigo convalidar minha CHT de PP e continuar meu PC lá? procurei informações na internet mas sem exito.

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Pode. Mas eu não tenho informações específicas sobre isso. Procure non site da agência reguladora do Reino Unido.

  89. Victor
    2 anos ago

    Oi Raul, tenho 29 anos, casado (mas sem filhos). Quero iniciar – do zero – na carreira de piloto comercial e gostaria de sua experiência para me orientar. Meu objetivo é ser piloto internacional com base/residência no exterior. De preferência, Canadá ou Nova Zelândia. Imagine-se com esse mesmo objetivo e com recursos “ilimitados” para sua formação. Destaco a despreocupação com a cobertura do investimento e importância do relacionamento (e aqui acho que cabe uma observação para ser levada, também, em consideração à pergunta abaixo. Pelo que ando lendo, o mais desgastante seria o mercado interno. Se sim, gostaria de dar destaque para uma rápida ascensão de carreira)
    Agora, pergunto: você teria toda sua formação aqui no Brasil ou já iria para um dos países citados e teria sua formação por lá? (até alcançar o objetivo. Ou seja, acredito que a escala nacional tenha grande influência aqui, não?). Ou ainda, teria parte da formação aqui e outra por lá?

    Muito obrigado!

  90. Eric
    2 anos ago

    Boa tarde Raul,

    Meu processo de PPA foi enviado pela escola dia 26/08/2014 mas infelizmente não foi emitida licença provisória não sei por qual motivo. Em contato por email com a ANAC também não me informaram a razão. E é claro que até hoje está em status “Aguardando Análise”.

    Meu problema é que estou com todas as horas de PC/IFR/MLTE pagas na escola e sem voar esperando o processo concluir. O que é claro vai levar entre os 40 e 90 dias que normalmente leva para isso. Noventa dias sem voar estando com as horas pagas por a licença provisória não ter saído é no minimo “inconveniente” é claro ainda mais pra mim que estou alojado e longe de casa, filhos e etc.

    Minha duvida é… Posso começar a voar ao menos as horas visuais de PC sem a provisória? Logico que assumindo o risco de indeferimento do PPA e etc. Mas caso eu voe algumas dessas horas de PCA elas serão validias ou to na geladeira mesmo?

    Grato Raul.

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Tá na geladeira mesmo…
      Voar as horas visuais do PC, que são em comando, é justamente o que tem mais risco, pois elas só poderiam ocorrer após a obtenção da licença de PP. E voar as horas IFR agora não faz sentido pq contraria o Manual do Curso de PC, e vc tbem não deve ter feito o simulador ainda. Então, se a comichão para voar for muito forte, voe um máximo de 5 horinhas em duplo-comando, que é mais ou menos certo que vc terá que voar no final, para completar as 150h. Mais do que isso será jogar dinheiro fora.
      Uma outra forma de preencher o seu tempo livre é estudando inglês. Qto antes vc obter o seu Icao-4+, melhor – e vc pode fazer a prova assim que receber sua CHT de PP. Hoje em dia, amigo, piloto sem inglês não vai a lugar nenhum, vc sabe, né?

      • Eric
        2 anos ago

        Boa Raul,

        Fez-se a luz aqui bah! Vou fazer isso então… as horas de duplo.

        O ICAO tá marcado pra dezembro. Tens razão é fundamental.

        O simulador, independente se vale ou não a pena, é permitido fazer?

        Grato… Abraço

        • Raul Marinho
          2 anos ago

          É, sim. Embora o ideal seria deixar para mais perto de vc voar as horas IFR.

          • Eric
            2 anos ago

            Obrigadão Raul!

            Abraço

  91. Luiz
    2 anos ago

    Raul,
    Sou cidadao americano e brasileiro e tenho uma curiosidade. Tenho PPA checado e estou morando no Brasil. Sobre o ICAO, Existe algum jeito de obter icao na minha cht sem fazer o teste de nivel? Porque por ser cidadao brasileiro, todos nos ja ganhamos portugues na cht logico e como eu sou cidadao americano tambem tem isso?

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Boa pergunta… Olha, eu nunca vi um caso como o seu – que, pela lógica, deveria resultar num ICAO-6 “automático”, sim. Mas conhecendo como funciona a ANAC, que nem sempre respeita suas próprias regras, acho praticamente impossível que ela te conceda um ICAO-6 (ou mesmo 4) só por vc ter cidadania americana. Se nem os pilotos formados nos EUA, com o “English Proficient” na carteira, conseguem!

  92. Eduardo Carvalho
    2 anos ago

    Raul, gostaria que você me confirmasse uma coisa. Fiz minha prova de PC/IFR em Fevereiro de 2014, portanto vencimento em 02/2016. Se até essa data eu não checar, eu irei fazer só a prova de Regulamentos mesmo? Desde já Agradeço.

  93. Anna
    2 anos ago

    Olá,

    Estou estudando a respeito de um caso de queda de avião e gostaria de saber se o piloto tem algum tipo de seguro.

    Obrigqdo desde já.

  94. natanguedes18
    2 anos ago

    Boa tarde Raul.

    Meu nome é Natan eu moro aqui em sp capital,tenho 18 anos eu como pode ver sou apqixonado por aviação como todos aqui do blog.
    Estou pensando em começar o curso de PP ano que vem na eacon,mais estive pensando também e fazer a faculdade (ti) que da um retorno rápido e juntar a grana para tirar os breve lá no canada,que é o pais que eu mantendo o foco de pesquisa para tirar breve no exterior pelo mesmo ter uma politica agressiva de imigração e trabalhadores qualificados,ouvi dizer que lá esta em demanda tanto TI quando pilotos,o que acha da ideia?

    Ou acha melhor eu tirar os breves aqui mesmo no Brasil,e tentar a carreira aqui?

    Vlw abs

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Eu acho que a melhor estratégia para emigrar como piloto é obter uma experiência razoável localmente primeiro (chegar a ser comandante em linha aérea, com umas 500h em comando de Boeing/Airbus/Embraer E-Jet no mínimo), para só depois ir. E, para tal, realizar sua formação no Brasil ou no exterior não vai fazer tanta diferença.

  95. Romerinho
    2 anos ago

    Raul, tenho 22 anos, sou PPA checado, e estou pensando em fazer Ciências Aeronáuticas a distância, pela UniSUL, você particularmente ja ouviu falar nesta faculdade? será que vale a pena fazer ou faço o curso de Piloto Comercial ?
    Também queria saber que, se eu fosse realmente fazer Ciências Aeronáuticas, tendo ja o PPA checado se iria diminuir algum semestre.

    Obg.

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      estou pensando em fazer Ciências Aeronáuticas a distância, pela UniSUL, você particularmente ja ouviu falar nesta faculdade?
      R: Já. E bem.

      será que vale a pena fazer ou faço o curso de Piloto Comercial?
      R: Eu acho que o melhor seria vc fazer o curso de PC no aeroclube e, depois, fazer o curso de AC. Sua prioridade deve ser sempre a obtenção das suas carteiras. Uma vez que elas estiverem garantidas, aí vc pensa no resto.

      Também queria saber que, se eu fosse realmente fazer Ciências Aeronáuticas, tendo ja o PPA checado se iria diminuir algum semestre.
      R: As políticas de abatimento de créditos variam de faculdade para faculdade. Na PUC-RS, por exemplo, vc só abate créditos com PLA+2.500h, para vc ter uma ideia. Há outras faculdades mais flexíveis, e algumas totalmente rígidas. Não sei qual é o caso da UniSul.

  96. Jose
    3 anos ago

    Bom dia, gostaria de saber se o curso teorico de pc tem validade. Por exemplo, o nome foi pra anac e esta no sistema. Existe prazo minino para realizar a banca? Existe a possibilidade do nome sair do sistema?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Em principio, não. Mas como a parte de cursos teóricos não é regulamentada pela ANAC (é isso mesmo que vc leu: não existe um regulamento válido para normatizar a parte teóricas dos cursos de pilotos!), tudo vai depender do analista que estiver analisando o caso (ou da regulamentação que vier a ser publicada)…

  97. Bernardo Rolim
    3 anos ago

    Prezado Raul,

    Sou PPA com licença válida até 08/2015 e minha prova teórica de regulamentos já está vencida a 2 anos. No entanto, a 3 meses atrás, fui aprovado na banca de PC/IFR. É necessário refazer a prova de regulamentos ou a aprovação em nova prova teórica, no meu caso, o de PC/IFR, irá substituir essa exigência?

    Obrigado pela atenção desde já.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      1)Licença não vence, só habilitações (MNTE, p.ex.). 2)Se vc checou o PP, esqueça o vencimento das provas teóricas.

  98. Ricardo
    3 anos ago

    Boa Tarde Raul, tudo bem?

    Raul, gostaria muito de sua ajuda, por favor…. o assunto é o bom e velho PLA…. se puder me ajudar, ficarei muito grato!!

    Eu voo em companhia aérea, como copiloto e isso traz algumas dúvidas também quanto ao cheque de PLA por fora da linha….

    1- O voo de cheque de PLA tem necessariamente de ser com recheque IFR ou posso solicitar no SINTAC apenas o cheque inicial de PLA e usar o meu IFR válido (que revalido na cia aérea) para fazer o voo? Revalidar meu IFR por fora iria ser um gasto desnecessário, pois terei de fazer novamente pela companhia.

    2- O checador não pode ser examinador credenciado, tem necessariamente que ser da ANAC, correto?

    3- Com relação às horas em comando sob supervisão….. não tenho nenhuma….. usarei o item do 61.141 (a) (1) (A) do RBAC 61
    para fins de cumprir o requisito de horas em comando, pois lancei apenas 100 horas em comando na eCIV e conto com as horas de linha aérea que também serão lançadas, pois fiquei sabendo que podem ser consideradas 300 horas de RBAC 121 para 150 horas de comando sob supervisão. Estou correto quando à isso?

    4- Eu ainda não estou muito familiarizado com o SINTAC…. o “start” para solicitar o cheque seria apenas por ali mesmo? Quando eu recebo os dados e o contato do checador? Como eu converso com ele para agendar o cheque? Eu tenho de informar qual avião vou utilizar?

    Eu lancei na eCIV apenas as horas que possuo e que seriam úteis para a emissão da licença, ou seja, os mínimos.

    Raul, desde já agradeço muito pela boa vontade e paciência.

    Grande abraço e sucesso!!

    Ricardo.

  99. Murillo
    3 anos ago

    Grande Raul.
    Gostaria de saber, depois que eu checar meu PP, PC e Inv, quais serão as revalidações que eu terei que fazer todos os anos, para o resto da vida como piloto. Obrigado.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Além do exame médico, todas as habilitações que vc tiver: de CLASSE (MNTE, MLTE), de TIPO, INVA, PAGR, etc. Só não vencem as licenças (PP, PC, PLA).

  100. Eduardo
    3 anos ago

    Olá Raul.
    Em primeiro lugar, desculpe se tenho feito perguntas frequentes no seu Blog, mas é a melhor ferramenta que já achei para sanar minhas dúvidas!

    Bom, lá vai mais uma:

    Sendo habilitado como PP, quantas horas preciso para fazer o curso de INVU(ultraleve)? E se é possivel ter carteira assinada numa escola de aviação leve? Tentarei fazer um bico pra tirar uns trocos enquanto faço o PC.

    Abraço!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Não sei. Procure a ABUL que poderá lhe ajudar mais com isso.

  101. Ítalo
    3 anos ago

    Raul Marinho, tudo bem? Eu tenho uma dúvida quanto ao espaço aéreo divido em setores. Escuto frequentemente pilotos dizerem que estão sobrevoando o setor Sul ou setor Norte, entre outros. Como eu fico sabendo aonde estão localizados estes setores. Eu já sou PPA e voo no Rio de Janeiro. Frequentemente eu escuto os pilotos informando: PR….. está chegando pelo setor Sul do aeroporto de Maricá-RJ, como eu fico sabendo de onde eles está vindo? Obrigado.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Honestamente, não sei como vc checou o seu PP sem saber isso, que é fundamental, básico, o mínimo do mínimo que um PP deveria saber (e, veja bem: não estou te criticando, e sim a escola).
      Bem, mas enfim, acho melhor vc pediu para um INVA que te ensinou para te explicar isso, que é o que ele já devia ter feito há muito. Explicar setores por escrito torna o assunto bem mais complexo do que é…

      • Ítalo de Souza
        3 anos ago

        É verdade, obrigado pela ajuda.

  102. Menezes
    3 anos ago

    Bom dia Raul,
    Sou PCA e estou estudando para o teórico de PPH, como fica o código ANAC, fica o mesmo?, Sei que existe outra CIV de papel, mas e quanto a CIVe?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Boa pergunta… O C.ANAC fica o mesmo, e a CIV física é diferente. Já a eCIV, eu não sei. Acho que só a ANAC mesmo para te responder isso.

      • Menezes
        3 anos ago

        Ultimamente tenho feito umas perguntas bem difíceis a você hemm Raul. rs…
        Mas você ta perdoado, pois já me respondeu muitas e muitas outras.
        Muito obrigado e grande abraço.

        • joaopedrofranca
          3 anos ago

          Eu sou PP checado e tenho a oportunidade de voar um Seneca III como copiloto, já que não tenho o MLTE. Nesses voos como copiloto eu posso anotar horas para as horas visuais do PC mesmo não tendo o MLTE e mesmo não estando em comando?

          • Raul Marinho
            3 anos ago

            Não existe copiloto de Seneca – ao menos, não na aviação “particular”/RBHA-91 (em taxi aéreo/RBAC-135, pode existir em voos IFR). Se o cmte da aeronave for INVA, dá para lançar as horas em duplo comando.

    • Eduardo
      3 anos ago

      Acredito que a CIVe não muda também. Tenho algumas horas de planador, a CIV de papel muda, mas quando você lança na CIV digital, aparece uma categoria “PLAN” lá.

  103. Eduardo
    3 anos ago

    Ola Raul.

    Tenho uma duvida em relação ao PC prático.
    Estou fazendo meu PC pratico em escola não homologada, mas a escola pretende homologar bem em breve. A dúvida é: já tenho algumas horas, e, por enquanto, terei que fazer as 200hrs, porém, se homologar, posso parar nas 150hrs mesmo tendo voado quando nao era homologado? ou terei que voar até as 200?

    Abraço!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      A situação é a seguinte: para vc poder checar com menos de 200h, vc só poderá utilizar as horas voadas em curso homologado – ou seja: vc vai desprezar as horas em que tiver voado antes de o curso ser homologado. Entendeu? Aí é questão de, quando o curso for homologado, fazer as contas e ver o que vale mais a pena…

      • Eduardo
        3 anos ago

        Entendo, e para desprezar as horas, no caso, é só deixar de fora da declaração de horas, certo? Mas, e o que acontecem com elas depois que checar o PC? Podem ser válidas após o cheque?

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Essas horas são suas, e podem estar na sua CIV – vc só não pode considerá-las como parte da experiência requerida para a concessão da LPCA. Para não dar confusão, deixe para lançá-las na CIV digital depois do cheque.

  104. Rodrigo
    3 anos ago

    Boa noite Raul! Enviei o meu processo de PP hoje e já saiu a licença provisória. Posso voar como piloto em comando só com a provisória? E se meu processo for indeferido, essas horas em comando permanecem, como funciona? Obrigado, abraços!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Enviei o meu processo de PP hoje e já saiu a licença provisória. Posso voar como piloto em comando só com a provisória?
      =>Sim.

      E se meu processo for indeferido, essas horas em comando permanecem, como funciona?
      =>Em principio, sem problemas. Afinal, vc estava regularmente habilitado qdo voou essas horas, né? Mas em se tratando de ANAC, tudo pode acontecer, e não é impossível que algum analista maluco entenda que essas horas em comando não valham…

  105. Eduardo Presto
    3 anos ago

    Caro Raul, tudo bem?!
    Meu nome é Eduardo, sou produtor e organizador de eventos em São Paulo e desde pequeno me encanto com a aviação, mais precisamente com helicópteros. Sou helimodelista e há pouco tempo resolvi parar de “brincar” e dar início a carreira na aviação. Decidi fazer esta mudança em plenos e firmes 35 anos!

    Igual a maioria dos iniciantes, comecei minhas pesquisas pela internet e sempre que encontrava um bom tópico sobre o assunto, caía em seu blog e isso me transformou em um assíduo leitor. Foi também através do blog que fiquei sabendo sobre o II Seminário Contato Radar que viria a acontecer ao lado da minha casa (moro próximo da Anhembi) onde foi uma excelente oportunidade de te conhecer e outras sumidades do assunto. Desde já, deixo meus sinceros parabéns pelo blog que dissemina o seu conhecimento e amor pela aviação!

    Raul, diante desta decisão de mudança de profissão, gostaria de compartilhar com você algumas questões que me causam muitas dúvidas. Seguem elas:

    O fato de ter 35 anos seria algo proibitivo para iniciar esta carreira?
    No caso da aprovação da emenda do RBAC-61 que propõe as tais 200 horas para ingressar como INVH, quais seriam as alternativas que um PCH recém checado teria para se tornar instrutor?
    Considerando as questões acima mencionadas e com uma análise realista do cenário da aviação hoje, quais seriam as chances de um piloto de helicóptero conseguir um emprego aqui na capital de São Paulo como PCH?

    Agradeço muito sua atenção e agradeço todo o conhecimento que adquiri através de seu blog e da excelente mediação, palestra e inserções que fez no seminário!

    Abs

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Eduardo, em relação às suas duas preocupações iniciais, relaxe. Sua idade não é problema e as 200h PIC não deverão passar na próxima revisão do regulamento. Mas como fazer para um PCH recém-formado conseguir seu 1o. emprego é, sim , um grande problema. Porque diferente da asa fixa, na rotativa praticamente não existe a opção de começar como copiloto, dado que quase todos os helicópteros da aviação geral são single pilot. E para começar direto como comandante, há aquela velha questão do seguro, que inviabiliza a contratação de pilotos com menos de 500h – e os operadores de helicópteros sem seguro são ainda mais restritivos para contratar recém-formados. Logo, só acaba sobrando a instrução mesmo (ou a caneta, mas essa alternativa nem podemos considerar), e aí as leis de oferta e demanda são implacáveis: muito INVH para pouca escola, já viu, né? As chances de vc mofar na fila para conseguir uma colocação são imensas…

      Então, eu acho que o que vc pode fazer é tirar o seu PPH, e ir “comendo pelas beiradas” daí em diante, tentando se aproximar da comunidade de asas rotativas utilizando sua atividade na produção de eventos. O que eu quero dizer com isso: aproxime-se do pessoal que promove eventos na aviação, como a ABAG/LABACE (que, por sinal, será na semana que vem), a EAB, os domingos aéreos, etc. Nesse meio, vc pode conhecer pessoas-chave entre os operadores de helicópteros, como táxis aéreos, vendedores de equipamentos, oficinas, empresas de compartilhamento de aeronaves, escolas, etc. E, na medida em que vc conseguir (ou não) construir relacionamentos que possam te ajudar a entrar no mercado, vc pode tomar uma de três decisões possíveis: a)partir para um curso de PCH e obter a sua carteira logo de uma vez; b)voar em aeronaves desses mesmos operadores, e checar o seu PCH com 150h (na hipótese de vc ter muito sucesso nessa aproximação com os operadores); ou c)postergar os planos de se tornar piloto profissional, se vc sentir que é, de fato, muito difícil ingressar no mercado nesse momento. Eu acho que, assim, vc mitiga os riscos de gastar um rio de dinheiro com uma formação que hoje tem um gargalo muito estreito, pois no fim das contas, serão os seus relacionamentos que irão viabilizar (ou não) a sua carreira. Entendeu o espírito da coisa?

      Se vc quiser começar trabalhando conosco como voluntário, na organização destes seminários, fica o convite.

  106. Mateus Dantas Feitosa
    3 anos ago

    Olá comandante,sou de maceio faço horas praticas de PP em SNRU (caruaru ) voando PA18 ,queria tirar uma duvida contigo .. Seguinte sempre sonho de ser piloto de avião ,quero ser ,consigo imaginar empregado como piloto de avião .Enfim ,ultimamente as pessoas da area fica falando muito mal de escolas concorrentes ou até profissionais que já estao na executiva as vezes tiramos duvidas de fazer horas de PC em algumas escolas onde tem muitas aeronaves e area controlada ,varios aerodromos para pouso .. Seguinte as vezes fico meio que em duvida onde posso fazer meu PC ,onde posso ter uma boa formação de piloto ,e quando tiramos essas duvidas sobre escolas ,aeroclubes é dificil ter uma referencia boa e etc. Comando onde faz horas praticas ,teoricas e etc justifica o curriculum ? Eu que estou aprendendo a voar depois vo para etapa aprender a navegar ,tenho que pesquisar bem onde me formo como piloto ? Tem aquela famosa palavra que falam por ai ;a tal escola é queimada ,va nãoo e num sei oque .. bom brigado pela atenção ,bons voos ! CAVOK ! abraçooo fica com deus

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Eu acho que a sua 1a. preocupação deve ser com a segurança, e a 2a. a qualidade da formação, independente dessa história de “é bom para o currículo”. E me parece que a formação oferecida pela sua escola está ruim tanto num aspecto quanto no outro, então eu consideraria prosseguir com ela em outra escola. Em termos de “currículo”, eu até acho que não vai fazer muita diferença, mas segurança e qualidade devem vir antes disso.

  107. Renan Gomes
    3 anos ago

    Olá Raul,
    Perdoe-me se já foi postado algo a respeito, pesquisei mas não encontrei.
    Sou PP recém checado, ainda não iniciei o PC/Multi/IFR mas o farei em breve. Então, vou usar o meu exemplo pensando no futuro com PC checado e apto ao mercado de trabalho.
    Minha dúvida é a seguinte: no currículo de um piloto deve constar apenas a experiência relativa à aviação?
    Por exemplo: tenho 30 anos, sou formado em ciência da computação, tenho MBA em gestão de TI e atuo na área de TI desde os 21. Trabalhei (e ainda trabalho) em grandes empresas da área hospitalar e em grandes projetos implantando os famosos ERP (sistemas integrados de gestão), coordenei equipes, etc. Enfim, numa possível transição para a carreira de piloto, toda essa experiência passada deve ser ignorada? Ou melhor, ela será ignorada pelo contratante?
    Não é estranho apresentar um currículo onde a experiência inicia aos 30 anos? Não pode surgir a indagação sobre o que foi feito no passado?
    Além disso, toda essa experiência fora da aviação agrega ao perfil profissional características comuns à ambas profissões, por exemplo: trabalho em equipe, paciência, disciplina, trabalho sob pressão, disposição para o aprendizado e novos desafios, etc.

    Então, ao mudar de profissão, como eu deveria proceder ao elaborar o currículo para piloto?

    Obrigado! Abraços!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Este assunto foi debatido no II Fórum Contato Radar da semana passada, e eu vou escrever um post sobre isso em breve.

  108. Luciana
    3 anos ago

    Olá Raul tudo bem? Queria tirar uma dúvida com você se possível. Fiz uma segunda época essa semana para PPH. Tinha ficado em conhecimentos técnicos e marquei a segunda época com o prazo de um mês para estudar bastante. Enfim sabia de cor e salteado todos os livros e as provas do piloto Brasil estava fechando todas. Mas infelizmente fui reprovada com 13 pontos. Caíram algumas questões que me lembro ter estudado em teoria de voo e nem me preocupei em estudar para esta prova. Estou tão perdida até agora que não consegui achar nem nos meus livros as questões que fiquei em dúvida. Enfim, você com sua experiência acha que devo recorrer? Você já viu algum recurso pra Anac dar certo? Desde ja agradeço pela atenção. Um grande abraço. Luciana.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Para começo de conversa, vc não pode sair com o caderno de provas, então recorrer como? Do quê?
      Mas eu acho que refazer a banca será mais rápido do que entrar com recurso, de qualquer maneira…
      Boa sorte da próxima vez!

      • Lu Mello
        3 anos ago

        Na verdade eu já pedi uma revisão de prova e a Anac libera e marca um dia e vai até a sala de provas, anota as questões que quer recorrer e envia o recurso entendeu. Só queria saber se vc já viu alguém fazer isso. Mais uma vez obrigada. Luciana

        Sent from my iPhone

        >

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Nunca vi.

        • luciana mello
          3 anos ago

          Lu, sou piloto de asa fixa, pla. Fiz meu pc, em 1998, pois então já mudou muita coisa, mas durante esse período, já ouvi sobre recorrer sobre questões de prova. E um tanto burocrático, mas funviona. Mas entenda, as vezes na hora, com o nervosismo, pode ter até preenchido o gabarito errado. Quero dizer, é mais fácil o candidato errar do que, a correção estar errada., mesmo porque e multipla escolha, segue uma correcao com gabarito mais difcil de haver erros, entende. Mas… nunca se sabe, boa sorte.
          August, 15
          Sua chara

  109. Eros
    3 anos ago

    Bom dia

    Meu MLTE esta vencido a mais de 6 meses. Quantas horas tenho que voar para revalida-lo? tenho um amigo que voa um seneca, ele tem PLA, mas ainda é a carteira provisória. Eu posso fazer voos com ele e ele assinar essaa hoas para mim?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Meu MLTE esta vencido a mais de 6 meses. Quantas horas tenho que voar para revalida-lo?
      =>Não há um requisito de horas. Na verdade, vc vai ter que obter sua habilitação de novo, conforme diz a seção 61.197 do RBAC-61:
      “Após decorridos 6 (seis) meses, ou mais, desde o final do período de validade estabelecido na
      seção 61.19 deste Regulamento, sem considerar o prazo de tolerância estabelecido na seção 61.33
      deste Regulamento, o titular de uma habilitação de classe não poderá mais solicitar sua revalidação,
      devendo, neste caso, ser efetuada uma requalificação. A requalificação consiste em uma nova
      demonstração, por parte do candidato, do cumprimento dos requisitos de conhecimentos teóricos,
      instrução e proficiência para concessão da habilitação de classe pertinente.”
      E isso vai depender do INVA que assinar a sua requalificação.

      tenho um amigo que voa um seneca, ele tem PLA, mas ainda é a carteira provisória. Eu posso fazer voos com ele e ele assinar essaa hoas para mim?
      =>Não, tem que ser INVA. A requalificação até pode ocorrer no Seneca do seu amigo, mas não pode ser com ele te dando instrução.

  110. Cmte_vix
    3 anos ago

    Raul,

    Eu fiz minha prova de CCT para PC/IFR e acabou de vencer(bem em cima do check). Eu consigo renovar? Liguei para Anac e uma pessoa disse que não é mais necessário fazer a prova de regulamentos, pq eu tenho voado…. Fico com medo de não fazer e bombar na hora da conferência de documentos.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Vc vai precisar fazer a prova de REG, sim, te informaram errado. A pessoa que te atendeu provavelmente confundiu com a renovação da habilitação de CLASSE – que, caso vc tivesse experiência recente, realmente não requereria a prova.

  111. Flávio
    3 anos ago

    Raul,
    recebi o e-mail do exame teórico da anac com essas informações:

    Prezado(a) candidato(a),

    Não foi possível realizar sua inscrição, devido as seguintes pendências:

    * Comprovante de pagamento
    * Documento de identificação
    * Foto 3×4

    O que eu faço? esperei quase 3 meses para isso.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      As inscrições por e-mail geralmente dão problema… Eu recomendo vc ir até um escritório da ANAC e realizar a inscrição presencialmente.

      • Flávio
        3 anos ago

        Raul, ontem eu entrei em contato com a ANAC e eles me falaram que vão me dá uma resposta em 5 dias.
        Sobre a inscrição presencialmente, eles me falaram que está suspenso no Rio de Janeiro, então não tem como ir.
        Mesmo assim eu estou quase indo, de repente eu consigo resolver isso pessoalmente…

  112. Rafael
    3 anos ago

    Raul, tenho 18 anos e pretendo começar o curso para piloto privado, fiquei cerca de um ano e meio afastado desse mundo da aviação, devido a falta de motivação, acabei desanimando um pouco e agora voltei com tudo. A minha pergunta é: eu tenho alguns problemas dentários, não que seja algo grave, são problemas que toda pessoa tem, já fiz duas vezes canais e em um deles tive que colocar uma coroa de porcelana, fora isso meus dentes estão todos ok. Isso pode me atrapalhar ou me reprovar quando for fazer o exame? Abraço.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Baixe o RBAC-67 (link no blog), e leve-o ao seu dentista para ele avaliar os respectivos requisitos odontológicos.

  113. Carlos Coio
    3 anos ago

    Boa Tarde.
    Fiz a minha inscrição para PPA por e-mail e a data da prova já passou, eles até agora não me responderam, o que devo fazer agora?
    Esperar que a ANAC entre em contato ou procurar a ouvidoria?

    Obrigado.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Vá num escritório da ANAC e faça sua inscrição presencialmente.

  114. Antonio
    3 anos ago

    O que faço para ser piloto?

  115. Victor Costa
    3 anos ago

    Olá Raul!! É possível checar o PP no Brasil e iniciar o PC nos Estados Unidos? Muito obrigado!!!

  116. Thadeu
    3 anos ago

    Raul, boa noite…Tenho uma curiosidade a respeito das luzes das aeronaves, quais os momentos ideais para se ligar cada uma? (Beacon, Navegação, Taxi, land e stobo) ?Pode me ajudar? Procurei algumas fontes na net mas não batem….

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      A informação oficial é a do RBHA-91:
      91.209 – LUZES DA AERONAVE
      Nenhuma pessoa pode:
      (a) Durante o período compreendido entre o pôr e o nascer do sol
      (1) operar uma aeronave, a menos que as luzes de navegação da mesma estejam acesas;
      (2) estacionar ou rolar uma aeronave dentro, ou perigosamente perto, da área de operações de vôo de um
      aeródromo, a menos que essa aeronave:
      (i) esteja claramente iluminada;
      (ii) esteja com as luzes de navegação acesas; ou
      (iii) esteja em uma área demarcada por luzes de obstrução.
      (3) ancorar uma aeronave, a menos que essa aeronave:
      (i) esteja com as luzes de ancoragem acesas; ou
      (ii) esteja em uma área onde luzes de ancoragem não sejam requeridas.
      (b) Operar uma aeronave para a qual o parágrafo 91.205(c)(3) requerer seja equipada com um sistema de luzes anti-colisão aprovadas, cor vermelha aviação ou branca aviação, sem que tais luzes estejam acesas. Entretanto, as luzes anticolisão não precisam ser acesas caso o piloto em comando considere que, em função das condições de operação ou no interesse da segurança

      • Thadeu
        3 anos ago

        Legal…Mas você sabe me dizer o tempo de cada uma a ser ligada e desligada? por exemplo as luzes de pouso devem ser ligadas na hora do taxi e desligadas no ponto de espera….Gostaria de saber se existe um documento oficial falando sobre o momento de ligar e desligar cada uma…agradecido pela primeira resposta

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Meu caro, está tudo explicado no documento oficial que eu te indiquei.

  117. Marlon Oliveira
    3 anos ago

    Alguém sabe quem aplica a prova da ICAO no Rio de Janeiro?
    Sabe se ele é tranquilo, se ele fala rápido demais? vou fazer a prova em setembro e estou preocupado com esses detalhes.

    Obrigado…

  118. Ítalo
    3 anos ago

    Olá boa noite à todos. Eu estou para fazer o CMA de 1ª classe. Alguém conhece alguma clínica particular boa credenciado pelo Cemal? Obrigado.

  119. Tiago Aparecido
    3 anos ago

    Minha duvida é rapida Eu posso fazer o PP teorico no Brasil e o pratico nos Estados Unidos ? Se eu me formar aqui no Brasil posso transformar meu currículo em internacional para o Canadense em especial ?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Minha duvida é rapida Eu posso fazer o PP teorico no Brasil e o pratico nos Estados Unidos ?
      =>Não

      Se eu me formar aqui no Brasil posso transformar meu currículo em internacional para o Canadense em especial ?
      =>Poder, pode. O duro vai ser conseguir um visto de trabalho no Canadá.

  120. Philippe
    3 anos ago

    Boa Noite Raul, tudo bem?
    Minha duvidá é seguinte, fiz o treinamento para checar PC/MLTE/IFR, mas a escola foi descredencia do MLTE, então consegui checar o PC/MNTE, só que fiz 12 hora de MLTE, que começaram a ser feitas no dia 22/01/2014, segundo o RBAC, eles vencem com 6 meses, ou seja dia 22/07/2014. Uma pessoa me disse que as horas não vencem mais, que o regulamento mudou, mas não estou achando nada a respeito. Se as horas realmente vencerem, eu tenho alguma outra alternativa?
    Obrigado!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Lamento informar, mas vc entrou no “Pântano do MLTE”… É o seguinte: a ANAC não possui um manual de curso de MLTE, como existe para PP, PC, IFR, INVA, AGRA, etc. Então, ela ~homologa~ o “curso de MLTE” caso a caso, e por critérios pouco transparentes, determinados aeroclubes e escolas a dar o “treinamento MLTE ~homologado~” – que, na verdade, homologado não é, justamente porque não existe o tal manual. E, no seu caso, o aeroclube em que vc cursou o seu PC não teve essa tal ~homologação~.
      Pois muito bem. Mas vc tem as 12h de MLTE que o RBAC-61 requer, certo? – e elas realmente tem 6 meses de prazo, isso está no regulamento. Então, vc poderia utilizar essas horas para checar o seu MLTE fora do curso de PC, e isso não deveria ser um problema. Na verdade, não era, e eu mesmo chequei o meu MLTE assim, só que na época do RBHA-61. Só que agora, com essa história de ~homologação~ do treinamento MLTE, eu sinceramente não sei o que pode acontecer num caso como o seu. Porque, de acordo com o RBAC-61, vc poderia checar o MLTE com essa horas, e fim de papo. Mas, se fosse simples assim, porque vc não pode checar o MLTE quando checou o seu PC-IFR? Percebe a inconsistência da coisa? Se essas suas horas de MLTE não foram ~homologadas~, elas não poderiam servir para vc checar o MLTE em nenhum dos casos, nem no seu cheque de PC nem agora. Mas se elas são válidas, por outro lado, elas deveriam já ter servido quando vc checou o PC, tanto quanto agora… Confuso, né? Pois é…

  121. Fagner
    3 anos ago

    Boa noite Raul!

    Tenho uma dúvida o quanto confusa para tirar, na verdade, somente confirmar com você. Minha carteira de MNTE (PP) venceu no mês de abril deste ano, até abril eu fiz TODAS minhas horas que necessitava em comando VFR (Estou no curso de PC). Com a carteira vencida voei somente o IFR que é duplo comando e fechei 20 horas de IFR indo agora para o simulador e irão faltar 5 horas para fechar as 150 juntamente com o simulador. Minha dúvida é a seguinte, na hora de enviar o meu processo posso ter algum tipo de problema por ter feito deste jeito? E as horas que precisarei fazer VFR para fechar as 150, caso lançar como duplo comando visual pelo fato de estar com a carteira de MNTE vencida, pode gerar algum problema? (Quero fazer duplo justamente por estar com o MNTE vencido) Estou quebrando a cabeça a um tempo com isso, grandes amigos meus já me deram uma luz quanto a isso, mais sempre gosto de uma segunda opinição. Desde já agradeço e aguardo a sua resposta. Obrigado!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Olha, Fagner, vc até poderia voar essas 5h que faltam em DC com o MNTE vencido. Mas, e o cheque, que é PIC, como vc vai fazer? Percebe o drama: vc vai ter todas as horas, mas não vai poder checar o seu PC, então de que adianta? Eu sugiro que vc revalide o seu MNTE logo, voe essas 5h restantes PIC, que vai ser muito melhor, e fique apto a ser checado.

      • Fagner
        3 anos ago

        Boa tarde Raul,

        Grato pela resposta e pela atenção, vou ver o que faço, pois achei que o check do PC era duplo comando, em função de ser IFR.

        Abraços.

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Mas mesmo que fosse… Vc vai entrar no mercado já com a habilitação vencida? Faça um esforço extra e revalide essa sua habilitação o quanto antes.

          • Fagner
            3 anos ago

            Beleza!!
            Obrigado pela ajuda. Abraços.

  122. Ítalo
    3 anos ago

    Boa tarde Raul. Sobre o curso de IFR, ele já vem dentro do curso teórico de PC. Quando eu for prestar a prova da Anac de PC as matérias de IFR já estão inclusas? Como funciona isso? Depois do curso teórico de PC , o próximo passo seria o INVA e logo após o teórico de PLA?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Para avião, o curso teórico de PC inclui o IFR (para helicóptero, não). Depois do curso de PC teórico, vc tem que fazer a banca de PC. Aí vc pode fazer a banca de PLA, mesmo antes de checar o PC. E também pode fazer o curso e a banca de INVA/H, se desejar ser instrutor lá na frente.

      • Ítalo
        3 anos ago

        Obrigado pela ajuda.

  123. fernandopereira74
    3 anos ago

    Prezado Raul,

    Sou copiloto de uma companhia aerea e vou entrar em processo de elevação de nível para comando. Tenho 1600 hs de voo em CIV e 2600 na companhia. Sou PCA e vou checar o PLA após a instrução em rota para comando na companhia. Quando levei minha documentação para elevação na empresa lançei na CIV Eletrônica as últimas 150 hs de comando voados fora da empresa, voadas sob as regras 91 para fazer comprovação das horas em comando exigidas para o cheque de PLA, conforme preconiza a RBAC 61.
    Minha dúvida é a seguinte: como já tenho as horas na empresa suficientes para checar o PLA e as horas de comando mínimas fora da empresa exigidas pela rbac 61 (100 hs de comando), eu preciso lançar todas as minhas horas de CIV (1600hs) na CIV Eletrônica ou apenas as horas exigidas de comando (100, no mínimo)? uma vez que a empresa enviará à anac meu total de horas na empresa que supera 2500hs. As últimas 150hs de voo que voei fora fora da empresa (rbac 91) lançadas na CIV Eletronica Já é o suficiente para comprovação das horas em comando?

    Agradeço pela atenção
    Abs

    Fernando.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Vc só precisa lançar na CIV eletrônica os voos que vc efetivamente for precisar comprovar. Assim, para este caso em especial, vc só precisaria lançar as 150h PIC mesmo. De qualquer maneira, eu acho bastante recomendável que vc lançasse todos os demais voos, nem que fosse depois do seu cheque de PLA, assim vc poderia comprovar 100% da sua experiência de maneira oficial. Nunca se sabe o que vão exigir lá na frente, né?

  124. Eduardo Passa
    3 anos ago

    Olá Raul, tudo certo?
    Seguinte.

    Meu processo de PPA foi indeferido por causa dos comprovantes das GRU’s estarem ilegíveis (para eles). No email veio esta mensagem:

    “Informo que não cabe mais entrega de documentos complementares nesse processo. Para que possa ter o pedido aceito favor abrir outro processo contendo todas as pendências.”

    Minha dúvida é: preciso pagar as GRU’s novamente, ou posso mandar as mesmas? pois fui no banco e consegui a 2ª via do comprovante.

    E outra, ao enviar outro processo, uma nova provisória será enviada à mim? ou não?

    Abraço!!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Acho melhor vc entrar em contato com a ANAC e solicitar informações sobre como agir.

      • Eduardo Passa
        3 anos ago

        Bom, me orientaram a pagar a GRU 97 novamente, e até é isso que consta no site da ANAC. Mas meu processo continua lá como “aguardando indeferimento”. Quer dizer que mandaram para outro setor para avaliar se sera indeferido mesmo? Pois ja paguei a GRU e mandei outro processo já.

  125. Nurenberg
    3 anos ago

    Ola, eu já conclui o meu curso teórico de piloto privado em um aeroclube e gostaria de saber como eu faço para procura no próprio site da anac mesmo se o meu no está lá ? Gostaria de ver se o meu nome já está na lista das pessoas que tem certificado, como eu faço isso?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Que eu saiba, essa informação não fica disponível no site da ANAC, mesmo porque a ANAC não precisa de saber quem tem certificado de curso de PP, já que ele não é obrigatório.

  126. edwin vitor
    3 anos ago

    oi eu tenho 18 anos mais não tenho condições financeira pra fazer curso de piloto e investir como eu faço? eu desitu ?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Comece explorando este blog, que tem vários posts direcionados a quem quer ser piloto e não tem condições financeiras.

  127. Thadeu
    3 anos ago

    Raul Boa noite, como faço para extender o prazo da validade de minha banca Anac? Vence em agosto e vou conseguir o dinheiro somente em dezembro…é possivel prolongar o prazo? A banca foi de piloto privado, passei sem ficar de segunda época…É possivel prolongar a data de validade?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Sim, com uma prova de regulamentos. O pessoal do aeroclube em que vc vai checar irá te orientar qto a isso.

      • Thadeu
        3 anos ago

        Opá, maravilha cara, porque estudar aquela infinidade de materias novamente….OBRIGADO MAN, VOCE É O CARA….

  128. joão
    3 anos ago

    Boa tarde, eu tenho uma dúvida, sou estudante de ensino superior em uma faculdade federal e estou no 8º periodo. Possuo o histórico de ensino médio, histórico da minha faculdade e comprovante que eu estudo nessa faculdade. Minha banca anac vence em setembro e vou chegar minhas horas de voo em pará de minas. Descobri que para checar as horas de voo necessitam do CERTIFICADO de ensino médio como pré-requisito. Entretanto eu perdi esse certificado e minha escola de ensino médio faliu a uns 4 anos atrás. O que posso fazer quanto a isso? existe algum recurso? Porque se eu tenho comprovante que estudo no momento em uma faculdade federal, comprova que eu terminei o ensino médio…É obrigatório a apresentação de CERTIFICADO DE ENSINO MÉDIO?

    obs: desculpe o post em local errado…abraços!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Pois é, a ANAC exige mesmo o certificado do EM, e não adianta vc apresentar diploma de faculdade ou até de doutorado, que eles indeferem. Então vc tem duas alternativas: a primeira é tentar argumentar com o pessoal da GCEP/ANAC; a segunda é obter uma segunda via deste certificado. Mesmo com a escola falida, há um controle de certificados em algum lugar do MEC e/ou da secretaria estadual de ensino do seu estado. Eu tentaria a 2a. opção…

  129. Cassia Santos
    3 anos ago

    Olá Raul,
    Boa Tarde!

    Eu fiz a minha inscrição para piloto privado de avião por e-mail e alguns amigos meus me falaram que pode demorar quase 2 meses para marcar a prova, alguns me falaram para marcar a prova diretamente no posto da anac em minha cidade (falaram que a marcação é mais rápida) e outros me falaram que eu não posso marcar mas já que eu fiz a minha inscrição por e-mail, eu ia entrar em contato com a anac só que estou com receio que eles falem que não pode, mesmo podendo e não deixe marcar a prova no posto, estou preocupada com o rbac-61 e com as mudanças ou não que vão ter em setembro. Poderia me informar se eu posso marcar a minha prova diretamente ou já que eu mandei o e-mail eu tenho que aguardar?

    Desde já agradeço sua atenção…

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Qto a poder demorar até 2 meses para vc receber uma resposta, é verdade. Já sobre a questão de vc poder marcar a prova presencialmente tendo enviado e-mail, eu entendo que dá para resolver a questão presencialmente, sim. Abra o jogo para o funcionário que te atender; o pior que pode acontecer é ele mandar vc de volta para casa esperar o e-mail.

  130. FLAVIO PINHEIRO
    3 anos ago

    Raul,
    Boa Tarde!

    Eu sempre estou aqui te perturbando com varias perguntas relacionada a aviação.
    Agora eu tenho mais uma. rsrs. Você é o Google da aviação, tem todas as respostas.. rsrs

    Gostaria de saber, se tem como eu fazer a prova da ICAO antes mesmo te concluir o PPA?

    Desde já agradeço..

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      O problema é que eu não sou um software, sou uma pessoa, e nem sempre estarei disponível. Por isso, recomendo que vc procure as respostas por sua própria conta sempre que possível. Esses dias mesmo, vc postou aqui suas dúvidas sobre que ônibus pegar para ir num determinado lugar… Por sorte, apareceu um leitor que te orientou, mas foi sorte. Não seria melhor vc se informar nos lugares corretos? Não estou te dando uma bronca, é só um toque mesmo.
      Essa pergunta, por exemplo: é a 1ª do FAQ da ANAC sobre a prova http://www2.anac.gov.br/anac/perguntasFrequentes.asp:

      1) Ainda não tenho licença brasileira de piloto, mas já tenho código ANAC. Posso realizar o SDEA?
      Não. Somente poderão se submeter ao SDEA pilotos já detentores de licença brasileira.

      Não seria mais fácil para vc ir no site da ANAC e pesquisar?

      • FLAVIO PINHEIRO
        3 anos ago

        Obrigado pela orientação Raul.

  131. Murillo
    3 anos ago

    Minhas desculpas, caso este assunto já fora tratado aqui, apesar de ter pesquisado, não encontrei nada que solucionasse minha dúvida.
    A questão é: Hoje, Pilotos com formação em “Aviação Civil” ou com algum curso superior, eles ganham mais do que um piloto que fez apenas o curso?
    Aproveito também para parabeniza-lo pelo trabalho que vc faz aqui no Blog, sem dúvida de uma imensa utilidade…

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Esta sua pergunta é muito mais interessante do que vc imagina…
      Vou respondê-la com um post, aguarde.

  132. Ítalo
    3 anos ago

    Raul, boa tarde. No voo de check de PP, caso o checador reprove o aluno por algum motivo, qual é o procedimento? O aluno poderá fazer novamente o check, como funciona? Existe uma data limite, o aluno terá que fazer mais aulas? Como é feito isso? Obrigado

    • João Carlos Medau
      3 anos ago

      Conforme a IS 00-002B, caso o piloto seja reprovado num cheque de PP, o examinador deve preencher uma FAP 01 com “X” no reprovado e uma FAP 09 – Ficha Modelo de Aviso de Reprovação. Nesta FAP 09, ele deverá listar os ítens deficientes e o piloto deverá receber instrução de um INVA nos itens deficientes antes do novo cheque. Ao final da instrução, o INVA deve assinar a FAP 09 atestando que o piloto está apto para nova “tentativa”.

  133. FLAVIO PINHEIRO
    3 anos ago

    Alguém pode me informar qual o ônibus que eu posso pegar no centro do Rio de Janeiro para fazer a prova em Jacarepagua?
    Entrei em contato com ANAC (0800, e-mail e Telefone de Jacarepagua) mas não obtive resposta, o telefone que tem no site e que a ANAC me passou via 0800 não funciona, e pelo e-mail ainda não responderam.

    Se alguem souber, fico agradecido..

    • Ítalo
      3 anos ago

      Cara, tanto no aeroporto SDU quanto na rodoviária exitem um ônibus da Real chamado de ´´Frescão´´ que vai até o terminal Alvorada na Barra da Tijuca. Alí é bem próximo ao aeroporto de Jacaré. Pegue um táxi do terminal Alvorada até o aeroporto é rapidinho.

      • FLAVIO PINHEIRO
        3 anos ago

        Obrigado Ítalo…

      • FLAVIO PINHEIRO
        3 anos ago

        Descobrir que o ônibus 315 – RECREIO DOS BANDEIRANTES – CENTRAL (VIA LINHA AMARELA) passa em frente ao SBJR.
        Obrigado ai pela ajuda…

  134. Lucas Abreu
    3 anos ago

    Olá, Raul, como vai? Meu nome é Lucas e estou com 17 anos, termino o ensino médio esse ano e pretendo iniciar meus estudos de aviação em um aeroclube aqui no Rio de de Janeiro. Minha grande dúvida é que se para me tornar piloto de linha aérea, eu tenho de ter faculdade? É verídico esses rumores que as grandes empresas não contratam mais pilotos sem curso superior?

    • FLAVIO PINHEIRO
      3 anos ago

      Lucas,
      Boa Noite!

      Me chamo Flávio.
      Sobre a sua pergunta.
      Você não precisa ter o curso superior (Ciências Aeronáuticas) para trabalhar em linhas aéreas (PLA).
      Tenho parentes que trabalha na GOL, AZUL e internacionalmente EMIRATES que já me falaram isso.

      Mas recomendo fazer a faculdade, é um leque que abre para seus conhecimentos.
      Na Estacio (centro do rio) tem Ciências Aeronáuticas.

      Eu acho que quando você faz a faculdade diminui suas horas de voo em PC…
      Não tenho muita certeza desta parte…

      Mas pode ficar tranquilo com o resto.

  135. Rinaldo
    3 anos ago

    Boa tarde.
    Sou INVA e gostaria de saber se posso dar instrução em aeronave particular?
    Posso lançar na CIV as horas dessa aeronave em instrutor de voo?
    Obrigado!

  136. fpulz
    3 anos ago

    Boa noite Raul,

    Gostaria de saber sua opinião sobre minha situação:

    Estou atualmente com 15h, praticamente todas feitas no C150 devido a indisponibilidade do AB11 quando iniciei a parte prática. Tenho vontade de ter experiência em aeronaves convencionais, porém não sei quando é a melhor hora para realizar a transição.

    A aeronave que tenho voado foi para TBO (estava quase solando quando isso ocorreu), e o aeroclube disponibilizou um C152 para cobrir a ausência da outra aeronave, bem como o Boero voltou a voar.

    Não sei se faço mais alguns voos no 152 e solo com certa facilidade (devido as semelhanças) ou se faço a transição para o AB11 de imediato e continuo até checkar o PP.

    PS: Não tenho interesse em seguir para agricola nem nada, a vontade de voar convencional é mais por gostoe e interesse em voar outras aeronaves do tipo no futuro (e também o cu$to reduzido rsrs).

    Obrigado pela atenção.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Eu faria o seguinte: tocaria o restante do PP no C152 mesmo e, depois do cheque, faria uma parte das horas visuais do PC no Boero. Porque se vc for voar de Boero agora, vai demorar muito para checar o PP, e isso pode fazer com que vc cheque o PC com mais de 150h. Sacou?

      • fpulz
        3 anos ago

        Saquei! rsrs Realmente Raul, acho que vou ter muita dificuldade e isso vai levar pelo menos umas 10~15h pra resolver. Melhor deixar pro PC mesmo. De qualquer maneira, muito obrigado pela ajuda e parabéns pelo seu blog! Abraço!

  137. Menezes
    3 anos ago

    Boa tarde Raul,
    Sou Técnico em eletrônica a 12 anos com CREA, sou PC mono / IFR checado a pouco tempo, também estou cursando o 5º semestre de Pedagogia, pretendo fazer o curso de INVA para dar instrução futuramente (esperando o RBAC 61), pois aviação é minha paixão, pretendo me inserir cada vez mais no mundo aeronáutico e gostaria de saber se existe alguma especialização da área de aviação ou como poderei agregar os conhecimentos de Pedagogia no meio aeronáutico, ou seja, quero usar os conhecimentos alem das instruções de INVA.
    Fiquei sabendo que existe alguma preferencia para mecânicos que já tenham CREA, (o curso de mecânica aeronáutica não dá direito a obtenção do CREA, mas quem estudou em escola técnica pode agregar seu curso técnico, no meu caso eletrônica, ao curso de mecânica aeronáutica, ANAC/CREA), os mecânicos com CREA podem ficar responsáveis e assinar alguns relatórios de manutenção, o que você acha que poderia fazer com esses conhecimentos? como poderia engajar no meio aeronáutico? Quero voar, mas também gostaria de efetuar outras funções.
    Muito obrigado,

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Menezes, estas são, sem dúvida, as perguntas mais originais que recebi aqui no blog. Tão originais que não sei responder…
      Sobre suas certificações junto ao CREA, eu entendo que elas façam mais sentido junto à indústria aeronáutica do que para as atividades de manutenção de aeronaves, que geralmente requerem a licença de MMA. Mas acho que vc deve investigar isso melhor junto às empresas do setor – até para verificar se os seus conhecimentos em si (independente de certificados) seriam úteis em alguma oficina.
      Já quanto ao seu futuro diploma de Pedagogia, eu sei que as escolas de aviação precisam de contar com assessoria técnica de um profissional da área em determinadas etapas da elaboração de seus planos de instrução. Mas não sei exatamente como isso funciona… Então, mais uma vez, este é um assunto para vc se informar melhor com quem é da área.
      Em ambos os casos, eu acho que vc pode usar seus conhecimentos e habilitações para alavancar sua carreira de piloto, é claro, mas sem saber detalhes sobre o acima exposto, fica difícil estabelecer um plano de ação. Então, eu recomendo que vc explore os pontos levantados acima com mais detalhes para poder se posicionar corretamente no mercado.
      Abs e boa sorte!

      • Menezes
        3 anos ago

        Olá Raul,
        Já estou procurando as respostas, realmente elas não são muito comuns, entendo que na aviação há vários setores a serem muito bem explorados, (quem voa e quem faz voar), porque não explorar os dois?! rsrs… Seja em um ambiente administrativo, operacional, educacional (esse ultimo ao meu ver um dos mais importantes).
        De qualquer forma muito obrigado pela atenção, grande abraço e parabéns pelo site.

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Eu acho que a sua estratégia, de tentar aproveitar seus pontos fortes fora da aviação para alavancar a sua carreira de piloto, é boa! Na verdade, é exatamente o que eu defendo nos meus textos e palestras sobre empregabilidade. Eu só não tenho detalhes sobre o que vc me pede…

  138. Ítalo
    3 anos ago

    Olá Raul Marinho, tenho uma dúvida em relação ao Plano de Voo. A velocidade que eu indico no Plano de Voo a sala AIS é a VI? Para planejamento de voo eu utilizo sempre a VA, porém ao passar o plano de Voo para a sala AIS eu utilizo a VI que geralmente é de 90Kt, está correto?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Olha… Não sei qual é a interpretação oficial, mas posso lhe assegurar que, na prática, tanto faz. Especialmente para aeronaves de baixo desempenho.

  139. Caue Lopes
    3 anos ago

    Raul Sou PP, estou em duvida entre checar o PC aqui ou nos EUA, lá vai sair um pouco mais caro o porém é, sera melhor para meu C.V?
    é fácil fazer a transferência ?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Depende para que vc vai usar esse CV… Na maior parte dos casos, é indiferente. Agora, sobre a “transferência”:
      Na realidade, vc não transfere nada. Vc vai apresentar sua experiência de voo para uma escola americana, e esta vai te propor um programa de treinamento para vc atingir as carteiras que deseja. Difícil, não é, mas muito provavelmente não vai reduzir muito o que vc vai ter que voar em relação a um aluno zero-horas, devido às diferenças dos requerimentos da FAA em relação à ANAC.

      • Caue Lopes
        3 anos ago

        Obrigado pela dica Raul, mais uma duvida, quando eu voltar para o Brasil sera o mesmo processo para convalidar o FAA para CHT ? na verdade nem sei como funciona você poderia me explicar ?
        Atenciosamente …

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Sim: 3h de voo de adaptação, prova de Regulamentos e cheque. Tem vários posts sobre isso no blog.

  140. FLAVIO PINHEIRO
    3 anos ago

    Raul,
    estou te passando esse vídeo que encontrei no youtube.
    bem interessante, fala sobre a ‘Aviação Sustentável’

  141. André R M Barreto
    3 anos ago

    Raul, boa noite!
    Outro dia, comentando sobre a entrada da TAM na operações de linhas regionais, com aviões menores, você mencionou que “a proporção piloto/avião fica entre 10:1 e 14:1”.
    Como é feita essa conta?
    Obrigado! Abs,
    André Barreto

  142. Elizeu Rosa
    3 anos ago

    Tenho um dúvida a respeito de um problema que tenho no meu olho direito (machuquei quando tinha 4 anos) o qual enxergo com ele igual um para-brisa chuviscado e não tem concerto, já fui em especialistas e nem laser resolve, pois levei uma pancada nele e criou manchas de sangue que já cicatrizaram e é irreversível com a tecnologia de hoje. Mas em compensação minha visão do olho esquerdo é perfeita. Gostaria de saber se é possível estar fazendo curso de piloto. Em outros sites encontrei apenas respostas de “peritos” no assunto, do tipo “eu acho”, “eu acredito que sim”, “no Sorry”, “depende do grau do problema” entre outras bizarrices. Desde já grato por sua atenção.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Faça o exame médico para obtenção de CMA e resolva de uma vez por todas a sua dúvida. Essa é a única maneira de vc ter 100% de certeza.

      • Elizeu Rosa
        3 anos ago

        Muito obrigado :)

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Eu tinha visto… Absurdo, né?

      • FLAVIO PINHEIRO
        3 anos ago

        Coloca absurdo nisso.
        No seu ponto de vista. Sabendo que ali tem aglomeração de pessoas e você efetuando um pouso muito baixo, você continuaria ou iria arremeter?

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          A resposta óbvia seria arremeter. Mas não sabemos o que realmente aconteceu, se o cara estava em pane, passando mal, sei lá. Então, fica difícil julgar.

  143. Wallyson
    3 anos ago

    Boa Noite Raul!! gostaria de tira uma Duvida contigo, seguinte eu fiz meu teorico(banca) de pp dia 11/06/2012 e nunca fiz as horas ou seja as aulas praticas e a validade pra mim fazer e so ate dia 11/06/2014, to achando q n vai da tempo fazer ate la, oq eu posso fazer vou perde meu teorico ou posso estica essa validade e fazer as aulas praticas mais pra frente??? obg

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Pode “esticar” o seu CCT de PP por mais 2 anos só com uma prova de regulamentos.

      • Wallyson
        3 anos ago

        eu tenho quanto tempo pra fazer essa prova Raul?? e so e as 20 questoes de Regulamentos mesmo??

  144. Ricardo
    3 anos ago

    Raul,
    É possível eu fazer o curso de PPH no EUA e voltar para o Brasil e validar minha carteira na ANAC e iniciar o curso de PCH ?
    como fica em relação as horas que eu fizer no EUA? a ANAC vai reconhecer essas horas do PPH?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Em princípio, a ANAC costuma conceder as horas mínimas para obtenção da respectiva carteira na convalidação. Assim, se vc checar o PPH nos EUA, vc vai “ganhar” 35h na convalidação, e vai ter que voar mais 65h no Brasil para checar o PCH aqui.

  145. Ricardo Santos
    3 anos ago

    Olá Amigo, acredito que você possa me ajudar, conclui o PP agora, e estou com 53 horas de voo. A partir de agora devo lançar todas as horas do PC em comando, correto? enviei o processo essa semana para ANAC, se estiver tudo correto, apartir da semana que vem ja posso lançar as horas em comando? att Ricardo Santos

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      A partir do momento que sua CHT de PP for emitida – ainda que provisória -, pode, sim.

  146. Rafael Souza
    3 anos ago

    Raul primeiramente parabéns pelo blog

    Minha dúvida é a seguinte: eu tenho um Cessna 150, a aeronave encontra-se totalmente regularizada pela anac (VFR). Uso a mesma por hobby, porém ultimamente não estou tendo muito tempo disponível para voar e gostaria de saber se eu posso contratar 1 INVA e disponibilizar a mesma para instrução e formação de PP ou PC, pois eu não gostaria de me desfazer dela e também pra ela não ficar muito tempo parada.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Em sendo TPP, vc poderá utilizar essa aeronave para instrução de PC, para as horas em comando (sem INVA) de quem optar por checar com 200h (fora de curso homologado). Para a instrução IFR, ela não está homologada (seria muito bom homologar, pois as horas IFR são mais rentáveis), e neste caso haveria a necessidade de INVA. Já para a instrução de PP, não vai dar, já que hoje a ANAC está exigindo 100% das horas em curso homologado (logo, a aeronave deve ser PRI). Outra opção seria vc arrendar a aeronave para um aeroclube/escola, e aí ela poderia ser usada também para o curso de PP.

  147. Cassia
    3 anos ago

    Olá Raul.
    Eu sou nova nesse ramo e estou querendo me torna piloto de avião.
    Ando fazendo várias pesquisas e até já comecei a estudar por conta própria.

    Tenho algumas dúvidas, será que você pode me ajudar.

    1) Eu posso fazer a prova primeiro ou tenho que fazer o exame médico?
    2) Se puder fazer a prova primeiro, quanto tempo eu tenho depois da prova (aprovado) para fazer o exame médico?
    3) Depois de aprovado no exame médico ou na prova, quanto tempo tenho para procurar um aeroclube?

    Muito obrigada pela atenção.
    P.S Adoro seu site.

  148. Lucas Barreto
    3 anos ago

    Caro amigo boa noite , se vc puder tirar alguns minutos para tirar algumas duvidas minhas ficarei muito grato , é o seguinte vc pode me explicar passo a passo como faço para revalidar minha carteira de PP VRF Mono , cada um que eu pergunto é uma resposta diferente , experiencia com horas recente eu tenho (somente diurna ) tenho em aviao homologado e experimental (RV10 ,gostaria de de saber se experimental tbm conta como experiencia recente , se vc puder me dar as dicas passo a passo de como fazer , a 2 anos atras eu revalidei da seguinte forma , paguei as taxas ,fiz a prova de regulamentos na Anac , ai dps abri a solicitação pela internet digitalizei os doc necessarios ,requerimento com foto e comprovantes , lancei as horas na civ digital , logo apos conclui o processo e enviei , ai ele ficou em analise uns 2 ,3 meses e dps entrou no sistema , gostaria de saber se ainda consta desta maneira , gostaria de saber tbm qual valor de horas mininas a ser lançados num periodo de tempo , se ha obrigatoriedade de horas noturas para revalidar do pp mono visual pois eu nao tenho .

    Grande abraç Lucas.

  149. FLAVIO PINHEIRO
    3 anos ago

    Bom dia!

    No sábado passado eu tive com alguns amigos e primos meu que trabalham para GOL, AZUL e EMIRATES e eles estavam conversando sobre pouso, até meu primo que é da GOL falar: – Ontem eu fiz um belo “rabo de vaca” no Santos Dumont.

    Eu fiquei com vergonha de perguntar o que era isso, já que sou novo na aviação, já sabia que eles iam rir. Pesquisei na internet essa gíria, encontrei algumas fotos e vídeos mas nada explicando. Alguém poderia me explicar sobre isso…

    Abraços a todos.

  150. Manuel Alves
    3 anos ago

    Bom dia Raul,

    antes decidir entre várias escolas de asa fixa, queria te perguntar uma coisa sobre asa rotativa. Não encontro escolas, nem aeroclubes com helicópteros para voar na parte prática. Li que quase tudo o mundo acaba em Campo de Marte para ser formar em asa rotativa. Você aconselha ir até lá em SP para me forma em asa rotativa, no meu caso deixando o Paraná? Conhece no meu estado alguma escola com helicópteros?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Não conheço escolas de asa rotativa no PR. Mas, de qquer maneira, minha recomendação é a EFAI, de BH.

  151. Gfurst
    3 anos ago

    Raul, tudo bem?
    Eu fiz o curso de PPA e fiz cheque esse ano em janeiro, demorei uns 2 meses pra procurar saber sobre a solicitação de licença e ainda não corri atrás. Primeira coisa que quero saber é se existe algum prazo após o cheque pra finalizar a solicitação da habilitação. Segundo foi que recebi um e-mail sobre o FAP (formulário de avaliação) e que não tinha inciado processo de solicitação ainda, no entanto não achei nenhuma instrução para achar esse FAP e ele é solicitado junto aos outros documentos.
    Por favor me explique melhor, grato, Guilherme.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Eu recomendo vc procurar assistência junto ao aeroclube/escola em que vc checou.

  152. Marcos
    3 anos ago

    Boa tarde Raul,
    estou com meu ifr vencido e gostaria de saber quantas horas de instrução serao necessarias para o recheque, e por quanto tempo estas horas de instrução sao validas como experiencia recente.
    Obrigado

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Neste caso, aplica-se a seção 61.225-c, a saber:
      Após decorridos 6 (seis) meses, ou mais, desde o final do período de validade estabelecido na
      seção 61.19 deste Regulamento, sem considerar o prazo de tolerância estabelecido na seção 61.33
      deste Regulamento, o titular de uma habilitação de voo por instrumentos não poderá mais solicitar
      sua revalidação, devendo, neste caso, ser efetuada uma requalificação. A requalificação consiste em
      uma nova demonstração, por parte do candidato, do cumprimento dos requisitos de conhecimentos
      teóricos, instrução de voo e proficiência para concessão da habilitação de voo por instrumentos
      pertinente.

      • Marcos
        3 anos ago

        Bom dia Raul,
        meu IFR venceu em janeiro deste ano, sendo assim eu ainda posso revalidar?
        Obrigado

  153. FLAVIO PINHEIRO
    3 anos ago

    Da uma olhada nessa matéria Raul.
    Vídeo mostra piloto informando passageiros sobre colisão frontal
    http://g1.globo.com/se/sergipe/noticia/2014/05/video-mostra-piloto-informando-passageiros-sobre-colisao-frontal.html

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Eu estou sabendo. Estou esperando mais informações – se foi barbeiragem do piloto da outra aeronave ou do ATC – para poder publicar alguma coisa sobre.

  154. Nathan
    3 anos ago

    Confere isso aqui?
    http://www.itaipuacusite.com.br/2014/05/municipio-de-marica-pode-perder-o.html
    Se for, estão conseguindo o que queriam…

    • FLAVIO PINHEIRO
      3 anos ago

      Nathan,
      Eu consultei alguns amigos meus e me falaram que isso pode acontecer.
      Eu estava pensando em fazer meu curso pratico em Marica-RJ. Mas com os últimos acontecimentos nesse aeródromo, eu estou pesquisando em outros estados…

  155. Raphael Nogueira
    3 anos ago

    Bom Dia Raul,
    Tô com uma dúvida sobre o curso de PLA. Estava ouvindo um podcast do canal piloto sobre Piloto de Linha Aérea. O convidado disse que fez o curso de PLA apenas com 195h de vôo. Eu li em artigo aqui no blog sobre o PLA que falava que precisava de um monte de horas, umas 500h não lembro, tinha que ter supervisão, enfim, estou completamente perdido. Você poderia me explicar com funciona, onde já tem o curso presencial (já que a partir do mês que vem vai ser obrigatório o curso presencial), quantas horas precisa, eu já posso emendar direto sair do PC/MLTE/IFR e fazer o curso e banca de PLA?

    Obrigado, seu blog tem sido um grande apoio para mim, seu livro é excelente, não vejo a hora de ele estar todo pronto.
    Abraço.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Tem duas coisas aí:
      1)A CCT de PLA:
      -Nas regras atuais, vc pode fazer a banca de PLA tão logo seja aprovado na banca de PC, nem precisa ter o PC checado. Logo, teoricamente, com meras 35h de voo vc já pode ter o CCT de PLA, já que isto é o mínimo para vc checar o PP e, então, poder fazer o curso de PC, que te dará direito à banca de PC e, por extensão, à banca de PLA.
      -A partir de 22/06/2014, de acordo com o RBAC-61 em vigor, deveria passar a ser obrigatório o curso de PLA para poder fazser a banca respectiva. Logo, no roteiro acima, dever-se-ia incluir o curso de PLA depois da aprovação na banca de PC; mas isso não muda em nada o fato de que, com somente 35h de voo, ainda seria possível obter o CCT de PLA.
      -Entretanto, o RBAC-61 está em revisão, e a tendência é de que a ANAC exclua essa obruigatoriedade de curso obrigatório de PLA na nova versão do regulamento. Então, tudo deverá voltar a ser como é hoje.
      2)A CHT de PLA:
      -Além do CCT de PLA (aprovação na prova teórica), também é necessário que o PC que deseje obter a licença de PLA tenha o CMA de 1a.classe/PLA, um mínimo de 1.500h de voo em avião ou 1.000h em helicóptero (incluindo uma série de horas específicas em comando, IFR, noturnas, etc.), e seja aprovado no respectivo cheque. É só aí que entra a necessidade de horas adicionais para o PLA.
      Entendeu?

      • Raphael Nogueira
        3 anos ago

        Entendi sim! Então o cct eu posso tirar qualquer hora, o cht que eu preciso das 1.500h (e pelo q li nos dois artigos q Vc postou não precisa mais de supervisão) certo?

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Sobre as horas PIC sob supervisão:
          -Elas continuam requeridas pelo regulamento em vigor, mas
          -Há uma decisão da ANAC concedendo a um piloto em particular o direito de usar as horas PIC “comuns” no lugar das sob supervisão, e
          -Também há a perspectiva de que ABIV versão do RBAC-61, ora em elaboração, exclua essas horas PIC sob supervisão em definitivo.

  156. Manuel Alves
    3 anos ago

    Uma aclaração por favor, que não entendí no seu post.
    “Normalmente, a coisa funciona assim: o interessado em fazer o curso de PP vai até o aeroclube/escola e realiza a matrícula. No ato, ele recebe a carta de encaminhamento, e caso ele seja reprovado na inspeção de saúde, ele pode ter o valor pago restituído. ” O valor pago restituido por quem, pela escola de voo (os 2500), ou pelo CEMAL (os 450)?

  157. Manuel Alves
    3 anos ago

    Raul, quero fazer o CMA para descartar qualquer problema com tempo, porque acho vou ter problemas com o septo nasal (pois já fui operado, mas não ficou bem. O osso fico bem retinho, mas a parte de cartilagem voltou a ficar torta). Estou com dúvida.
    Li seu post: http://canalpiloto.com.br/inspecoes-de-saude-para-obtencao-de-cma/ e achei excelente. Mas como vc mesmo fala depende do “humor” também do examinador médico. Por isso queria já fazer o examem e assim, saber se vou ou não precisar dos 5mil para a cirurgia.

    É outra coisa. Li também num post que não tem nenhuma normativa que fale que seja quesito indispensável ter tudos os dentes. O caso é que eu perdí dois molares, do final, um em cada lado, e não levo implantes. Pois não me atrapalha nem na fonação, nem pra mastegar. Saberia me dizer se vou ter problemas? Essa é a primeira pergunta.

    A segunda é: No preço para obter o CMA (450 aprox) está incluso todo, ou tenho alem de isso que apresentar outras análisis?
    Muito obrigado.

  158. Erasmo Carlos
    3 anos ago

    Bom dia Sr. Raul!! Fiz meu exame teórico de IFR,na década de 90,não chequei o IFR,extraviei meu cct(aquela carteirinha azul da época)..como proceder agora perante a ANAC para fins de comprovação e cheque.

  159. coritibafuturo
    3 anos ago

    Boa noite Raul,

    Eu gostaria de saber de ti se as horas do PC são “independentes” das horas do PP. Ou seja, para checar o PC preciso por exemplo ter 70h como Piloto em Comando, a dúvida é: Estas 70h como PIC contam as horas que eu fiz no PP como PIC?

    Meu caso é o seguinte:

    Chequei o PP com exatas 37h e 40min, sendo destas 21h56min como PIC, e 15h:44min como Piloto em instrução.

    Estou atualmente com 92h38min totais, ou seja, fiz no PC 54h58min. Estou no total com 59h43min de navegação (contando as navegas do PP).

    Ou seja, se contar as horas feitas no PP, já possuo as horas necessárias em navegação, já posso iniciar o treinamento IFR, sendo que pretendo chegar MNTE/IFR por causa do financeiro. Meus recursos financeiros são bem limitados então queria tirar certinho essa dúvida pra não acabar gastando dinheiro em o que não vou precisar a principio.

    Grande abraço e continue com o excelente trabalho no blog.

    Att,
    Filipe Silva.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      As horas PIC (em comando) do PP não são consideradas para o cheque de PC; isto é: as 70h PIC requeridas para o cheque de PC têm que ser realizadas todas após o cheque de PP.

  160. Bruninho Campello
    3 anos ago

    Olá, boa noite Raul.
    primeiramente parabéns pelo seu blog e pelo seu trabalho.
    tenho um amigo que é pph. ele é empresário e voa apenas por hobby. ele é proprietário e o único piloto do Robinson 66.
    gostaria de saber se o recheque de tipo é dispensável, ou ele é obrigado sob qualquer hipótese, rechecar a aeronave?
    Obrigado

  161. rafaelbertola
    3 anos ago

    Olá Raul,
    Fiz o curso teórico de PC-IFR no final de 2011 e fui aprovado na escola de aviação civil. Porém até hoje não fiz a banca da ANAC, sabendo que esta tem validade, utilizei esse tempo para fazer a maioria das horas práticas de PC.
    Minhas dúvidas são:
    O curso teórico tem validade? Posso agendar para fazer a banca agora?
    Meu aeroclube diz que para os voos de treinamento IFR preciso ter a aprovação da banca, está correto?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      O curso teórico tem validade?
      R: Não
      Posso agendar para fazer a banca agora?
      R: Sim

      Meu aeroclube diz que para os voos de treinamento IFR preciso ter a aprovação da banca, está correto?
      R: Pelo Manual da ANAC, sim; mas pelo RBAC, não. Então, se vc estiver realizando seu treinamento em curso homologado (cheque com 150h), precisa. Mas se vc estiver checando com 200h, não precisa.

  162. Manuel Alves
    3 anos ago

    Levo um mes lendo e aprendendo sem parar por causa do seu blog, e com sinceridade já tirei o 95% das minhas dúvidas, como iniciante que sou. Humildade sempre. Tenho uma dúvida. Com o novo RBAC 61, a partir de junho de 2014, vai precisar de 200 horas como requisito para poder fazer o curso de INVA? Li que uma pessoa falava que eram 200 horas PIC, equivalente a 300h efetivas , só que nem sei qué significa ‘PIC’, nem sei se isso é verdade. Pode nos ilustrar Raul?

    E supondo que realmente for 200horas, isso traducido em termos prácticos, significa que recém checado o “PCzinho+MNTE visual de 140h” não vou poder realizar o curso de instrutor, por causa que ainda nos faltam 50horas? Isso significaria ter que procurar um emprego (taxi aéreo, executiva,…), nesse lapso de tempo?

    Queria compartir essa dúvida com vocês porque tenho certeza que mais de um vai chegar nessa qüestão.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Horas PIC-“Pilot In Command” são as horas realizadas como piloto em comando da aeronave. Para vc se formar PC, são necessárias entre 70h e 100h PIC, dependendo de como vc fez o seu treinamento (50h para helicópteros); logo, vc terá que voar pelo menos mais 100-130h PIC para atingir as 200h (150h para helicópteros) PIC. Então, se vc se forma com 140-150h totais, vc só atingiria as 200h PIC por volta das 250h totais, mas na prática é um pouco mais, porque vc terá uma parte dessas horas realizadas em duplo-comando, ou como copiloto, e é por isso que eu digo que as 200h PIC equivalem a um mínimo de 300h totais, em média.
      Bem, mas tudo isso pode ser uma discussão obsoleta, se a ANAC revogar essa cláusula na reforma do RBAC-61, ora em curso – e é esta a tendência. Então, nem vale a pena prolongar a discussão neste momento.

  163. Carlos
    3 anos ago

    Olá senhores!
    Minha dúvida é a seguinte: Sou PC, INVA, MNTE VFR e estou com todas as habilitações válidas. Porém estou a mais de 90 dias sem voar, mas surgiu um voo com um amigo o qual vai me deixar em comando da aeronave, e pelo que entendi do RBAC 61:

    “61.21 Experiência recente

    (a) Não obstante os prazos estabelecidos na seção 61.19 deste Regulamento, nenhum piloto pode
    atuar como piloto em comando ou segundo em comando de uma aeronave, a menos que dentro dos
    90 (noventa) dias precedentes tenha realizado:

    (1) para operações em voo diurno: no mínimo, 3 (três) decolagens e 3 (três) aterrissagens em
    condições visuais de voo, durante as quais tenha efetivamente operado os comandos da aeronave da
    mesma categoria, classe e modelo ou tipo, conforme requerido;”

    Então eu teria que comprovar experiencia recente pra poder assumir comando e lançar essas horas de uma aeronave MNTE. Mas como posso comprovar essa experiencia recente fora de aeroclube sendo que meu amigo nao é INVA, nem PLA?
    (lembrando que essa aeronave MNTE é single pilot).

    Tenho que chamar um INVA pra fazer essa instrução rapidinho antes de fazer o tal voo? Ou essa regra é só pra quem vai revalidar alguma habilitaçao? Sendo assim seria somente lançar as horas referentes a esse voo normalmente em comando na CIV.
    Desculpa o texto grande, fiquei muito confuso. Grande abraço!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Veja o que diz o RBAC-61:
      “61.21 Experiência recente
      (a) Não obstante os prazos estabelecidos na seção 61.19 deste Regulamento, nenhum piloto pode atuar como piloto em comando ou segundo em comando de uma aeronave, a menos que dentro dos 90 (noventa) dias precedentes tenha realizado:
      (1) para operações em voo diurno: no mínimo, 3 (três) decolagens e 3 (três) aterrissagens em condições visuais de voo, durante as quais tenha efetivamente operado os comandos da aeronave da mesma categoria, classe e modelo ou tipo, conforme requerido; e
      (2) para operações em voo noturno: exceto como estabelecido no parágrafo (b) desta seção, no mínimo, 3 (três) decolagens e 3 (três) aterrissagens no período compreendido entre 1 (uma) hora após o pôr do sol e 1 (uma) hora antes do nascer do sol, durante as quais tenha efetivamente operado os comandos de aeronave da mesma categoria, classe e modelo ou tipo, conforme requerido.”

      Então, vc tem que estar com a experiência recente válida, sim, para efetuar esse voo. Passe no aeroclube e faça 30min. de TGL e pronto.

      • Carlos
        3 anos ago

        Entendi, muito obrigado Raul! E um viva a ANAC!

  164. Claúdio
    3 anos ago

    Olá Raul, em primeiro lugar gostaria de deixar aqui meu elogio à iniciativa de criar este site que tanto ajuda as pessoas com suas informações.
    Gostaria, se possível, de tirar uma dúvida sobre a seguinte situação.
    Fiz a banca de PCA em 2009, mas não conclui ainda as horas de voo.
    Sou PPA, porém minha habilitação venceu em 2010.
    Gostaria de terminar as horas este ano, daí eu pergunto, será necessário fazer nova banca de PCA ou apenas a prova de Regulamentos?

    Desde já agradeço a atenção.

  165. Paula
    3 anos ago

    Boa Tarde Raul Marinho, sou a Silvia de Porto Alegre, adoro seu site sempre informaçoes uteis que a ajudam demais a quem esta começando a ingressar na vida da aviaçao. Estou com uma duvida, minha habilitaçao de mnte venceu agora esse mes, e fui correr atras para revalidar, porem ao chegar no aeroclube falaram que teria que fazer 5 horas de adaptaçao mais o cheque… Essas 5 horas sao lançadas tudo em duplo comando, ja que minha habilitaçao encontra-se vencida ou alguma delas posso lançar como comando ?
    Parabens pelo site novamente e obrigado por toda ajuda e informaçao.

  166. Sergio
    3 anos ago

    Boa Tarde Raul, tenho uma duvida e nao consigo achar nenhuma respota na internet a respeito disso, No aeroclube e em escolas de aviaçao cada um responde uma coisa que me deixou confuso . A duvida é a seguinte, estou terminando meu pc, porem ano passado fiz um recheck de mono, gostaria de saber se a hora do meu recheck conta como hora visual da minha instruçao de pc ?
    Grato pela atençao

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Como essa hora foi lançada na sua CIV? Se foi como piloto em comando, e o cheque foi MNTE-VFR (a maneira correta), vc poderá lançá-la como umas das 70h PIC requeridas para o PC, sim. Mas se, por algum motivo, ela foi lançada como duplo, aí só conta como horas totais.

  167. Manuel Alves
    3 anos ago

    Existe bolsas do ANAC para este ano 2014? Não consigo achar a informação no google.

  168. Ashraf Rajab
    3 anos ago

    Buenas Cmte…. Saberia me informar quando será definida a aceitação (ou não) da Proposta de Emenda 03 do RBAC 61?
    Grato!!!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Segundo informado no workshop da ANAC para a reformulação do RBAC-61, a intenção é que o “novo” regulamento entre em vigor até 21/06/2014.

  169. Profeta Tricolor
    3 anos ago

    Fala comandante, estou com outra dúvida. estou perto de checar o PC IFR MNTE, sendo todas as horas feitas na mesma escola de aviação.
    Gostaria de saber se as 70 horas em comando entra na soma as hora feitas no PP ou são 70 horas feitas exclusivamente no PC?

    sei que os mínimos são 120 Hs (70 em comando / 50 navegação em comando) + 20 ifr real + 20 abatidas no simulador

  170. Ítalo de Souza
    3 anos ago

    Raul, para ser mais preciso gostaria que você pudesse me ajudar no que se refere as seguintes Concessões: Habilitação de categoria, classe e tipo. Acho isso um pouco confuso, se puder me ajudar eu agradeço, obrigado..

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      CATEGORIA tem a ver com que “bicho” é a aeronave: avião, helicóptero, planador, balão, etc.

      Já os TIPOs são os… Tipos ou “espécies” desses “bichos”: B737NG, A320, Cessna Citation CJ1, Bell JetRanger, Agusta 139, etc.

      E as CLASSEs são agrupamentos de tipos/espécies (ou melhor, de modelos) mais simples, e só valem para aviões:
      -MNTEs (linha Cessna 150/152/170/172/182/206/208/210…, linha Piper Cherokee/Tupi/Arrow/Corisco…) para os monomotores terrestres;
      -MLTEs (Piper Seneca, Beech Baron, Cessna 310…) para os bimotores terrestres; e
      Os equivalentes anfíbios MNAFs e MLAFs dos modelos acima.
      Em geral, os aviões CLASSE são a pistão e de pequeno porte, mas há exceções, como o C-208 Caravan, que é um turboélice de porte um pouco maior que a maioria dos MNTEs/MNAFs.

      Sendo bem resumido e simplista, é isso.

      • Ítalo de Souza
        3 anos ago

        Muito obrigado pela ajuda.

  171. Ítalo de Souza
    3 anos ago

    Boa Noite Raul, eu tenho uma dúvida quanto as diferenças das seguintes Habilitações: Categoria e de Classe. Eu sei que a de classe seria Monomotor, Multimotor, porém o que seria a Habilitação de Categoria? Obrigado

  172. Silva
    3 anos ago

    Boa noite Raul,
    Parabéns pelo site, ótimo conteúdo, muito atualizado.
    Estou com uma duvida, desculpe se vc já tiver respondido em outra oportunidade, mas não vi exatamente o que eu estava procurando.
    Pergunto:
    1) Estou prestes a checar meu PC/Mono IFR, mas minhas horas de instrução IFR foram em avião TPP com inva (+ de 40h de voo) essas com mais de 6 meses atrás e fiz umas 3h em aeroclube (aeronave do aeroclube) com o inva do aero local (30 dias atrás), essas horas com mais de 6 meses vão dar problema na hora do processo? ou o fato de ter voado 3 horas de instrução recentes já valida as horas de instrução em TPP, ou mesmo elas não expiram para concessão de licença?

    2) Precisarei de duas declarações de instrução?

    3) Meu noturno tem que está valido para concessão de licença de PC/Mono IFR ou apenas tenho que ter horas totais, ou seja, não necessariamente validas, mas voadas?

    Muito obrigado pela atenção.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      1a) (…)essas horas com mais de 6 meses vão dar problema na hora do processo?
      R: Pelo RBAC-61, não.

      1b) ou o fato de ter voado 3 horas de instrução recentes já valida as horas de instrução em TPP, ou mesmo elas não expiram para concessão de licença?
      R: Não há nada no RBAC-61 sobre validade de horas de voo de instrução IFR. A única hora de voo que expira é a de MLTE (6 meses).

      2) Precisarei de duas declarações de instrução?
      R: Toda hora de voo realizada em DC de instrução tem que ter uma DI correspondente. Então, sim, vc vai precisar uma DI para as horas em avião TPP e outra para o PRI.

      3) Meu noturno tem que está valido para concessão de licença de PC/Mono IFR ou apenas tenho que ter horas totais, ou seja, não necessariamente validas, mas voadas?
      R: Teoricamente, em o cheque ocorrendo durante o dia, vc não precisaria estar com experiência recente noturna para poder checar – se ela estivesse ok na data em que vc efetuou os voos noturnos, tudo bem.

  173. Rinaldo
    3 anos ago

    Raul, estou apavorado pois meu processo de INVA voltou 3 vezes pelo seguinte motivo:
    `Informamos que o seu pedido foi indeferido com a seguinte justificativa:
    1) Não comprovou 25,5 horas de voo de instrução com instrutor de voo habilitado, no mínimo (MMA58-16/RBAC61). Caso tenha realizado antes do inicio da instrução , pelo menos 4 horas de voo no mesmo modelo de avião utilizado nesta instrução, o minimo pode ser reduzido para 21,5 horas de voo. (INFAC 060-2001 item 24.3(3)).`
    No curso de INVA eu fiz no boero e um voo de Paulistinha, será que é esse voo no meio dos de boero que eles estão complicando? Quando enviar o processo tem que enviar o print da CIV digital só das horas do curso de INVA ou páginas anteriores também?
    O aeroclube insiste em mandar assim, só que começo dar instrução logo tenho que parar pois sai do sistema a provisoria apos analisarem o processo. Espero q consiga acender uma luz no fim do tunel para mim. Obrigado, abraço!!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Rinaldo, honestamente, não sei como te ajudar. Eu recomendo entrar em contato com a GCEP e pedir esclarecimentos.

  174. Manuel
    3 anos ago

    Querido Raul, sou um homem de 30 anos espanhol que mora em PARANÁ, e com o meu processo de naturalização “Aguardando Inclusão na Portaria”. Eu acho que vou conseguir sim, pois casei com brasileira e tenho um filho. Fiquei um pouco preocupado quando você comentou no blog que os estrangeiros tinham vetado o acesso para trabalhar como PC dentro do Brasil. Se eu conseguir a naturalização, pela Constitução do pais sou “brasileiro”. Mas a pergunta é: Realmente (na “praxis”) afetaria minha condição natural (o sotaque meu é diferente) negativamente na procura de uma vaga para trabalhar como PC? Muito Obrigado. Manuel.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      A única restrição aos estrangeiros na aviação brasileira é a do CBA, que restringe o mercado aos brasileiros natos ou naturalizados.

      • Manuel Alves
        3 anos ago

        Entendí agora lendo o CBA “1º A função remunerada a bordo de aeronaves nacionais é privativa de titulares de licenças específicas, emitidas pelo Ministério da Aeronáutica e reservada a brasileiros natos ou naturalizados.” Me deixa mais feliz. Eu li também que você falou com um português que a EASA é muito mais exigente e rígida enquanto a normativa da segurança. Um piloto brasileiro tem alguma chance de trabalhar numa companhia europeia como IBERIA, independentemente da sua experiência, ou vai estar sempre limitado pela EASA?

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Ele vai precisar convalidar sua licença na EASA, o que não é fácil nem barato, mas possível (um amigo meu fez isso recentemente, gastou cerca de €40mil e 1,5 ano). Mas o complicado mesmo é o visto de trabalho (não no seu caso, que é espanhol).

          • Manuel Alves
            3 anos ago

            É muito dinheiro para um brasileiro… 40mil €. São mais de R$120mil. Mais dinheiro incluso que tirar a carteira de PP+PC. Esso sim, compensa? Depende dos seus interesses e de onde esté a sua vida. Para mim compensou mais deixar um pais onde eu tinha TUDO, mas sem poder compartir com ninguém, e vir a morar no Brasil onde tenho uma familia que me realiza. Fazendo alusão a um comentário que li no seu blog, efetivamente eu sou ese BABACA que prefere chegar a ganhar R$8mil-R$10mil que os €10mil-€15mil da Europa. E conheço as rutinas, de 20 dias fora mínimo, 8 dias de folga e 6 días seguidos máximo de trabalho. Ainda assim, é a minha escolha.

  175. fpulz
    3 anos ago

    Boa noite Raul,

    Estou com uma dúvida um pouco diferenciada.

    Estava procurando na internet (mais especificamente no site do Cenipa) sobre algum relatório tratando do acidente com o Seneca I do Aeroclube de Piracicaba (PT-IFS). Pensei que após todo esse tempo desde o acidente, algo tivesse sido publicado. Para minha surpresa não consegui encontrar NADA. Você tem alguma informação referente a essa investigação ? Acho muito estranho não achar nenhuma publicação oficial a respeito. Lembrando que o acidente ocorreu em 2011.

    Obrigado pela atenção!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Pois é… Se não está no site do CENIPA, não há RF mesmo.

      • fpulz
        3 anos ago

        Era isso que eu temia Raul.. Agora te pergunto, pode isso ? No caso, mesmo que fosse inconclusiva a investigação, não seria obrigação emitir algum tipo de relatório dos fatos apurados?

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Honestamente, eu não sei como é a regulamentação das investigações do CENIPA. Mas acredito que se vc questiona-los via e-mail, eles respondem.

          • fpulz
            3 anos ago

            Vou tentar entrar em contato. Caso eu tenha um retorno sobre os regulamentos e atual status das investigações te aviso!

  176. Miguel
    3 anos ago

    boa tarde Raul.. procurei na internet no rbac 61 porem nao encontrei nada em relacao a minha duvida….estou na luta ai pra checar meu pc multi ifr. porem em 2012 eu fiz meu primeiro voo ifr e por diversos motivos tive q dar uma pausa em meu curso e voltei agora…como vou fazer multi so preciso de 8 ifr mono. porem eu queria saber se essa hora de ifr que fiz em 2012 conta assim so preciso fazer 7 ou ela tem validade igual ao noturno e tenho q refaze-la ? assim tendo que voar 8 mono ifr…desde ja agradeco.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      No RBAC-61 não há nada sobre validade das horas IFR. Ou seja: em princípio, vc poderia utilizar essa experiência de 2012, sim. Mas fique atento qto às horas MLTE: estas valem por somente 6 meses.

  177. Daniel Asseff
    3 anos ago

    Bom dia,
    Primeiramente, parabéns pelo blog, muito bom, com conteúdo de altíssima qualidade. Mas vamos a dúvida. Supondo uma história, um copila (ou comando, anyway) da Azul, com 1700 horas, sem perspectiva de crescimento na companhia. Você acha que ele deveria investir em asas rotativas, ele tendo o dinheiro? Será que existe mercado na executiva para um piloto de asas rotativas e fixa mutuamente? Qual a sua opinião.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Existem, sim, exemplos de “pilotos-flex” (habilitados para asa fixa e rotativa) bem sucedidos na aviação executiva – eu mesmo conheço três muito bem posicionados. Ocorre que nem sempre um piloto da aviação comercial consegue êxito na aviação executiva, há muitas características (como o QI, especialmente) que podem fazer toda a diferença para o sucesso nesse segmento. Eu, se fosse esse piloto da Azul que vc citou, tentaria me qualificar para ser cmte na Ásia/Oriente Médio, e aproveitaria a oportunidade que hoje há nesses mercados para ganhar US$250mil/ano, sem precisar de QI e com menos incertezas.

      • Michel
        3 anos ago

        “…Eu, se fosse esse piloto da Azul que vc citou, tentaria me qualificar para ser cmte na Ásia/Oriente Médio, e aproveitaria a oportunidade que hoje há nesses mercados…”

        O que seria essa qualificação para o mercado de la especificamente?
        Esse mercado esta restrito aos pilotos que ja se encontram em cias, por um tempo ou ao menos checados em algum equipamento, certo?

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Vc tem que ver o que eles pedem em cada seleção, especificamente, mas normalmente é PLA checado e 500h+ PIC no TIPO. Para A320, B737 e E190, tem vaga a rodo. Para ATR é mais complicado, mas tem tbem.

          • Michel
            3 anos ago

            Então quem ta em táxi ou executiva nem adianta, fora de cia pode esquecer…

            • Raul Marinho
              3 anos ago

              Olha… De vez em qdo aparece oportunidade para Legacy, Falcon, Challenger, Gulfstream, esse tipo de coisa. Mas é bem mais raro. Tem que ficar de olho, se cadastrar nos sites de emprego, ler os e-mails, enfim…

  178. Raphael Nogueira
    3 anos ago

    Raul,
    Eu sou Daltônico, o quanto isso é relevante no CMA??

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Se vc for daltônico MESMO – não reconhece nenhuma cor -, vc não será aprovado no exame médico. Mas se vc somente confundir algumas cores, pode ser que sim. O que o regulamento diz é que o candidato “deve reconhecer as cores misturadas nas tabelas de senso cromático ou, no mínimo, as cores básicas isoladas usadas em aviação”.

      • Raphael Nogueira
        3 anos ago

        Me explica melhor que não entendi: “deve reconhecer as cores misturadas nas tabelas de senso cromático ou, no mínimo, as cores básicas isoladas usadas em aviação”

  179. Filipe Moreira
    3 anos ago

    Raul, como vai?

    Veja se pode me ajudar com minha dúvida. Estou fazendo minha formação de piloto nos EUA, atualmente sou PP checado e acabo de iniciar instrumento. A idéia inicial era fazer toda a minha formação aqui, de PP a INVA, porém com essa invertida que o dólar deu e, naturalmente, a vontade de voltar para a o Brasil, prendendo terminar aqui Instrumento, PC e voltar ao Brasil.

    Minha dúvida é a seguinte, após convalidar as carteiras, gostaria de fazer a formação para INVA aí no Brasil, como funciona a formação de um INVA aí no Brasil? Além do curso teórico, existe uma banca para INVA? Depois da banca, quantas horas de voo precisam ser feitas para obter a carteira? Há disponibilidade de aeronaves para realizar esta formação rapidamente?

    Muito Obrigado

    Filipe

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      A formação de INVA funciona assim:
      1)Curso teórico, de aproximadamente 1 mês (mais cerca de 1 mês para o resultado entrar no sistema, e a ANAC liberar para vc marcar a prova);
      2)Banca da ANAC;
      3)Parte prática, com aproximadamente 25h (incluindo o cheque); e
      4)Solicitação da habilitação (pode colocar pelo menos um mês nisso).
      A disponibilidade de aeronaves hoje em dia é alta, e vc faz tudo em aproximadamente 6 meses (do zero até a CHT chegar na sua casa).
      Para todos os detalhes, baixe o manual do curso de INVA (link no blogroll).

      • Raphael Nogueira
        3 anos ago

        Raul,
        Como está o mercado de trabalho para INVAs? Está fácil conseguir uma escola para trabalhar?
        Eu não me importaria de trabalhar recebendo pouco porque pra mim o maior salário é a experiência (tão necessária na aviação). Mas seria chato não conseguir trabalho depois de ter feito o curso [de INVA].

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Não está fácil, não. E o mercado está extremamente prostituído, com gente ganhando até R$15/h ou menos justamente por haver pessoas pensando da maneira como vc colocou em seu comentário.

          • Raphael Nogueira
            3 anos ago

            É Raul, não tá fácil pra ninguém!
            Nem oferecendo trabalho voluntário (para não falar escravo) eles estão querendo!
            Capaz que vou ter que me prostituir de verdade para pagar todas as horas de vôo e ver se faço uns contatos de QI!!! Kkkkkkkkkk

  180. Raphael Nogueira
    3 anos ago

    Raul, queria saber se uma pessoa soropositiva saudável (tá, aí Vc pensa como uma pessoa com HIV é saudável?). Quando eu falo saudável é, o vírus não evolui e a pessoa não tem nada além de um vírus adormecido no corpo (pois com os atuais remédio, a doença fica adormecida pelo resto da Vida, e tem soropositivos morrendo de velhice).
    Mas então, um soropositivo pode passar nos exames de saúde e ser piloto?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Não há teste anti-HIV nos exames para obtenção de CMA. Logo, se o indivíduo soropositivo não tem nenhuma complicação em virtude de sua enfermidade, não vejo como ele seria reprovado.

  181. Leandro
    3 anos ago

    Raul, tenho uma dúvida, horas de voo de cheque, contam como horas voadas? podem ser usadas para abater horas de voo necessárias para obtenção de quaisquer habilitações? Ex: duas horas de voo de cheque do PP, podem eventualmente serem usadas para abater nas horas necessárias para PC?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Horas em voo de cheque – inclusive se vc não for aprovado – conta como hora de voo, sim!

      • Leandro
        3 anos ago

        Raul, então seria assim: fiz no PP – 40 horas VFR + 3 VFR Not + 2 Cheque = 45 horas totais
        Então para o PC posso contar com essas 45 horas ? Grande abraço.

  182. STEPHAN
    3 anos ago

    FALA RAUL

    A DUVIDA FOI ESCLARECIDA. VOU SEGUIR SEU CONSELHO E SO VOLTAREI A CURSAR O MLTE / IFR DEPOIS DA BANCA. POREM ME SURGIU OUTRA DUVIDA. EU POSSO TER MINHAS HORAS DE SIMULADOR E MAIS AS 7 HS IFR INVALIDADAS E TER DE REFAZE-LAS ?

    MUITO OBRIGADO

  183. Philippe Bruno Ferreira de Souza
    3 anos ago

    Boa Tarde,
    A escola que voo não está credenciada para dar o MLTE, mas o processo de homologação dela ja está nos finalmentes, fiz o treinamento do PC com as horas do MLTE (70 hrs em comando, 25 Simulador, 20 hrs IFR, sendo 8 hrs mono e 12 horas MLTE) mas parece que o processo ainda vai demorar um pouco, e por motivos pessoais optei por checar o PC mono, e depois pedir o cheque do MLTE. Mas hoje a escola disse que ta sem checador credenciado, e que eu teria q checar com um INSPAC, ja q vou ter q checar com ele, eu ja posso checar o PC/MLTE/IFR de uma vez, mesmo a escola não estando homologada a dar instrução MLTE?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Como assim, acrescia não está homologada/credenciada para dar instrução MLTE? Ela não possui aeronave MLTE no acervo, é isso? Como vc fez essas 12h MLTE?

      • Philippe
        3 anos ago

        A escola possui uma aeronave MLTE, e antes conseguia ministrar o curso de MLTE, e acho que o pessoal checava como se tivesse voado aeronave particular, mas a ANAC veio e disse que a escola tem que ter um manual do curso de MLTE aprovado por ela, que o checador tem que estar por dentro do programa de treinamento e tal. Então a escola teve que entrar com um processo de pedido de credenciamento, e enquanto eles ainda não dão a resposta, ninguém ta podendo checar o MLTE. Mesmo com o processo não finalizado, eu ja voei as 12 horas de Seneca, pois em último caso eu checava o PC mono, e depois pediria só o cheque de MLTE, isso é possível de fazer? Mas tenho outra dúvida, a escola ta sem checador credenciado, e vou ter que checar com INSPAC, já que vou ter que checar com ele, eu ja posso checar o PC/MLTE/IFR mesmo a escola estando nessa situação em relação ao MLTE?
        Obrigado pela atenção.

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Acho que entendi o problema. O negócio é o seguinte: a ANAC não possui um manual de curso de MLTE e, há até pouco tempo, bastava comprovar ter realizado 12h em duplo-comendo de MLTE que estava tudo certo, e vc checava o MLTE em curso homologado. Mas agora, ela está exigindo que as escolas possuam um programa de treinamento MLTE homologado (mesmo que ele própria – ANAC – ainda não tenha um), para que o sujeito possa checar o MLTE em curso homologado para PC (com 150h). Muito bem, ocorre que a sua escola não possui esse programa, então se vc checar o MLTE, a ANAC vai indeferir o seu processo, mesmo que vc tenha as 12h MLTE requeridas, pq neste caso vc teria feito o seu treinamento MLTE fora de curso homologado, e teria que checar com 200h. Então, faz sentido isso que a escola te propõe: cheque o PC-MNTE agora, para poder usufruir dos benefícios do curso homologado (checar com 150h), e depois, já com a CHT de PC em mãos, use essas 12h que vc possui para checar o MLTE fora de curso homologado, quando então não lhe será cobrado ter realizado o treinamento MLTE homologado. Entendeu a lógica?
          Só tem um truque: esse cheque de MLTE vai ter que ocorrer muito rapidamente, senão os voos MLTE que vc fez começam a caducar: eles têm a validade de 6 meses.

  184. STEPHAN
    3 anos ago

    Boa tarde

    Eu estou fazendo o curso de MULTI IFR. Fiz 5hs de C152 IFR e mais 2 hs de multi IFR. Ainda nao fiz banca de PC IFR e estou com a habilitaçao mono vencida a 5 meses. Vou realizar a banca nos proximos dias. Sei que pra checar tem que estar APRV na banca. Mas minha duvida e : Posso realizar todas as horas de MULTI IFR, antes do check, sem a banca de PC.

    Muito Obrigado

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Pelo RBAC-61, pode; mas pelo manual do curso de PC, não. Isso significa que, como vc está checando com 150h (curso homologado) e não está seguindo o Manual da ANAC, vc pode, sim, ter seu cheque indeferido por conta disso. Daí minha recomendação que vc só volte a voar o IFR depois de aprovado na banca. Sobre vc estar voando com a habilitação MNTE vencida, outra vulnerabilidade que pode lhe causar dores de cabeça no futuro: renove-a o quanto antes. E, finalmente, fique esperto com as horas de MLTE: elas só valem por seis meses.

  185. joao paulo
    3 anos ago

    queria saber as vantagens e desvantagens de estudar e fazer as horas de voo fora do brasil, e se posso comecar tudo do zero nos estados unidos, ou se preciso ter alguma base aqui para depois poder ir para la?

  186. Rodrigo Medeiros
    3 anos ago

    Quero uma ajuda, tenho 18 anos não tenho absolutamente dinheiro nenhum, trabalho como vendedor recebo um salário de 1.200.00 e quero começar o curso de PP ano que vem, ano que completo 20 com quanto tempo e com essa quantidade de dinhero mensal consigo concluir as horas necessária para o curso de PC.
    Tenho uma tatuagem nas costas *bem grande* e gostaria de saber se isso pode me atrapalhar, com camiseta não da pra ver

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Quero uma ajuda, tenho 18 anos não tenho absolutamente dinheiro nenhum, trabalho como vendedor recebo um salário de 1.200.00 e quero começar o curso de PP ano que vem, ano que completo 20 com quanto tempo e com essa quantidade de dinhero mensal consigo concluir as horas necessária para o curso de PC.
      R: Sobre isso, está tudo aqui: http://paraserpiloto.com/e-book-como-tirar-breve-e-quanto-isso-vai-custar/

      Tenho uma tatuagem nas costas *bem grande* e gostaria de saber se isso pode me atrapalhar, com camiseta não da pra ver
      R: Sem problemas

  187. Ricardo
    3 anos ago

    Bom dia Raul, para inclusão de habilitação IFRA, lendo o RBAC61 61.223 a.6.i na experiencia ter 50 horas de voo como piloto em comando em voo de navegação, das quais, no mínimo, 10 horas tenham sido realizadas em aeronaves da categoria para a qual é requerida a habilitação de vôo por instrumentos. Na parte que fala das 10 horas, vc interpreta que devo para checar o IFRA, ter dentro das 50 horas em comando, devo ter 10 horas de navegação visual em acft homologada IFR?

    Grande Abraço!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Não. “Categoria”, de acordo com o RBAC-61, pode ser:
      (i) avião;
      (ii) helicóptero;
      (iii) aeronave de sustentação por potência;
      (iv) dirigível;
      (v) planador; e
      (vi) balão livre;
      Item 61.5-b-1

      Logo, vc tem que ter 50h de navegação em comando em geral (qualquer categoria de aeronave), das quais pelo menos 10h terão que ser, necessariamente, em avião.

  188. Michel Pelisson
    3 anos ago

    Ola
    Estava conversando com um conhecido sobre a parte pratica do PC, e ele acabou levantando uma questão que nenhum de nós soube ao certo, mais precisamente sobre a validade das horas feitas em simulador e o prazo para efetuar o cheque. Ele ficou sabendo que há um prazo de 6 meses, para ser feito o cheque MLTE/IFR, ou MNTE?IFR a partir da emissão do certificado das horas do simulador.
    Tentei procurar alguém que pudesse nos esclarecer mas não tive sucesso, também pesquisei no RBAC 61, que apesar de tê-lo lido varias vezes, este se encontra confuso e pouco objetivo, com itens que acabam ficando vagos, se contradizendo e na maioria das vezes não sanando as duvidas
    Neste consta:

    61.19 Validade das habilitações de piloto

    (a) A validade das habilitações averbadas nas licenças ou certificados de piloto deve obedecer
    aos seguintes prazos, contados a partir do mês de aprovação do piloto no exame de proficiência, a
    exceção do previsto no parágrafo 61.33 (a) deste Regulamento:
    (1) habilitação de classe: 24 (vinte e quatro) meses, com exceção das habilitações relativas às
    aeronaves leves esportivas, que terão validade de 36 (trinta e seis) meses;
    (2) habilitação de tipo: 12 (doze) meses;
    (3) habilitação de voo por instrumentos: 12 (doze) meses;

    61.33 Prazo e tolerância para revalidação de habilitação

    (a) Desde que cumpridos os requisitos aplicáveis à revalidação de uma habilitação, o exame de
    proficiência pertinente a essa revalidação pode ser realizado no período que compreende 30 (trinta)
    dias antes do início do mês de vencimento até 30 (trinta) dias após o fim do mês de vencimento,
    mantendo-se, após concluída a revalidação, o mês base de vencimento para a nova validade.
    (b) É permitida a operação normal relativa a uma habilitação vencida há menos de 30 (trinta)
    dias.
    (c) É vedada a operação normal relativa a uma habilitação vencida há mais de 30 (trinta) dias,
    em qualquer situação.
    (d) Habilitações revalidadas fora do prazo disposto no parágrafo (a) desta seção terão seus prazos
    de validades contados a partir do mês de aprovação do piloto no exame de proficiência, conforme
    disposto na letra (a) da seção 61.19.

    61.225 Revalidação e requalificação de habilitação de voo por instrumentos

    (a) Para revalidar uma habilitação de voo por instrumentos, o requerente deve, antes de
    completar 6 (seis) meses desde o final do período de validade estabelecido na seção 61.19 deste
    Regulamento, sem considerar o prazo de tolerância estabelecido na seção 61.33 deste Regulamento

    Esqueci de mencionar, estamos voando o PC, já fizemos o simulador no final do ano passado, mas ainda não começamos o MLTE/IFR, por isso a duvida e a preocupação com os prazos
    Desde já agradeço a colaboração, e parabenizo pela iniciativa do site
    Obrigado

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Horas de voo e simulador IFR: não vencem
      Horas de voo MLTE: 6 meses de prazo.

      • Michel Pelisson
        3 anos ago

        Então, podemos ficar mais sossegados que essa história de prazo do simulador para checar o IFR é boato
        Já quanto ao Multi o prazo conta a partir do simulador, ou a partir do comeco do PC prático?
        Esqueci de mencinar que no meu caso, vou checar MNTE IFR, ja esse meu amigo MLTE IFR
        Mais uma vez obrigado
        e obrigado pela prontidão

  189. Ricardo
    3 anos ago

    Boa Tarde Raul, me surgiu uma dúvida, posso checar ifr tendo realizado 20 horas IFR em aeroclube e 20 horas IFR em aeronave particular?

  190. Rodrigo Lins
    3 anos ago

    Prezado Raul bom dia,
    Recentemente vi um post com o título “Azul está contratando copilotos – veja como está sendo o processo seletivo”.
    Procurei pelo mesmo novamente e parece ter sido retirado do ar.
    Você teria como me passar as informações via e-mail.

    Participei dessa seleção porém não fui aprovado, e gostaria de pegar os detalhes para estudo futuro.

    Obrigado.

  191. Roberto Campos
    3 anos ago

    Muito obrigado Raul pela pronta resposta.
    Gde abraço

  192. Roberto Campos
    3 anos ago

    Prezado Raul,
    Parabéns pelo trabalho. Venho acompanhando a algum tempo. Por favor me tire uma duvida. Estou hoje com 35 horas PCH aqui nos EUA , porém não vou poder continuar aqui. Tenho que retornar ao Brasil antes de tirar a carteira. Mais precisamente volto no Sábado. Pergunto: Eu consigo convalidar minhas horas ai no Brasil mesmo sem ter me formado? É continuar o curso ai no Rio?
    Obrigado desde já.
    Gde abço.
    Roberto

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Não, apesar de haver previsão legal para tal. Mas o fato é que a ANAC não convalida horas, somente licenças e habilitações. Vc vai ter que recomeçar do zero. Lamento.

  193. Rodrigo
    3 anos ago

    Procurei o post sobre a seleção da azul mas não achei, foi deletado?